Paranavaí
Min. 22°C Max. 32°C
IAPAR

Pesquisa usa inteligência artificial para melhorar identificação de bovinos

24/07/19 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Pesquisa usa inteligência artificial para melhorar identificação de bovinos Pesquisa do IAPAR está em andamento e visa aperfeiçoar identificação

Pesquisas conduzidas pelo Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) em parceria com estudantes e professores de universidades buscam melhorar a identificação de bovinos. Para isso, está em desenvolvimento um método de identificação baseado no padrão biométrico do espelho nasal de bovinos, a partir de tecnologias como inteligência artificial e algoritmos. 
O pesquisador do Iapar João Aril Hill conduz o trabalho de pesquisa com o estudante de Engenharia da Computação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Lucas Nolasco. Hill e Nolasco explicam que o novo método é necessário por diversas razões. “Além de evitar marcar os animais na cara com ferro quente, o novo método é mais eficaz e confiável que o brinco fixado na orelha do animal porque não há risco de perda e não pode ser trocado”, destaca o pesquisador. 
Segundo Nolasco, o novo método consiste em capturar uma imagem do “focinho” (espelho nasal) do bovino. A imagem será analisada por redes neurais e algoritmos que vão buscar padrões e assim auxiliar na identificação do animal. “Obtivemos taxas de acerto superiores a 95% nos testes, o que nos deixou animados”, comemora o estudante. 
Hill explica que a identificação foi baseada em um banco de dados de animais das raças Purunã, Jersey e Holandês do rebanho do Iapar nas cidades de Curitiba, Ponta Grossa e Pato Branco. “Temos em torno de 700 animais na nossa base de dados e queremos chegar a mil em breve”, complementa o pesquisador. 
Nolasco ressalta que é fundamental ampliar a base de dados, assim como melhorar a inteligência artificial, para que o sistema computacional seja mais preciso na identificação dos animais. “Estamos tentando, por exemplo, ensinar o sistema a identificar os animais a partir de uma única imagem do espelho nasal. Atualmente são 40 imagens em momentos diferentes do mesmo bovino”, salienta. 
O pesquisador do Iapar lembra ainda que o sistema em desenvolvimento precisa ser leve e rápido para que possa no futuro ser usado em um dispositivo móvel, como um celular. “É importante lembrar que a internet não está presente em todos os lugares, principalmente nas propriedades rurais. Isso dificulta um pouco porque não dá para armazenar tanta informação hoje em um único aparelho”, diz.     
De acordo com Hill o novo método de identificação pode ser usado em diversas circunstâncias. “Além do produtor rural, as associações de raça precisam identificar um a um os animais do plantel, o que é bastante trabalhoso dependendo do tamanho do rebanho”, afirma o pesquisador. Ainda de acordo com ele, órgãos governamentais como a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) poderiam se basear no novo método para identificar animais vacinados ou que apresentam doenças. “Sem contar que hoje em dia a comercialização de bovinos ou de produtos de origem bovina busca ampliar a rastreabilidade, e para isso a identificação dos animais é indispensável”, lembra.
Nolasco ressalta que a ferramenta ainda está em testes e não é um aplicativo. Ele faz parte de um grupo de professores e alunos da UTFPR e da Universidade Federal do Paraná (UFPR) que estão contribuindo no projeto. Os resultados preliminares obtidos por Nolasco e Hill foram apresentados durante o Programa de Iniciação Científica (ProICI) do Iapar, que reúne trabalhos de estudantes de graduação orientados por pesquisadores do Instituto.

Cotidiano

ECONOMIA

Valor da produção agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bi

ECONOMIA

Paraná contratou quase 37 mil trabalhadores temporários

AGRICULTURA

Governo amplia investimentos para pequenos e médios produtores rurais

ALISTAMENTO

Prazo para alistamento militar online já está aberto

HABITAÇÃO

Sancionada lei que prorroga regime de tributação do Minha Casa, Minha Vida

BRASIL

Cresce em 45% número de ciclistas atropelados, apontam médicos de tráfego

2020

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

SERVIDORES DO ESTADO

13º salário integral vai injetar R$ 1,83 bilhão na economia

PARANÁ

Cedraf aprova repasses de R$ 34 milhões da União

PARANÁ

Estado vai licitar serviço de perícia médica para servidores

DEBATE

Parlamentares lançam a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância

BRASÍLIA

Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância

ESTUDO

Governo debate a corrupção com a sociedade

DESENVOLVIMENTO

Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035

PARANÁ

Governador autoriza R$ 78 milhões para hospitais filantrópicos

PARANÁ

Detran explica mudanças na forma de envio de correspondências

COMUNIDADE

OAB Paraná realiza ação de campanha internacional para mobilizar homens contra violência de gênero

ECONOMIA

Receita Estadual intensifica fiscalização no trânsito de mercadorias

INOVAÇÃO

Técnicos e produtores rurais aprovam a pulverização da mandioca com helicóptero

SERVIÇO

Suspensa licitação do Samu Noroeste para gerenciamento de auxílio-alimentação

agência dream