Paranavaí
Min. 21°C Max. 33°C
SOLENIDADE

Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição

07/11/18 00:00:00 - Cotidiano > Nacional
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição Bolsonaro: 201CNa democracia só existe um norte que é o da nossa Constituição201D Foto: José Cruz/Agência Brasil

BRASÍLIA - Na primeira visita ao Congresso Nacional desde que foi eleito, Jair Bolsonaro reafirmou seu compromisso com a Constituição Federal, e afirmou que todos os Poderes da República têm o compromisso de preservar a Carta Magna, que completa 30 anos.
“Na democracia só existe um norte que é o da nossa Constituição. Juntos, vamos continuar construindo o Brasil que nosso povo merece. Temos tudo para ser uma grande nação”, disse ao declarar estar feliz com o retorno à Casa e lembrar que os presentes na sessão ocupam cargos chaves capazes de mudar o futuro da nação.
Pouco antes, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, defendeu que, passadas as eleições, o Brasil precisa encontrar um ponto de união em meio às diferenças. Durante o evento, Toffoli defendeu dedicação às reformas essenciais e destacou, como principais, as mudanças previdenciárias, tributárias e fiscais e a promoção da segurança pública.
“É momento de reafirmar nosso comprometimento com a manutenção e longevidade da nossa Constituição. País sempre demanda atualização da Carta. É hora de celebrarmos um grande pacto nacional para juntos trilharmos caminho na busca de reformas fundamentais que precisamos enfrentar”, disse.
Toffoli disse ser testemunha de que o Congresso tem conseguido atualizar as leis com a votação de emendas e projetos e assegurou que Judiciário continuará sendo moderador nas questões fundamentais para o país que precisarão ser apaziguadas.
MAIOR ENGAJAMENTO DA SOCIEDADE - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, defendeu ontem mudanças legais nos sistemas previdenciário e tributário, ao participar do evento 30 anos da Constituição Federal, em um hotel em Brasília. Toffoli destacou a necessidade de que a Carta Magna seja "renovada" para contribuir com as condições necessárias ao crescimento econômico e à responsabilidade fiscal.
"Precisamos reformar a Previdência para fazer frente ao aumento da expectativa de vida. E [necessitamos] de uma reforma que promova simplicidade e eficiência no sistema tributário e fiscal”, disse Toffoli antes de defender também a repactuação do pacto federativo, a fim de se evitar um "quadro insustentável de inadimplência".
Especificamente quanto à Constituição Federal, Toffoli declarou que a Carta Magna de 1988 redesenhou o Poder Judiciário no Brasil. "Temos um Judiciário fortalecido, independente e atuante, que cumpre sua função de garantir a autoridade do Direito e da Constituição", disse o ministro, acrescentando que todos os recentes "impasses" políticos e jurídicos recentes, como o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, em 2016, "foram resolvidos pelas vias institucionais democráticas, com total respeito à Constituição e às leis", tendo o Supremo atuado como "grande árbitro" e "moderador dos conflitos que surgem na sociedade".
Toffoli também disse ser urgente a ampliação dos esforços, em âmbito nacional, em relação à segurança pública para fazer frente ao crime organizado, à crise do sistema carcerário e ao aumento da violência.
"O país necessita de um ambiente seguro para o cidadão brasileiro viver", concluiu o ministro.

Cotidiano

COMBUSTÍVEL

Preço da gasolina sobe pela 4ª semana e acumula alta de 3,5% em um mês

PEDIATRIA/LEVANTAMENTO

Em 20 anos, armas de fogo mataram 145 mil jovens no Brasil, aponta SBP

PRESIDENTE

Bolsonaro diz que Brasil não tem intenção de intervir na Venezuela

ENSINO

Brasil avançou pouco em 10 anos no ensino de português e matemática

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Presidente da CCJ aguarda “melhora do cenário político” para indicar relator

DECLARAÇÃO DE IR

Contribuinte, entenda como doar parte do Imposto de Renda ao conselho da criança

REPERCUSSÃO

Prisão do ex-presidente Temer teve forte repercussão no Senado

PRISÃO DE TEMER

“É muito ruim para o país ter um ex-presidente preso”, diz Mourão

DEBATE

Proposta de aposentadoria dos militares divide deputados

REFORMA

Tratar reformulação de carreira junto com previdência dos militares foi um equívoco, diz Rubens Bueno

PREVIDÊNCIA

Economia com mudanças para militares será de R$ 10,45 bilhões

ENERGIA

Aneel diz que pagamento de empréstimos reduzirá tarifa

POLÍTICA

Moro pede ao Congresso que se debruce em pacote anticrime

CARNE

EUA vão informar em três dias quando virão inspecionar frigoríficos para liberar importação

CEPEA

PIB do agronegócio fecha 2018 com estabilidade

NO SENADO

Reforma da Previdência é o fim da seguridade, dizem debatedores na CDH

MINISTRO DO SUPREMO

"Pode espernear à vontade", diz Moraes sobre críticas a inquérito

TRAGÉDIA

Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Debate: Proposta da reforma é injusta com os trabalhadores e cobrará um "alto preço"

APONTA INDICADOR

Número de dívidas cai, mas avança nos setores bancário e de água e luz

agência dream