Paranavaí
Min. 20°C Max. 36°C
DESAFIOS

Novo Ensino Médio: O que mudou em um ano nas escolas brasileiras

18/02/18 00:00:00 - Cotidiano > Educação

BRASÍLIA - O texto que estabelece a segmentação de disciplinas de acordo com áreas do conhecimento e a implementação gradual do ensino integral, conhecido como Novo Ensino Médio, completa um ano ainda com desafios a serem cumpridos. 
O principal deles é, sem dúvida, a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que sofreu com atrasos e discussões sobre pontos polêmicos em 2017.
As mudanças práticas nas escolas brasileiras ainda dependem da homologação da BNCC, ainda sem data para acontecer. Se a Base for aprovada ainda este ano, por exemplo, as escolas teriam até 2020 para se adaptar à proposta.
De toda forma, alguns avanços podem ser notados. Segundo o coordenador de Ensino Médio do Ministério da Educação, Wisley Pereira, ampliar o tempo de permanência do aluno nas escolas ainda é um dos objetivos da reforma do Ensino Médio.
“Estamos completando um ano que o nosso presidente sancionou o Novo Ensino Médio. Neste um ano, o ministério da Educação ampliou a oferta de educação em tempo integral para o Ensino Médio, com o Programa Ensino Médio em Tempo Integral, em que nós temos aproximadamente quase mil escolas participando do programa. Nossa intenção é dobrar o número de matrículas de Ensino Médio em tempo integral”, explicou Pereira.
Uma pesquisa feita pelo MEC com diretores e ex-diretores de 401 escolas que implementaram o ensino médio em tempo integral no ano passado revela que 91% deles acreditam no impacto das mudanças. Para esses 91%, houve melhora significativa nas habilidades cognitivas dos estudantes.
O professor e especialista em educação Célio Cunha vê as mudanças com bons olhos, mas alerta que somente a aplicação da Base Nacional Comum Curricular não resolverá todos os problemas enfrentados por professores e alunos do ensino médio.
“Há uma série de desafios na educação brasileira que precisam ser enfrentados conjuntamente. Não adianta você ter apenas um bom currículo se você não tiver professores, instalações, infraestrutura de escola, participação da sociedade, da família. Ou seja, é preciso que todos os fatores associados à categoria do ensino, associados à aprendizagem, caminhem juntos”, opinou.

Cotidiano

SENADO

Projeto estabelece critérios básicos para infraestrutura de escolas públicas

DESAFIO

Como escolher a melhor escola?

EDUCAÇÃO

Local de prova do Enem será divulgado a partir do dia 16

EDUCAÇÃO

MEC divulga resultados preliminares do Censo Escolar 2019

ENSINO

Rede estadual tem mais de 1,3 mil vagas para cursos técnicos

REDE ESTADUAL DE ENSINO

Líder do governo prioriza diálogo e busca acordo sobre carga horária de professores

INSCRIÇÃO GRATUITA

Exames da Educação de Jovens e Adultos serão em março e abril

PREVENÇÃO DA GRAVIDEZ

Ministro da Saúde defende educação sexual nas escolas

EDUCAÇÃO

Educação de Jovens e Adultos já conta com quase 100 mil alunos

GOVERNO/PR

Escola Conectada vai ampliar a rede de informática nas escolas

EDUCAÇÃO

Inscrições para o Fies terminam na quarta-feira

IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO

“Precisamos chamar a atenção dos nossos jovens”, afirma educadora

AULAS

Fique de olho no peso da mochila do seu filho

ENSINO

Paraná lança aplicativo exclusivo para professores da rede estadual

ATENÇÃO DOS PAIS

5 dicas para começar as aulas com o pé direito

REDE ESTADUAL

Escolas estaduais se preparam para início das aulas

INSCRIÇÕES ATÉ SEXTA-FEIRA

ProUni oferta quase 243 mil bolsas em instituições de ensino particulares

EDUCAÇÃO

Formação continuada fortalece gestão democrática nas escolas estaduais

ENSINO SUPERIOR

Aleixo assume segunda gestão com foco na consolidação da Unespar

EDUCAÇÃO

Escola e família devem caminhar juntos

agência dream