Paranavaí
Min. 17°C Max. 34°C
DESENVOLVIMENTO

Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035

04/12/19 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035 O governador Carlos Massa Ratinho Junior participa nesta terça-feira (03) da reunião com a equipe de governo. 03/12/2019 - Foto: Geraldo Bubniak/AE

O Governo do Paraná começou a entregar os primeiros mapas regionais de desenvolvimento para o Estado. A Secretaria do Planejamento e Projetos Estruturantes já finalizou os planos de Desenvolvimento Regional Sustentável da Metrópole Paraná Norte e do Litoral do Paraná. Os documentos reúnem estratégias e ações que vão nortear os investimentos do Estado até 2035.
O próximo passo será ampliar e estruturar um documento específico para o Vale do Ivaí, até contemplar todas as regiões do Paraná. Os cadernos buscam respeitar as vocações de cada área, usando os pontos fortes como alicerce para o desenvolvimento econômico, sustentável e social dos municípios.
A apresentação dos projetos foi feita nesta terça-feira (03) pelo secretário do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, durante a reunião do governador Carlos Massa Ratinho Junior com o secretariado.
“O Paraná tem potencial inexplorado em várias áreas, do turismo ao setor de transformação do agronegócio. Vamos apostar naquilo que as cidades e as regiões têm de melhor, com foco na geração de emprego e renda”, destacou o governador Ratinho Junior. “Mas sem esquecer do olhar social, de cuidar do ser humano”, completou.
O secretário Bernardo Jorge explicou que os documentos são frutos de um grande diálogo com a sociedade, responsável por apontar caminhos e ações prioritárias. “Investir em infraestrutura é uma das bases do governo. Teremos um documento para cada região, sempre respeitando a aptidão e o planejamento de cada lugar”, disse.
Ele lembrou que foi realizada uma ampla pesquisa e diagnóstico das áreas, fundamentada em cinco eixos de estudo: socioterritorial, meio ambiente, infraestrutura, economia e institucional, que culminaram na construção de cenários e visão de futuro para a região até 2035.
REGIÃO NORTE – O documento Metrópole Paraná Norte reúne estratégias e ações de desenvolvimento da macrorregião Norte, composta por 15 cidades no eixo Londrina-Apucarana-Maringá. São 29 programas que se desdobraram em 127 ações e projetos, a serem executados em períodos de até 15 anos.
O objetivo é criar um grande corredor de desenvolvimento sustentável e integrado, que ligará as cidades de Arapongas, Rolândia, Cambé, Londrina, Ibiporã, Jataizinho, Apucarana, Paiçandu, Maringá, Sarandi, Marialva, Mandaguari, Jandaia do Sul, Cambira e Mandaguaçu. Os 15 municípios, situados ao longo das BR-369 e BR-376, concentram 1,5 milhão de habitantes e um PIB de R$ 35 bilhões.
Entre as principais propostas estão o projeto Parque Metropolitano do Tibagi, na região de Londrina; os Contornos rodoviários de Maringá, Apucarana e Londrina; a criação de um ramal da Ferrovia Norte-Sul, que passará próximo a Maringá, permitindo a ligação com as demais cidades do eixo. Há também possibilidade de implantação de um aeroporto de cargas na região.
LITORAL – Com 702 páginas, o documento para o Desenvolvimento Sustentável do Litoral do Paraná contempla dez programas. Aposta em obras de infraestrutura, tendo o Porto de Paranaguá como um dos grandes indutores de desenvolvimento, além de ações ligadas ao turismo para ampliar a geração de emprego e renda dos sete municípios da região.
Entre as intervenções, destacou Bernardo Jorge, está a necessidade da construção de uma nova ferrovia, corredor para o transporte de grãos, cortando a Serra do Mar. “As obras a serem realizadas dependem das prioridades do governo e da sociedade. São eles que vão mostrar o que é primordial nos cadernos”, afirmou.
VALE DO IVAÍ – O secretário ressaltou que os primeiros estudos apontam para duas vertentes de desenvolvimento da região: fruticultura e turismo. De acordo com os primeiros pontos do material elaborado pela Paraná Projetos, a área tem um grande potencial a ser explorado em relação ao turismo religioso e de aventura, com cerca de 100 cascatas catálogadas. “Além disso, acredito que o investimento na fruticultura pode acabar com o desemprego na região”, destacou Bernardo Jorge.
O Vale do Ivaí contempla 26 municípios: Apucarana, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Bom Sucesso, Borrazópolis, Califórnia, Cambirá, Cruzmaltina, Faxinal, Godoy Moreira, Grandes Rios, Ivaiporã, Jandaia Do Sul, Jardim Alegre, Kaloré, Lidianópolis, Lunardelli, Marilandia do Sul, Marumbi, Mauá da Serra, Novo Itacolomi, Rio Bom, Rio Branco do Ivaí, Rosário do Ivaí, São João do Ivaí, São Pedro do Ivaí.

Cotidiano

COPEL

Copel flagra 43 “gatos” por dia em todo Paraná

INVESTIMENTO

Estado autoriza pagamento extra de R$ 20 milhões às escolas

ECONOMIA

Valor da produção agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bi

ECONOMIA

Paraná contratou quase 37 mil trabalhadores temporários

AGRICULTURA

Governo amplia investimentos para pequenos e médios produtores rurais

ALISTAMENTO

Prazo para alistamento militar online já está aberto

HABITAÇÃO

Sancionada lei que prorroga regime de tributação do Minha Casa, Minha Vida

BRASIL

Cresce em 45% número de ciclistas atropelados, apontam médicos de tráfego

2020

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

SERVIDORES DO ESTADO

13º salário integral vai injetar R$ 1,83 bilhão na economia

PARANÁ

Cedraf aprova repasses de R$ 34 milhões da União

PARANÁ

Estado vai licitar serviço de perícia médica para servidores

DEBATE

Parlamentares lançam a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância

BRASÍLIA

Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância

ESTUDO

Governo debate a corrupção com a sociedade

PARANÁ

Governador autoriza R$ 78 milhões para hospitais filantrópicos

PARANÁ

Detran explica mudanças na forma de envio de correspondências

COMUNIDADE

OAB Paraná realiza ação de campanha internacional para mobilizar homens contra violência de gênero

ECONOMIA

Receita Estadual intensifica fiscalização no trânsito de mercadorias

INOVAÇÃO

Técnicos e produtores rurais aprovam a pulverização da mandioca com helicóptero

agência dream