Paranavaí
Min. 21°C Max. 31°C
SAÚDE

Sesa capacita cerca de 2 mil profissionais para a Atenção Materno Infantil



07/11/19 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Sesa capacita cerca de 2 mil profissionais  para a Atenção Materno Infantil

 Capacitação vai abranger todas as macrorregiões do Estado. Ontem foi a vez de Ivaiporã

O olhar profissional voltado para o cuidado à gestante e ao bebê, com toda a equipe “falando” a mesma linguagem, aplicando o protocolo da linha guia de atenção e devidamente qualificada para o enfrentamento de intercorrências que possam surgir no período da gravidez, parto e pós-parto: este é o objetivo da capacitação que a Secretaria da Saúde do Paraná (SESA) desenvolve junto a aproximadamente 2 mil profissionais que atuam em todas as regiões do Estado.

Ontem (06) o evento aconteceu em Ibiporã, na macrorregião Norte. Na semana passada, foi realizado em Cascavel e, posteriormente, chegará às macrorregiões de Maringá, no dia ‪22 de novembro, e Curitiba, no dia ‪6 de dezembro.

“Nosso objetivo é que toda equipe atue de forma integrada e articulada diante de situações que possam impactar a mortalidade materna e de bebês; esta é uma das prioridades da gestão e neste caminho temos grandes desafios, como a redução do número de cesáreas, de partos prematuros e das desigualdades socioeconômicas. Por isso a capacitação abrange profissionais de todo o estado”, afirmou o secretário da saúde Beto Preto.

Esta é uma das ações que o Paraná realiza para o enfrentamento da mortalidade materna, infantil e fetal. “A partir desta capacitação, vamos organizar processo de educação permanente para qualificação dos cuidados às mulheres grávidas e a seus bebês, utilizando metodologias ativas, baseadas na discussão de casos e imersão no conteúdo”, complementa a diretora de Atençao à Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes.

FOCO - Um dos focos do trabalho da SESA busca a redução da Razão de Mortalidade Materna. A RMM é o indicador mais utilizado no mundo; registra o número de mortes maternas na gestação e até 42 dias após o parto e, faz a relação proporcional com 100 mil bebês nascidos vivos.
“O Paraná registra hoje 45,7 óbitos maternos para cada 100 mil nascidos vivos. É um número preocupante, estamos em alerta para o fortalecimento dos serviços oferecidos, eliminação das lacunas ao acesso, sensibilização das equipes, disponibilidade de medicamentos essenciais e sangue” complementa a coordenadora de Vigilância Epidemiológica Acácia Nasr.
No ano passado, a Razão de Mortalidade Materna no Paraná ficou em 50,0/100 mil nascidos vivos. No ano de 2015, esta taxa chegou a 51,6.
“A redução que apresentamos até este momento parece pequena, mas é uma grande conquista quando tratamos de vida”, ressalta Acácia Nasr.

Cotidiano

2020

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

SERVIDORES DO ESTADO

13º salário integral vai injetar R$ 1,83 bilhão na economia

PARANÁ

Cedraf aprova repasses de R$ 34 milhões da União

PARANÁ

Estado vai licitar serviço de perícia médica para servidores

DEBATE

Parlamentares lançam a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância

BRASÍLIA

Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância

ESTUDO

Governo debate a corrupção com a sociedade

DESENVOLVIMENTO

Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035

PARANÁ

Governador autoriza R$ 78 milhões para hospitais filantrópicos

PARANÁ

Detran explica mudanças na forma de envio de correspondências

COMUNIDADE

OAB Paraná realiza ação de campanha internacional para mobilizar homens contra violência de gênero

ECONOMIA

Receita Estadual intensifica fiscalização no trânsito de mercadorias

INOVAÇÃO

Técnicos e produtores rurais aprovam a pulverização da mandioca com helicóptero

SERVIÇO

Suspensa licitação do Samu Noroeste para gerenciamento de auxílio-alimentação

PARANÁ

Adapar prorroga prazo para cadastro de animais

PARANÁ

Tecpar opera há 15 anos serviço que apoia inovação no país

POLÍTICA SOCIAL

67 municípios já aderiram ao programa Amigo da Pessoa Idosa

DIA DE CAMPO

Demonstração de pulverização de lavoura de mandioca com helicóptero

NO CAMPO

Governo libera 100% do orçamento para o seguro rural em 2019

PARANÁ

Sesa promove o 1º Simpósio Estadual de Saúde da Pessoa com Deficiência

agência dream