Paranavaí
Min. 21°C Max. 37°C
CÂMARA

Projeto de Rubens Bueno dá autonomia para Institutos de Pesos e Medidas

09/10/19 00:00:00 - Cotidiano > Nacional

Garantir maior autonomia operacional e financeira para os Institutos de Pesos e Medidas (Ipems) dos estados e do Distrito Federal para que possam fiscalizar com mais eficiência a qualidade de produtos vendidos ao consumidor. Esse é o objetivo principal do projeto (PL 5389/2019) apresentado nesta terça-feira (08) pelo deputado federal Rubens Bueno (Cidadania-PR), que visa modificar a lei 9.933/2019, que trata das competências do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).
 Atualmente, os órgãos de fiscalização dos estados funcionam como os braços de fiscalização do Inmetro e atuam por meio de convênio com o órgão federal. Com isso, as taxas arrecadadas por eles, essenciais para a manutenção da estrutura de fiscalização, vão para o caixa da União e, a parte que cabe aos Ipems, é frequentemente alvo de contingenciamentos. 
Pelo projeto, essas taxas serão distribuídas mensalmente para os Estados e para o Distrito Federal, na proporção das fiscalizações realizadas no período de doze meses imediatamente anterior e serão aplicadas exclusivamente em atividades ou projetos vinculados à Metrologia Legal.
“O projeto busca dar mais eficiência a fiscalização e desburocratizar o repasse de recursos essencial para a prestação do serviço. Hoje, com os frequentes cortes de repasses feitos pelo governo, a fiscalização fica ameaçada, o que coloca em risco a qualidade de produtos vendidos ao consumidor”, explica Rubens Bueno.
Com a aprovação do projeto, ao Inmetro fica conferida competência exclusivamente regulatória, como a elaboração de normas de padronização. Isso vai liberar a autarquia da execução de atividades incompatíveis com suas possibilidades. 
Já aos estados e ao Distrito Federal caberia a execução da atividade regulada pelo Inmetro, diretamente ou por meio de convênios, os quais também poderão ser celebrados com os municípios situados em seu âmbito territorial. 
As atividades desenvolvidas no âmbito da fiscalização têm entre seus objetivos a garantia da qualidade e conformidades dos produtos, a proteção da vida e da saúde humana, animal e vegetal. Aos fiscais é garantido poder de polícia administrativa para advertir e multar infratores, além de promover interdições de estabelecimentos e apreensão de mercadorias.

Cotidiano

JUSTIÇA

Leilão de veículos arrecada R$ 247 mil para o combate ao tráfico

CIDADANIA

No 31º aniversário da Constituição Federal, Brasil coleciona mais de 790 mil normas vigentes

POLÍTICA

Senado aprova texto e histórico pode agravar pena por crime ambiental

JUSTIÇA

Decisão do STF sobre 2ª instância pode afetar 4,9 mil presos, diz CNJ

POLÍTICA

Presidente do PSL é alvo de operação da PF

GERAL

Ministério do Turismo oferece curso profissionalizante gratuito

SAÚDE

Exame para identificar Zika vírus é comercializado no país

CANONIZAÇÃO

Santa Dulce dos Pobres torna-se a primeira Santa brasileira

POLÍTICA

Supremo julga na quinta ações sobre prisão após segunda instância

DEBATE

Estado promove Fórum de Erradicação da Pobreza

SERVIÇO PÚBLICO

Proposta de reforma deve ser concluída este mês

JUSTIÇA

Cabral é condenado a mais 33 anos de prisão por crimes da Lava Jato

POLÍTICA

Bolsonaro pede confiança a investidores e diz que quer dividir riqueza

POLÍTICA

Senado convida ministros para falar de suspensão de radares

POLÍTICA

Comissão aprova convocação do ministro Marcelo Álvaro Antônio

REUNIÃO

Reformas econômicas devem melhorar a situação dos Estados

NO CAMPO

Mapa publica produtos da agricultura familiar com desconto em outubro

EDUCAÇÃO

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

POLÍTICA

Ex-superintendente da PF no RJ assume combate a crimes financeiros

SEGURANÇA

Flagrantes por videoconferência agilizam o trabalho da Polícia Civil

agência dream