Paranavaí
Min. 21°C Max. 31°C
TRÂNSITO

70% das indenizações do DPVAT em 2018 foram para acidentes com invalidez permanente

23/05/19 00:00:00 - Cotidiano > Nacional

O mais recente relatório do Seguro DPVAT, produzido pela Seguradora Líder, destaca um panorama atualizado das ocorrências de trânsito no país. Conforme a publicação, somente em 2018 foram mais de 320 mil indenizações, que cobriram morte, invalidez permanente e reembolso de despesas com assistências médicas e suplementares. 
Do total de indenizações pagas no ano passado, a seguradora destaca que 70% se destinaram para acidentes de trânsito com vítimas que adquiriram algum tipo de invalidez permanente, chegando a registros de 228 mil ocorrências. Em relação às motocicletas, que representam 27% da frota nacional, elas foram responsáveis por cerca de 75% das indenizações pagas em 2018, acumulando mais de 246 mil pagamentos.
Uma das novidades trazidas pelo estudo é o ranking com estados e capitais com mais indenizações pagas, considerando um cruzamento proporcional à frota, no ano da análise. Rondônia, Roraima, Tocantins, Piauí e Maranhão encabeçam a lista de pagamentos de indenização em 2018. Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e o Distrito Federal compõem os estados com menor número de indenizações, com relação à frota.
            Mas é a cidade de São Paulo que lidera o ranking de pagamentos por morte e invalidez no trânsito entre as capitais, respondendo a mais de 2% em cada uma das modalidades. 
MAIORIA DOS ACIDENTES ENVOLVEM MOTOCICLETAS - O mapa das indenizações ainda mostra que os acidentes envolvendo motocicletas são bastante expressivos, representando 75% das ocorrências. A maior incidência desses acidentes ocorreu no período do anoitecer, entre 17h e 19:59h (23% das indenizações), seguido pela tarde (21%). 
            Cerca de 88% das indenizações por morte em acidentes com motocicletas foram para vítimas do sexo masculino, bem como 79% das indenizações com vítimas com sequelas permanentes envolvem os homens, que, em sua maioria, são jovens em idade economicamente ativa, entre 18 e 34 anos, concentrando 49% dos acidentes fatais e 53% dos com sequela permanente.
RESPEITAR AS LEIS DE TRÂNSITO SALVA VIDAS -  A realidade destacada no relatório do DPVAT mostra que ainda há muito o que fazer para termos um trânsito mais seguro. O primeiro passo é conhecer e respeitar as leis de trânsito, entre elas: utilizar os equipamentos de segurança dos veículos, como cinto e capacete, respeitar a sinalização, não realizar conversões proibidas, e obedecer os limites de velocidade. “Menos de 5% dos motoristas são infratores contumazes. A imensa maioria respeita a vida, as leis e os demais usuários da via, e entende que a fiscalização eletrônica é um importante instrumento de segurança e cidadania”, explica Luiz Gustavo Campos, especialista em trânsito e diretor da Perkons. 

Cotidiano

POLÍTICA

Reforma tributária deve ser votada na CCJ do Senado em 2 de outubro

INICIATIVA

Paraná leva ao governo federal projetos em defesa das mulheres

POLÍTICA

Alcides Martins assume PGR e anuncia retorno de membros da Lava Jato

POLÍTICA

Para Fux, mudanças no Fundo Eleitoral não podem ir contra a sociedade

SENADO

Proteção a mulheres em ambientes esportivos será votada na CE

INCLUSÃO

Vestibular dos Povos Indígenas tem 750 candidatos

SUSTENTÁVEL

Logística reversa de pneus atenderá todos os municípios do Paraná

SEBRAE

Atividade do MEI é a única fonte de renda de quase 4,6 milhões de pessoas

DIREITOS HUMANOS

Fusão de programas sociais pode dobrar impacto sobre desigualdades

ALIMENTAÇÃO

Pesquisa mostra que 19% dos brasileiros consomem algum item orgânico

ESTUDO

Mais da metade da população brasileira é obesa ou tem sobrepeso

EDUCAÇÃO

EAD cresce e traz novas oportunidades no mercado de trabalho

EMPRESAS

Quase 30% de novas empresas foram abertas somente no segundo semestre

IBGE

Setor de serviços cresce 0,8% de junho para julho no país

POLÍCIA FEDERAL

Duas pessoas presas em operação contra tráfico de animais

BRASIL

Ministério da Saúde lança campanha de combate ao Aedes aegypti

POLÍTICA

Comissão do Senado aprova reforma na lei de telecomunicações

GERAL

Trabalhadores dos Correios decretam greve nacional

POLÍTICA

Alcolumbre é contra novo imposto sobre movimentação financeira

SETEMBRO AMARELO

AGU adere à campanha de prevenção e combate ao suicídio

agência dream