A água pode ser a chave para explicar como os egípcios transportavam enormes blocos de pedra ao longo do deserto para construir pirâmides, sugere" />
Paranavaí
Min. 17°C Max. 27°C
CIÊNCIA/PESQUISA

Físico recria técnica de construção de pirâmide

04/05/14 00:00:00 - Cotidiano > Ciência

A água pode ser a chave para explicar como os egípcios transportavam enormes blocos de pedra ao longo do deserto para construir pirâmides, sugere um experimento que simulou a técnica usada por volta de 2500 a.C.
A utilização de trenós no transporte de cargas já é uma tese aceita entre arqueólogos, mas físicos da Universidade de Amsterdã dizem que é provável que os egípcios molhassem a areia por onde eram puxados os blocos de pedra.
O raciocínio do estudo liderado pelo físico Daniel Bonn, publicado na revista científica “Physical Review Letters” é surpreendentemente simples: as gotículas de água penetram na areia e formam ligações entre os grãos, que ficam grudados e compactos, formando uma superfície mais uniforme como em um castelo de areia.
Assim, o solo não se acumula na frente do trenó, que desliza mais facilmente.
Para comprovar a teoria, os físicos construíram uma versão de laboratório do trenó, colocaram um peso sobre ela e a deslizaram ao longo de uma caixa de areia.
Quando o solo estava seco ou úmido demais, o trenó encontrava grande resistência e “mergulhava” na areia.
Os experimentos demonstraram, porém, que na proporção adequada, a água pode fazer a areia ficar até duas vezes mais rígida, dando mais suporte ao peso sendo arrastado sobre ela.
Consequentemente, a força necessária para arrastar o trenó por sobre sua superfície cai pela metade.
EVIDÊNCIA HISTÓRICA - Há indícios históricos que sustentam a teoria.
Uma pintura encontrada nas paredes da tumba do nomarca Djehutihotep, localizada na vila de Deir el-Bersha, na margem esquerda do rio Nilo, mostra uma pessoa derramando um vaso de água por sobre a areia.
Logo atrás, mais de 170 homens arrastam um trenó com uma estátua em homenagem ao líder político.
Alguns paralelepípedos empregados na construção das pirâmides do Egito chegam a ultrapassar a marca das quatro toneladas.
Além de representarem um passo à frente na solução do mistério das pirâmides, os resultados da pesquisa podem ter aplicações práticas.
USO MODERNO - Não há um entendimento completo sobre o comportamento de materiais granulares como a areia e o concreto.
Os pesquisadores acreditam que os resultados do estudo podem contribuir para a eficiência do processamento desses materiais, que hoje corresponde a cerca de 10% do consumo de energia mundial.

Cotidiano

CIÊNCIA

Tragédia no espaço

VIAGEM DE FÉRIAS

Revisão no veículo garante tranquilidade e segurança

CLIMA/MUNDIAL

Terra se aproxima de maiores temperaturas em 11 mil anos

GESTÃO AMBIENTAL

Inscrições para processo seletivo de tutores presenciais do Polo UAB

CIÊNCIA/PESQUISA

Pesquisadores acham "alta tecnologia" em ferramentas primitivas

SEGURANÇA

PM intensificará patrulhamentos durante período de Carnaval

PROVA PARANÁ

Mais de 1,2 milhão de alunos farão a avaliação hoje

ANP

Preço do botijão de gás ficou estável em 2019, com variação de 0,13%

PARANÁ

Papiloscopistas têm ação destacada na solução de crimes

POLÍTICA

"Temos que fazer mais", diz Moro sobre combate à corrupção no país

BALANÇO 2019

Quase 96mil paranaenses conseguiram emprego pelas Agências do Trabalhador

FIQUE ATENTO

Opção pelo Simples exige que pagamento de imposto esteja em dia

AGRICULTURA

Associação de produtores irrigantes foi criada com abrangência estadual

JARDIM MORUMBI

Prefeitura retira mais de 20 caminhões de materiais que acumulam água

PARANÁ

Crea encontra 155 irregularidades na safra de verão da região Noroeste

VERÃO / CARNAVAL

SBP alerta para o risco do consumo de álcool por crianças e adolescentes

COPEL

Copel flagra 43 “gatos” por dia em todo Paraná

DIREITO DO CONSUMIDOR

Itens de uso coletivo não podem constar em listas de material escolar

INVESTIMENTO

Estado autoriza pagamento extra de R$ 20 milhões às escolas

OUVIDORIA

Ouvidoria Municipal fez quase 9 mil atendimentos em 2019

agência dream