Paranavaí
Min. 20°C Max. 32°C
SONDA INSIGHT

Marte acaba de receber seu mais novo "morador robótico", comemora Nasa

28/11/18 00:00:00 - Cotidiano > Internacional

Depois de uma viagem de sete meses e de 458 milhões de quilômetros, a sonda InSight (da sigla em inglês para exploração interior com utilização de investigações sísmicas, geodésia e transporte de calor) pousou com sucesso em Marte na segunda-feira (26), anunciou a Agência Espacial Norte-americana (Nasa).
A missão de dois anos da InSight será para estudar o interior profundo de Marte, para aprender como todos os corpos celestes com superfícies rochosas, incluindo a Terra e a Lua, se formam.
A agência anunciou ainda que, nesta terça-feira (27) a InSight enviou sinais para a Terra, indicando que seus painéis solares estão abertos e coletando luz solar na superfície marciana.
A sonda Mars Odyssey da Nasa retransmitiu os sinais. A implantação de painéis solares garante que a espaçonave possa recarregar suas baterias todos os dias. A Odyssey também transmitiu um par de imagens mostrando o local de pouso da InSight.
"A equipe da InSight pode ficar um pouco mais tranquila ontem, sabendo que as matrizes solares estão sendo implantadas e recarregando as baterias", disse Tom Hoffman, gerente de projeto da InSight, no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA, em Pasadena, na Califórnia, que lidera a missão.
"Tem sido um longo dia para a equipe. Mas amanhã começa um excitante novo capítulo para o InSight: operações de superfície e o início da fase de implantação do instrumento", informou.
Segundo a Nasa, as matrizes solares gêmeas da InSight têm 2,2 metros de largura cada. Abertos, os painéis têm o tamanho de um grande conversível da década de 1960. Marte tem luz solar mais fraca do que a Terra porque está muito mais distante do sol. Mas a sonda não precisa de muito para operar: os painéis fornecem 600 a 700 watts em um dia claro – o suficiente para alimentar um liquidificador doméstico.
SENSORES - Nos próximos dias, a equipe da missão vai desengatar o braço robótico da InSight e usar a câmera acoplada para tirar fotos do solo, a fim de que os engenheiros possam decidir onde colocar os instrumentos científicos da espaçonave. Levará de dois a três meses até que esses instrumentos sejam totalmente implantados e os dados comecem a ser enviados à Terra.
Enquanto isso, a InSight usará seus sensores meteorológicos e magnetômetro para fazer leituras de seu local de pouso na Elysium Planitia, sua nova casa em Marte.
O módulo InSight foi lançado da Base Aérea de Vandenberg na Califórnia em 5 de maio e aterrissou perto do equador de Marte, no lado oeste dessa planície chamada Elysium Planitia, com um sinal afirmando uma seqüência completa de pouso.
PERFURAÇÃO - Foi o oitavo pouso da Nasa em Marte. "Nós atingimos a atmosfera marciana a 19,8 mil quilômetros por hora, e toda a seqüência de tocar a superfície levou apenas seis minutos e meio", disse o gerente do projeto.
A sonda foi construída para investigar minuciosamente, pela primeira vez, o que está dentro de Marte. "O pouso foi emocionante, mas estou ansioso para a perfuração", disse o investigador principal da InSight, Bruce Banerdt, do JPL.
Para a Nasa, o sucesso da missão "é um tributo às centenas de engenheiros e cientistas talentosos que colocaram sua genialidade e trabalho em fazer deste um grande dia".
A agência informou que vários parceiros europeus, incluindo o Centro Nacional de Estudos Espaciais da França (CNES) e o Centro Aeroespacial Alemão (DLR), apoiaram a missão InSight. Além da França e Alemanha, Reino Unido, Suíça, Polônia e Espanha também forneceram equipamentos e tecnologia para a missão. (Com informações da Nasa)

Cotidiano

INTERNACIONAL

Arábia Saudita habilita oito novos frigoríficos brasileiros

DIREITOS HUMANOS

Papa pede respeito a indígenas em abertura de Sínodo da Amazônia

INTERNACIONAL

América Latina e Caribe exportarão 25% dos itens agrícolas em 10 anos

INTERNACIONAL

Canonização de Irmã Dulce será em 13 de outubro

INTERNACIONAL

Mercosul e União Europeia fecham acordo de livre comércio

INTERNACIONAL

OMS alerta para epidemia de DSTs na era dos aplicativos de encontros

VIAGEM/PRESIDENTE

“Todas as opções estão na mesa”, diz Trump sobre Venezuela

TRÊS ESTATUETAS

Green Book é eleito o melhor filme e vence o Oscar

INTERNACIONAL

Battisti ficará sozinho em cela de alta segurança por seis meses

ENCONTRADO UM ANO DEPOIS

Marinha argentina diz que submarino sofreu implosão

SOCIEDADE INDIANA

Adultério deixa de ser crime na Índia

ACIDENTE

Busca por submarino argentino detecta sinal importante no fundo do mar

CRATERAS LUNARES

Nasa informa que a Lua tem dois depósitos de gelo

ECONOMIA

Disputa comercial entre China e EUA pode beneficiar soja brasileira

NÚMEROS

Economia mundial dá sinais favoráveis de crescimento, diz FMI

ATAQUE

Ofensiva foi uma reação aos ataques a civis, diz Pentágono

FRANCISCO

Papa pede ajuda para pobres e critica os que “gastam alegremente”

CRISE

Primeira-ministra diz que Reino Unido não tolerará ameaças russas a cidadãos britânicos

STEPHEN HAWKING

Morre o cientista mais popular do mundo

RELIGIÃO

Santo Sepulcro é reaberto aos peregrinos após três dias de fechamento

agência dream