Paranavaí
Min. 13°C Max. 28°C
MORTES/MOTEL

Laudo acrescenta novos detalhes na investigação da morte no motel

Análise dos materiais indica que os jovens não usaram drogas. O laudo de DNA também indica que uma terceira pessoa esteve no quarto

01/08/15 00:00:00 - Cotidiano > Policial

Foi divulgado ontem o resultado do laudo sobre a investigação da morte dos jovens André Fernandes de Freitas Perez Silva e Gabriela Cerci Bernabe Ferreira. O exame acrescentou novos detalhes que poderão ajudar na elucidação do crime. Os jovens foram encontrados mortos no dia 4 de abril em um quarto de motel, na BR-376, em Paranavaí.
O laudo traz cinco conclusões. A primeira é que o tecido encontrado embaixo da unha de Gabriela pertencia a ela mesma.
Os técnicos também concluíram que os sangues encontrados no local do crime são das duas vítimas. O exame toxicológico do jovem deu negativo e apresentou a presença de bebida alcoólica. Também o exame toxicológico na jovem deu negativo. A última conclusão foi a identificação do perfil genético da terceira pessoa presente no quarto.
CONFRONTO - Com a identificação genética encontrada nas amostras coletadas no quarto, a polícia conseguiu uma importante prova que ajudará a chegar até o assassino. O próximo passo será o “confronto” com o DNA dos suspeitos.
O principal suspeito é um homem com passagens pela polícia. Ele já confirmou através de uma declaração assinada que estava no motel na noite do duplo homicídio.
Nessa declaração, entregue por um advogado, o suspeito revela o nome de uma quarta pessoa e seria um dos homens presos quando tentaram roubar a agência do Sicredi no Distrito de Sumaré. Esse quarto suspeito está preso em Maringá.
Por conta da acusação, recentemente ele foi ouvido sobre os fatos e negou que tenha estado no motel. Negou também qualquer tipo de envolvimento com as mortes.
RELEMBRE - O casal foi encontrado morto no dia 4 de abril em um motel localizado na BR-376 próximo a uma das entradas de Paranavaí, via Jardim Morumbi. No quarto não havia sinais de arrombamento.
No dia do crime os policiais verificaram as imagens externas das câmeras de segurança e constataram que os dois chegaram ao motel por volta das 4h10. A pessoa que dirigia a camionete S-10 teve dificuldades para estacionar. O veículo foi manobrado e chegou a bater duas vezes na parede da garagem.
Após dias de investigação a polícia conseguiu identificar que uma terceira pessoa teria entrado na garagem no momento que o veículo era manobrado.
Essa pessoa permaneceu no quarto por quase duas horas. O suspeito entrou sozinho no motel e só foi possível chegar até o seu nome por causa da placa do carro usado na noite. Esse veículo passou por uma perícia que não encontrou sinais de sangue no seu interior.
Posteriormente esse acusado quase foi preso e chegou a trocar tiros com a Polícia Civil. A prisão não aconteceu porque o carro utilizado pelos policiais apresentou uma falha no sistema elétrico e não foi possível haver a perseguição.
AS MORTES - O laudo da necropsia realizado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Paranavaí concluiu que a jovem morreu em decorrência de uma fratura na coluna cervical. Já o estudante de Direito morreu de edema agudo do pulmão.
No laudo assinado pelo legista de Paranavaí havia o relato que a advogada tinha lesões nas pálpebras. A jovem também tinha uma pequena fratura no lado direito do crânio.

Resultado dos exames
- Nas amostras de unhas retiradas da vítima Gabriela Cerci Barnabe Ferreira em análise de DNA foi observado tratar-se de material genético pertencente a própria vítima Gabriela.
- As amostras de sangue encontradas no interior do quarto são pertencentes às vítimas, não sendo revelado perfil genético de outra pessoa.
- Análise de objetos apreendidos no quarto e amostras coletadas pelo IML identificaram perfil genético de terceira pessoa diversa, não pertencente ao perfil genético das vítimas André e Gabriela.
- Quanto ao exame toxicológico realizado em amostras de sangue e órgãos da vítima André resultou negativo. Detectado a presença de álcool etílico.
- Quanto ao exame toxicológico realizado em amostras de sangue e órgãos da vítima Gabriela resultou negativo.

Cotidiano

TRÁFICO

PRF apreende mais de meia tonelada de cocaína em Paranaguá

CRUZEIRO DO OESTE

PF apreende caminhão carregado de cigarros contrabandeados

GAECO

Quatro policiais militares são presos em flagrante por concussão

USAVA A INTERNET

Homem suspeito de cooptar mulheres para praticar atos criminosos com as crianças é preso

RODOVIAS

Acidente entre carro e ônibus deixa um morto

DICAS

Polícia Civil dá dicas para população não cair em golpes

PRISÕES

Lava Jato diz que diretor do DER recebeu propina para aumentar pedágio no Paraná

BRIGA DE TRÂNSITO

Acusado de atirar contra adolescente é preso no Litoral

CONFRONTO

PM chega a esconderijo e 2 suspeitos da tentativa de assalto a carros-fortes morrem

APÓS TROCA DE TIROS

PRF liberta caminhoneiro feito refém

RESGATE/CE

Suspeito de manter irmã por 16 anos trancada em casa no Ceará é preso

DE NOVO

Condenado por furto ao Banco Central de Fortaleza é preso no Paraná

SEGURANÇA

Polícia Civil faz operação para elucidar homicídios em Curitiba

PRESÍDIOS

Digitalização de ações penais agiliza concessão de 25,5 mil benefícios a presos

ANDIRÁ

Dois suspeitos de roubo a banco morrem em confronto com a polícia

RODOVIAS ESTADUAIS

Operação Carnaval 2017 da PRE terá início na sexta-feira

PARANACITY

Policial Militar é baleado no rosto

SEGURANÇA/PR

Operação Eleições contará com mais 10 mil policiais

FLORAÍ

Homem com revólver é preso furtando alface em sítio

COMBATE AO CONTRABANDO

Pioneira em ações anfíbias, PM do Paraná é referência no Brasil

agência dream