Paranavaí
Min. 16°C Max. 29°C
HABITAÇÃO

Sancionada lei que prorroga regime de tributação do Minha Casa, Minha Vida

04/01/20 00:00:00 - Cotidiano > Estadual
Sancionada lei que prorroga regime  de tributação do Minha Casa, Minha Vida A lei prorroga o regime especial de tributação do programa Minha Casa, Minha Vida

Foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União a Lei 13.970/19, que prorroga o regime especial de tributação para construtoras do programa Minha Casa, Minha Vida. A proposta original, de autoria do deputado Marcelo Ramos (PL-AM), foi vetada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas o Congresso Nacional derrubou o veto no último dia 17.
Esse regime especial de tributação equivale a uma alíquota reduzida (1% a 4%) que reúne quatro tributos federais (Cofins, PIS/Pasep, Imposto de Renda de Pessoa Jurídica e CSLL) e pode ser usufruído por incorporadoras imobiliárias sob o mecanismo de afetação de patrimônio.
Com o mecanismo, o terreno, a construção e os demais bens e direitos vinculados ficarão separados do patrimônio do incorporador, evitando seu uso na liquidação da empresa se ela abrir falência.
A Lei 10.931/04 permitiu o pagamento do tributo unificado de 1% para projetos de incorporação de imóveis residenciais de interesse social (baixa renda) até 31 de dezembro de 2018, contanto que a construção dos projetos tenha começado a partir de 31 de março de 2009.


ALÍQUOTA - O projeto mantém a alíquota de 1% para depois dessa data, que servirá de limite apenas para o registro da incorporação no cartório de imóveis competente ou assinatura do contrato de construção. Assim, projetos que ainda não saíram do papel até o fim do ano passado, mas tenham sido registrados no cartório poderão contar com o benefício a partir da conversão do projeto em lei.
Para todos os participantes do regime especial de tributação, que não se aplica apenas a imóveis direcionados a famílias de baixa renda e sim às incorporações com patrimônio de afetação, o projeto prevê a vigência dessa cobrança unificada de tributos federais até o recebimento integral das vendas de todas as unidades da incorporação, independentemente da data de sua venda.
Imóveis de até R$ 100 mil
No caso específico de imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida com valor de até R$ 100 mil, a lei permite à empresa construtora pagar os tributos envolvidos com alíquota de 1% até a quitação total do preço do imóvel.
Atualmente, a Lei 12.024/09 prevê o aproveitamento dessa alíquota menor até 31 de dezembro de 2018.


OBRAS FUTURAS - Para obras novas, a partir de 1º de janeiro de 2019, o texto prevê a alíquota de 4% (máxima) para construtora que tenha sido contratada ou tenha obras iniciadas, no âmbito do Minha Casa, Minha Vida, de valor até R$ 124 mil.
A alíquota incidirá sobre a receita mensal auferida pelo contrato de construção, definida como a receita obtida pela venda das unidades imobiliárias e as receitas financeiras e variações monetárias decorrentes dessa operação.

Cotidiano

BALANÇO 2019

Quase 96mil paranaenses conseguiram emprego pelas Agências do Trabalhador

FIQUE ATENTO

Opção pelo Simples exige que pagamento de imposto esteja em dia

COPEL

Copel flagra 43 “gatos” por dia em todo Paraná

INVESTIMENTO

Estado autoriza pagamento extra de R$ 20 milhões às escolas

ECONOMIA

Valor da produção agropecuária de 2019 atinge recorde de R$ 630,9 bi

ECONOMIA

Paraná contratou quase 37 mil trabalhadores temporários

AGRICULTURA

Governo amplia investimentos para pequenos e médios produtores rurais

ALISTAMENTO

Prazo para alistamento militar online já está aberto

BRASIL

Cresce em 45% número de ciclistas atropelados, apontam médicos de tráfego

2020

Ministério da Saúde amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

SERVIDORES DO ESTADO

13º salário integral vai injetar R$ 1,83 bilhão na economia

PARANÁ

Cedraf aprova repasses de R$ 34 milhões da União

PARANÁ

Estado vai licitar serviço de perícia médica para servidores

DEBATE

Parlamentares lançam a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância

BRASÍLIA

Câmara instala comissão para analisar prisão em segunda instância

ESTUDO

Governo debate a corrupção com a sociedade

DESENVOLVIMENTO

Estratégias regionais vão nortear desenvolvimento do Paraná até 2035

PARANÁ

Governador autoriza R$ 78 milhões para hospitais filantrópicos

PARANÁ

Detran explica mudanças na forma de envio de correspondências

COMUNIDADE

OAB Paraná realiza ação de campanha internacional para mobilizar homens contra violência de gênero

agência dream