Paranavaí
Min. 14°C Max. 28°C
APONTA INDICADOR

Número de dívidas cai, mas avança nos setores bancário e de água e luz

17/03/19 00:00:00 - Cotidiano > Nacional

SÃO PAULO - Em fevereiro, os sinais de acomodação da inadimplência confirmam a tendência registrada no mês anterior. Dados apurados pelo Indicador de Inadimplência, da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), apontam que mesmo com o crescimento da ordem de 1,78% do número de consumidores negativados na comparação anual, o avanço foi o menor registrado desde dezembro de 2017.
Quanto ao número de dívidas, houve queda de 1,01% em relação a fevereiro de 2018. Contudo, assim como registrado nos Indicadores de janeiro deste ano, o volume de pendências continua crescendo em dois setores específicos: o de bancos, com avanço de 2,04%; e o de água e luz, com aumento de 11,38%. Em contrapartida, comércio e comunicação registraram quedas de 6,91% e 9,57%, respectivamente.
A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, destaca que o crescimento da inadimplência em menor ritmo no País se dá simultaneamente ao aumento da oferta de crédito, segundo dados do Banco Central. 
“Por muito tempo, o avanço da inadimplência foi mitigado pela oferta de crédito diminuída. Agora, a desaceleração ocorre a despeito do crescimento das concessões, indicando um cenário melhor para o mercado de crédito”, explica a economista.
Mas o consumidor não pode se descuidar. Uma maior oferta de crédito no mercado pode ser tentadora, chegando a levar as pessoas a contrair dívidas que a levem a negativação. Para não incorrer neste risco, Marcela Kawauti dá algumas dicas para uma boa gestão de finanças pessoais. 
“Tomar crédito consciente e não movido por impulso; ter uma reserva financeira para lidar com imprevistos; evitar opções com altas taxas de juros, como cartão de crédito e cheque especial; planejar seu orçamento atual e futuro para o pagamento de parcelas; e renegociar suas dívidas com seus credores são sugestões que podem fazer toda a diferença para não incorrer na inadimplência”, aconselha Kawauti.
NEGATIVADOS - O mês de fevereiro fechou com aproximadamente 62,01 milhões de brasileiros negativados, o que representa 40,1% da população acima dos 18 anos. No Sudeste, região que compreende o maior contingente populacional, o número de negativados chegou a 26,63 milhões ou 39,9% da população adulta local. 

Mais da metade dos consumidores 
entre 30 e 39 anos está inadimplente

Quanto à estimativa por faixa etária, a maior frequência de negativados continua neste mês, assim como em janeiro deste ano, entre os que têm idade de 30 e 39 anos. Em fevereiro, mais da metade da população nesta faixa etária (51,1%) estava com o nome inscrito em alguma lista de devedores, somando um total de 17,59 milhões.
Outro destaque é a proporção significativa de inadimplentes com idade de 25 e 29 anos (43,4%), da mesma forma que acontece na população idosa, considerando-se a faixa etária entre 65 a 84 anos, em que a proporção é de 32,8%. Já entre os mais jovens, com idade de 18 a 24 anos, a proporção cai para 16,5%.

Cotidiano

IAPAR/CURSO

Cadeia da sericicultura precisa de inovação para crescer

SENADO

Audiências vai avaliar políticas de comércio exterior agropecuário

TEMPO

Efeitos das queimadas na região amazônica foram de baixa intensidade no céu do Paraná

SENADO

Proposta permite baixa gratuita de pequenas empresas inativas

JUSTIÇA

Sequestrador de Washington Olivetto é extraditado para o Chile

GERAL

Sequestrador estava em surto psicótico e ameaçou incendiar o ônibus

CALENDÁRIO

Saúde abre consulta pública para padronizar serviços da Atenção Primária

RESULTADO

Brasil atinge segunda melhor marca de impacto científico em 30 anos

COMPORTAMENTO

Pesquisa revela como jovens reagem ao serem reprovados em entrevistas

PESQUISA

Problemas financeiros dos funcionários impactam na produtividade para 96% das empresas

SAÚDE DO HOMEM

Pesquisa revela que mais de um terço dos homens brasileiros não vão ao médico anualmente

SENADO

CDH inclui fibromialgia no rol de doenças com dispensa de carência para auxílio-doença

SAÚDE

Medicamento para Insuficiência Cardíaca chega aos pacientes do SUS

SENADO

CCJ inicia debate sobre reforma tributária nesta segunda

POLÍTICA

Governo lança projeto para estimular empreendedorismo nos jovens

POLÍTICA

Governo diz que falta de recursos diminuirá expediente de militares

POLÍTICA

Maia acredita que reforma tributária será aprovada até o final do ano

GERAL

PRF determina suspensão e recolhimento de radares móveis

INVESTIMENTO

Governo realiza mudanças em resoluções de licenciamento ambiental

SELO COMEMORATIVO

Rainha do basquete Hortência é homenageada com emissão especial

agência dream