Paranavaí
Min. 25°C Max. 35°C
ECONOMIA

Paraná fecha 1º semestre com alta de 2,11% nas vendas

20/08/19 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Paraná fecha 1º semestre com alta de 2,11% nas vendas Números da Fecomércio mostra elevação no volume de negócios do varejo Foto: Fabiano Vaz Fracaroli

O varejo do Paraná fechou o primeiro semestre com crescimento de 2,11% nas vendas em relação a 2018. Os dados são da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR). Destaque positivo para as lojas de departamentos, que cresceram 29,7% no período, além dos setores de óticas, cine-foto-som (12,08%) e combustíveis (9%).
O crescimento foi um pouco menor do que no primeiro semestre de 2018, quando o comércio paranaense registrou alta de 5,13%. No entanto, é preciso lembrar que o resultado positivo do ano passado se deu diante de três anos de primeiros semestres consecutivos de perdas para o varejo. 
O faturamento das empresas varejistas no primeiro semestre deste ano não foi maior em função do desempenho negativo dos ramos de farmácias (-4,62%), vestuário e tecidos (-4,16%), livrarias e papelarias (-3,91%), calçados (-3,37%) e móveis, decorações e utilidades domésticas (-3,19%).
Em relação ao mesmo mês do ano anterior, houve queda nas vendas de 2,5%, e na comparação com maio, a redução foi de 7,46%.
Identificam-se inquietações nas atividades econômicas varejistas no estado, associadas principalmente à perspectiva profissional dos paranaenses que, segundo o índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF), elaborado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) caiu 13,9% nos últimos doze meses. O receio com relação ao emprego repercute sobre a intenção de compra, fazendo com que os consumidores deixem de gastar em bens considerados supérfluos ou de maior valor, que geralmente demandam parcelamento a médio e longo prazo.
Além disso, a instabilidade política decorrente das dificuldades na aprovação de reformas importantes para o país, com a da Previdência e a Tributária, afasta ou adia novos investimentos por parte dos empresários.
ANÁLISE REGIONAL - Entre as regiões analisadas, a única a apresentar resultado negativo foi Londrina, com -4,36%, principalmente em função da retração nas vendas de veículos, que acumularam perdas de 16,68% no primeiro semestre.
Nas demais regiões do estado o faturamento do varejo foi maior do que no mesmo período do ano passado. Em Curitiba e Região Metropolitana o comércio cresceu 4,3%; no Sudoeste, 4,04%; e na região Oeste houve alta de 3,41%. Já em Ponta Grossa as vendas aumentaram 2,79%, enquanto em Maringá, subiram 2,45%.
EMPREGOS - O aumento das vendas no primeiro semestre não foi suficiente para a geração de novos postos de trabalho no varejo, cujo indicador fechou com leve queda de 0,20%. Setores como lojas de departamentos (19%), materiais de construção (3,7%) e supermercados (1,18%) abriram novas oportunidades, enquanto móveis e decorações (-6,36%), farmácias (-5,58%)e autopeças (-4,11%) foram os que mais demitiram no período.

Cotidiano

BALANÇO 2019

Quase 96mil paranaenses conseguiram emprego pelas Agências do Trabalhador

FIQUE ATENTO

Opção pelo Simples exige que pagamento de imposto esteja em dia

COPEL

Copel flagra 43 “gatos” por dia em todo Paraná

INVESTIMENTO

Estado autoriza pagamento extra de R$ 20 milhões às escolas

ECONOMIA

Valor da produção agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bi

ECONOMIA

Paraná contratou quase 37 mil trabalhadores temporários

AGRICULTURA

Governo amplia investimentos para pequenos e médios produtores rurais

ALISTAMENTO

Prazo para alistamento militar online já está aberto

HABITAÇÃO

Sancionada lei que prorroga regime de tributação do Minha Casa, Minha Vida

BRASIL

Cresce em 45% número de ciclistas atropelados, apontam médicos de tráfego

2020

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

SERVIDORES DO ESTADO

13º salário integral vai injetar R$ 1,83 bilhão na economia

PARANÁ

Cedraf aprova repasses de R$ 34 milhões da União

PARANÁ

Estado vai licitar serviço de perícia médica para servidores

DEBATE

Parlamentares lançam a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância

BRASÍLIA

Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância

ESTUDO

Governo debate a corrupção com a sociedade

DESENVOLVIMENTO

Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035

PARANÁ

Governador autoriza R$ 78 milhões para hospitais filantrópicos

PARANÁ

Detran explica mudanças na forma de envio de correspondências

agência dream