Paranavaí
Min. 20°C Max. 28°C
ECONOMIA

Paraná fecha 1º semestre com alta de 2,11% nas vendas

20/08/19 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Paraná fecha 1º semestre com alta de 2,11% nas vendas Números da Fecomércio mostra elevação no volume de negócios do varejo Foto: Fabiano Vaz Fracaroli

O varejo do Paraná fechou o primeiro semestre com crescimento de 2,11% nas vendas em relação a 2018. Os dados são da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR). Destaque positivo para as lojas de departamentos, que cresceram 29,7% no período, além dos setores de óticas, cine-foto-som (12,08%) e combustíveis (9%).
O crescimento foi um pouco menor do que no primeiro semestre de 2018, quando o comércio paranaense registrou alta de 5,13%. No entanto, é preciso lembrar que o resultado positivo do ano passado se deu diante de três anos de primeiros semestres consecutivos de perdas para o varejo. 
O faturamento das empresas varejistas no primeiro semestre deste ano não foi maior em função do desempenho negativo dos ramos de farmácias (-4,62%), vestuário e tecidos (-4,16%), livrarias e papelarias (-3,91%), calçados (-3,37%) e móveis, decorações e utilidades domésticas (-3,19%).
Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve queda nas vendas de 2,5%, e na comparação com maio, a redução foi de 7,46%.
Identificam-se inquietações nas atividades econômicas varejistas no estado, associadas principalmente à perspectiva profissional dos paranaenses que, segundo o índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) caiu 13,9% nos últimos doze meses. O receio com relação ao emprego repercute sobre a intenção de compra, fazendo com que os consumidores deixem de gastar em bens considerados supérfluos ou de maior valor, que geralmente demandam parcelamento a médio e longo prazo.
Além disso, a instabilidade política decorrente das dificuldades na aprovação de reformas importantes para o país, com a da Previdência e a Tributária, afasta ou adia novos investimentos por parte dos empresários.
ANÁLISE REGIONAL - Entre as regiões analisadas, a única a apresentar resultado negativo foi Londrina, com -4,36%, principalmente em função da retração nas vendas de veículos, que acumularam perdas de 16,68% no primeiro semestre.
Nas demais regiões do estado o faturamento do varejo foi maior do que no mesmo período do ano passado. Em Curitiba e Região Metropolitana o comércio cresceu 4,3%; no Sudoeste, 4,04%; e na região Oeste houve alta de 3,41%. Já em Ponta Grossa as vendas aumentaram 2,79%, enquanto em Maringá, subiram 2,45%.
EMPREGOS - O aumento das vendas no primeiro semestre não foi suficiente para a geração de novos postos de trabalho no varejo, cujo indicador fechou com leve queda de 0,20%. Setores como lojas de departamentos (19%), materiais de construção (3,7%) e supermercados (1,18%) abriram novas oportunidades, enquanto móveis e decorações (-6,36%), farmácias (-5,58%)e autopeças (-4,11%) foram os que mais demitiram no período.

Cotidiano

DE SEIS A 11 MESES

Regional de Saúde alerta sobre importância da dose zero da vacina contra sarampo

ECONOMIA

Auditor fiscal José Barroso Tostes Neto é novo secretário da Receita

EDUCAÇÃO

Cerca de 1 milhão de alunos farão a Prova Paraná

SEGURANÇA

Paraná está entre os estados com menores taxas de furtos e roubos de veículos

PREVENÇÃO

Ipem-PR apreende carregadores de celular por risco à segurança

PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

Presidente da Câmara dos Deputados estará na Assembleia Legislativa do Paraná segunda-feira

UNIVERSIDADE

UEL abre chamamento público para prestação de serviços tecnológicos e inovação

AMUNPAR

Superintendente do ParanaCidade expõe linhas de trabalho a gestores municipais

EDUCAÇÃO

Oferta de vagas em ensino superior a distância é maior que presencial

LEVANTAMENTO

Temporais danificam 3.222 casas e afetam 12.227 pessoas

PARANÁ

Novos servidores reforçarão ações anticorrupção no Governo

PARANÁ

Estado inicia programa de incentivo à arborização

PR-218

Começam as obras de melhorias em novo trecho

PARANÁ

Livro sobre ciclomobilidade será repassado às 399 prefeituras

SAÚDE

Noroeste do Paraná totaliza 52 casos de dengue ao longo de sete semanas

PREVENÇÃO

Paraná discute estratégia para diminuir acidentes de trabalho

CÂMARA

Rubens Bueno ajuda a aprovar PEC que garante poder investigatório de CPIs

GOVERNO

Confirmadas 3.000 novas vagas no sistema prisional do Estado

SAÚDE

Paraná registra o primeiro caso de chikungunya no período epidemiológico

PARANÁ

Governador e Moro discutem reforço da segurança na fronteira

agência dream