Paranavaí
Min. 21°C Max. 32°C
ORDEM DE VOTAÇÃO

Eleitores vão votar em seis candidatos

07/10/18 00:00:00 - Cotidiano > Nacional
Eleitores vão votar em seis candidatos Ao digitar os números, aparecerão a foto, o número, o nome e a sigla do partido do candidato Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

BRASÍLIA - Neste domingo (7), os eleitores vão às urnas escolher o novo presidente do Brasil, os governadores dos 26 estados e do Distrito Federal.
Também serão escolhidos os 1.059 deputados estaduais, 513 deputados federais e 54 senadores (que ficarão os próximos oito anos no Congresso).
A ordem de votação sofreu uma pequena mudança este ano em relação ao pleito de 2014, quando o primeiro voto foi dado para o deputado estadual. A mudança decorre da Lei nº 12.976, de maio de 2014, que alterou o parágrafo 3º do artigo 59 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) .
ORDEM DE VOTAÇÃO - O eleitor escolherá primeiro o deputado federal (quatro dígitos). Depois, será a vez de votar para um deputado estadual (cinco dígitos), dois senadores (três dígitos), um governador (dois dígitos) e, por fim, o presidente da República (dois dígitos).
Ao digitar os números, aparecerão a foto, o número, o nome e a sigla do partido do candidato. Se as informações estiverem corretas, aperte a tecla verde Confirma. Para o cargo de senador, o eleitor deve fazer a operação duas vezes.
A urna eletrônica também tem a tecla Corrige, que permite ao eleitor mudar o voto caso detecte algum erro.
A Justiça eleitoral disponibilizou um simulador de votação para o eleitor praticar e não se confundir no dia da votação.
VOTO NA LEGENDA - Nos casos de deputado federal e estadual, o eleitor pode votar no partido, sem escolher um candidato específico. Neste caso, é preciso apertar dois dígitos (números do partido).  Antes da confirmação do voto, a urna apresentará a informação do respectivo partido e mensagem alertando ao eleitor que, se confirmado o voto, ele será computado para a legenda.
VOTO NULO E EM BRANCO - Há opção de anular o voto, nesse caso, basta votar em um número inexistente - que não seja de nenhum candidato ou partido - e confirmar.
Para votos em branco, há uma tecla específica na urna eletrônica.
Os votos nulo e em branco não são considerados válidos, ou seja não entram na contagem para escolha de um candidato, são usados apenas para estatísticas.
COLA ELEITORAL - Para facilitar e dar agilidade à votação, a Justiça Eleitoral sugere que o eleitor leve para a cabine de votação a cola eleitoral, em papel, com os números dos seus candidatos. Celulares não são pemitidos na cabine de votação.
Para serem eleitos chefes do Poder Executivo já no primeiro turno, os candidatos a presidente e os governadores precisam receber mais da metade dos votos válidos, excluídos brancos e nulos. Caso isso não aconteça, será realizado um segundo turno, em 28 de outubro, entre os dois que obtiverem maior votação.

Cotidiano

ELEIÇÕES

“Atacar Poder Judiciário é atacar a democracia”, diz presidente do STF

VÍDEO

Eduardo Bolsonaro diz que basta "um soldado e um cabo" para fechar STF

FIQUE SABENDO

Tosse seca, obstrução na garganta e até dor no peito podem ser causadas por refluxo

VOTAÇÃO

Congresso derruba veto ao aumento do piso salarial de agentes comunitários de saúde

FOTOMONTAGENS

Pesquisa constata só 8% de imagens verdadeiras em grupos de WhatsApp

DINHEIRO

Quase 1 milhão de dólares, sem comprovação de origem, são apreendidos pela PRF

VIGILÂNCIA ALIMENTAR

Maioria de adolescentes acompanhados na atenção básica se alimenta mal

SUPEREXPOSIÇÃO

SBP quer uso racional de exames de diagnóstico por imagem em crianças

MUDA OUTRA VEZ

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

ENCONTRO

Em tom de brincadeira, Bolsonaro diz que capitães vão mandar no Brasil

ESTUDO

Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores

ELEIÇÕES

Exibição de entrevistas de Bolsonaro não feriu lei eleitoral, diz TSE

ELEIÇÕES

Conselho do TSE está preocupado com notícias falsas no Whatsapp

SENADO

Reforma da Previdência preocupa convidados em audiência na CDH

EM CORNÉLIO PROCÓPIO

“Tribunal do crime”: Integrantes de organização criminosa são presos

SEGURANÇA PÚBLICA

Criar notícia falsa sobre as urnas eletrônicas é crime, diz Jungmann

EXERCEM A PROFISSÃO DE DEPUTADO

Políticos profissionais lideram ranking dos deputados eleitos

ELEIÇÕES

Deputada mais nova eleita tem 22 anos

REDE ESTADUAL

Divulgados editais do Processo Seletivo para contratação de professores

RESULTADOS DO ENADE

Ensino superior a distância é ferramenta de inclusão, defende ministro da Educação

diario do noroeste
diario do noroeste
diario do noroeste
agência dream