Paranavaí
Min. 17°C Max. 34°C
BRASÍLIA

Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância

05/12/19 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância Deputado Marcelo Ramos foi designado para presidir Comissão Especial que vai analisar a prisão em segunda instância Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Luciano Nascimento 
Da Agência Brasil 

A Câmara dos Deputados instalou, ontem (4), a Comissão Especial para a analisar a Proposta de Emenda à Constituição 199/2019, que trata da prisão de condenados em segunda instância. O deputado Marcelo Ramos (PL-AM) foi designado presidente do colegiado, e a relatoria ficará a cargo do deputado Fábio Trad (PSD-MS).
A PEC teve a admissibilidade aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara em 20 de novembro e altera os artigos 102 e 105 da Constituição para estabelecer o trânsito em julgado da ação penal após o julgamento em segunda instância, extinguindo os recursos aos tribunais superiores. Para recorrer a esses tribunais, os interessados deverão iniciar outra ação.
A PEC não mexe no Artigo 5º da carta magna, que diz que ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal. Ela encerra trânsito em julgado da ação penal na segunda instância, que na Justiça comum são os tribunais de Justiça em cada estado e, na Justiça Federal, são os cinco tribunais regionais federais (TRF), extinguindo os recursos aos tribunais superiores.
Pelo regimento da Câmara, os parlamentares terão o prazo de dez sessões do plenário para apresentarem emendas ao texto.
De acordo com o relator deputado Fábio Trad, a expectativa é que o relatório seja apresentado a partir ao final do prazo de apresentação de emendas. “Eu não posso prever como vai se dar o ritmo da votação no colegiado, isso caberá ao presidente e ao movimento natural dos membros da comissão. Não posso antecipar quando a comissão vai deliberar. Posso dizer que eu estou disposto a entregar o relatório na 11ª sessão”, disse Trad.
DISPUTA - A instalação do colegiado ocorreu após um acordo firmado, no final de novembro, entre líderes da Câmara, do Senado e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Pelo acordo, ficou definido que a PEC 199/2019 teria prioridade frente a outras propostas que tramitam no Congresso Nacional.
Entretanto, no final da manhã desta quarta-feira (4), a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), anunciou que na próxima reunião do colegiado será votado o Projeto de Lei do Senado 166/18, que altera o Código de Processo Penal para disciplinar a prisão após condenação em segunda instância.
Segundo a senadora, o projeto será o primeiro item da pauta da próxima sessão marcada para a terça-feira (10). O anúncio foi feito depois que a senadora analisou um manifesto apresentado pelo senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) com assinatura de 43 dos 81 senadores. No documento, o grupo pedia que a senadora pautasse a votação da proposta, que já teve relatório lido na CCJ.

Cotidiano

COPEL

Copel flagra 43 “gatos” por dia em todo Paraná

INVESTIMENTO

Estado autoriza pagamento extra de R$ 20 milhões às escolas

ECONOMIA

Valor da produção agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bi

ECONOMIA

Paraná contratou quase 37 mil trabalhadores temporários

AGRICULTURA

Governo amplia investimentos para pequenos e médios produtores rurais

ALISTAMENTO

Prazo para alistamento militar online já está aberto

HABITAÇÃO

Sancionada lei que prorroga regime de tributação do Minha Casa, Minha Vida

BRASIL

Cresce em 45% número de ciclistas atropelados, apontam médicos de tráfego

2020

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

SERVIDORES DO ESTADO

13º salário integral vai injetar R$ 1,83 bilhão na economia

PARANÁ

Cedraf aprova repasses de R$ 34 milhões da União

PARANÁ

Estado vai licitar serviço de perícia médica para servidores

DEBATE

Parlamentares lançam a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância

ESTUDO

Governo debate a corrupção com a sociedade

DESENVOLVIMENTO

Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035

PARANÁ

Governador autoriza R$ 78 milhões para hospitais filantrópicos

PARANÁ

Detran explica mudanças na forma de envio de correspondências

COMUNIDADE

OAB Paraná realiza ação de campanha internacional para mobilizar homens contra violência de gênero

ECONOMIA

Receita Estadual intensifica fiscalização no trânsito de mercadorias

INOVAÇÃO

Técnicos e produtores rurais aprovam a pulverização da mandioca com helicóptero

agência dream