Paranavaí
Min. 21°C Max. 31°C
ECONOMIA

União paga em abril R$ 401 milhões em dívidas atrasadas de estados

16/05/19 00:00:00 - Cotidiano > Nacional
União paga em abril R$ 401 milhões em dívidas atrasadas de estados Volume de pagamentos foi divulgado ontem

Wellton Máximo 
Da Agência Brasil 

O Tesouro Nacional pagou, em abril, R$ 401,02 milhões em dívidas atrasadas de estados. Desse total, a maior parte, R$ 202,42 milhões, é relativa a atrasos de pagamento do estado de Minas Gerais. Também foram pagos R$ 198,6 milhões do estado do Rio de Janeiro.
Os dados estão no Relatório de Garantias Honradas pela União em Operações de Crédito, divulgado ontem (15) pela Secretaria do Tesouro Nacional. As garantias são executadas pelo governo federal quando um estado ou município fique inadimplente em alguma operação de crédito. Nesse caso, o Tesouro cobre o calote, mas retém repasses da União para o ente devedor até quitar a diferença, cobrando multa e juros.
Nos quatro primeiros meses deste ano, a União já quitou R$ 2,286 bilhões de dívidas em atrasos de entes subnacionais. Desse total, R$ 1,560 bilhão coube a Minas Gerais e R$ 726,06 milhões ao estado do Rio.
Em 2016, 2017 e 2018, o Tesouro cobriu, respectivamente, R$ 2,377 bilhões, R$ 4,059 bilhões e R$ 4,803 bilhões em dívidas em atraso de estados e municípios.
As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos entes federados – como receitas dos fundos de participação, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), dentre outros. Sobre as obrigações em atraso incidem juros, mora e outros custos operacionais referentes ao período entre o vencimento da dívida e a efetiva honra dos valores pela União.
Nos últimos dois anos, no entanto, decisões do Supremo Tribunal Federal impediram a execução das contragarantias de vários estados em dificuldade financeira. Com a adesão do estado do Rio de Janeiro ao pacote de recuperação fiscal, no fim de 2017, o estado pode contratar novas operações de crédito com garantia da União, mesmo estando inadimplente.
Sem ter aderido ao programa de recuperação fiscal, o estado de Minas Gerais está impedido de contrair financiamentos com garantias pelo Tesouro até 26 de abril de 2020; Goiás até 11 de setembro deste ano; Piauí até 13 de setembro de 2019; e Roraima até 12 de dezembro. A prefeitura de Natal (RN), que não pagou dívidas com a União em 2017, não poderá pegar empréstimos garantidos pelo Tesouro até 28 de dezembro de 2019.

Cotidiano

POLÍTICA

Reforma tributária deve ser votada na CCJ do Senado em 2 de outubro

INICIATIVA

Paraná leva ao governo federal projetos em defesa das mulheres

POLÍTICA

Alcides Martins assume PGR e anuncia retorno de membros da Lava Jato

POLÍTICA

Para Fux, mudanças no Fundo Eleitoral não podem ir contra a sociedade

SENADO

Proteção a mulheres em ambientes esportivos será votada na CE

INCLUSÃO

Vestibular dos Povos Indígenas tem 750 candidatos

SUSTENTÁVEL

Logística reversa de pneus atenderá todos os municípios do Paraná

SEBRAE

Atividade do MEI é a única fonte de renda de quase 4,6 milhões de pessoas

DIREITOS HUMANOS

Fusão de programas sociais pode dobrar impacto sobre desigualdades

ALIMENTAÇÃO

Pesquisa mostra que 19% dos brasileiros consomem algum item orgânico

ESTUDO

Mais da metade da população brasileira é obesa ou tem sobrepeso

EDUCAÇÃO

EAD cresce e traz novas oportunidades no mercado de trabalho

EMPRESAS

Quase 30% de novas empresas foram abertas somente no segundo semestre

IBGE

Setor de serviços cresce 0,8% de junho para julho no país

POLÍCIA FEDERAL

Duas pessoas presas em operação contra tráfico de animais

BRASIL

Ministério da Saúde lança campanha de combate ao Aedes aegypti

POLÍTICA

Comissão do Senado aprova reforma na lei de telecomunicações

GERAL

Trabalhadores dos Correios decretam greve nacional

POLÍTICA

Alcolumbre é contra novo imposto sobre movimentação financeira

SETEMBRO AMARELO

AGU adere à campanha de prevenção e combate ao suicídio

agência dream