Com o avanço da Operação Lava Jato sobre o apartamento tríplex no Guarujá (SP) ligado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Si" />
Paranavaí
Min. 13°C Max. 28°C
LAVA JATO

Para Planalto, Lava Jato fará “devassa” na vida de Lula

30/01/16 00:00:00 - Cotidiano > Política

Com o avanço da Operação Lava Jato sobre o apartamento tríplex no Guarujá (SP) ligado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a revelação de que a Odebrecht, segundo fornecedores, teria pago a reforma de um sítio usado por ele e sua família, o Palácio do Planalto já espera uma espécie de devassa na vida do petista de agora em diante. 
Assessores próximos à presidente Dilma Rousseff afirmam ter a impressão de que as investigações da Polícia Federal devem se perpetuar até as eleições de 2018. Se tal hipótese se concretizar, avaliam que o cenário é positivo para a oposição, que já possui como trunfos a própria investigação, o péssimo cenário econômico e o desdobramento de CPI (Comissões Parlamentares de Inquérito) no Congresso. 
Em mensagem publicada nesta sexta (29) em sua página no Facebook, o presidente do PT, Rui Falcão, afirmou, sem citar nomes, que "estão tentando derreter o Lula para destruir o PT". 
"Eles sabem qual é a liderança, qual é a força política que tem o PT. Isso já vinha antes de a gente ter a Presidência [da República]. Tem uma série de episódios para tentar destruir o PT e destruir o Lula. São os mitos: casa do Morumbi, fortuna do Lula, conta no exterior, uma série de ataques. Não passarão", escreveu Falcão em sua nota. 
Nesta sexta (29), a Folha de S.Paulo revelou que a ex-dona de uma loja de materiais de construção e um prestador de serviço de Atibaia (SP) afirmaram ao jornal que a empreiteira Odebrecht realizou a maior parte das obras de reforma em um sítio frequentado por Lula e seus familiares. 
A reforma teve início em outubro de 2010, quando Lula estava no fim de seu segundo mandato como presidente. 
A Odebrecht disse que, após apuração preliminar, não identificou relação da empresa com as obras. Lula não quis comentar. 

APARTAMENTO NA PRAIA 
Já a operação Triplo X, deflagrada pela Polícia Federal na quarta (27), mira um apartamento tríplex ligado a Lula no Guarujá, no litoral paulista. 
O objetivo da força-tarefa é descobrir se outra empreiteira, a OAS -acusada de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras- buscou beneficiar ilegalmente o ex-presidente por meio do imóvel. É a primeira vez que a operação investiga um negócio diretamente ligado a Lula e seus parentes. 
A mulher de Lula, Marisa Letícia, adquiriu a opção de compra do imóvel em 2005 por meio da cooperativa habitacional Bancoop, a antiga titular do prédio. Em 2014, o tríplex foi totalmente reformado pela OAS. Porém, em novembro de 2015, a assessoria de Lula informou à Folha de S.Paulo que a família havia desistido de ficar com o imóvel. 
O recuo ocorreu após as informações sobre o apartamento ganharem visibilidade na imprensa e a Lava Jato levar à prisão o ex-presidente da Bancoop e ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e de executivos da OAS. 
Nesta sexta (29), o ex-presidente e sua esposa, Marisa Letícia, foram intimados pelo Ministério Público de São Paulo a depor sobre o tríplex na condição de investigados. 

Cotidiano

POLÍTICA

Rodrigo Maia: semana será decisiva para reforma da Previdência

POLÍTICA

Governo apresenta proposta de mudança no Código de Trânsito Brasileiro

GOVERNO

Suspeitas de “candidaturas laranjas” são investigadas, diz ministro Moro

SENADO

Senadores propõem que salário mínimo em 2019 seja de R$ 1.006, como estimou Congresso

SENADO

“Vou trabalhar para derrubar veto ao Refis”, afirma Eunício

CÂMARA DOS DEPUTADOS

“Esse é um café velho e frio”, diz Maia sobre pauta econômica do governo

NESTA SEGUNDA

Paranavaí terá paralisação contra a reforma da Previdência

MANTÉM SUSPENSÃO

Marun: Governo não vai desistir do nome de Cristiane Brasil para a pasta do Trabalho

TEMER DIZ

Nada destruirá agenda de transformação

LAVA JATO

STJ nega pedido de habeas corpus de Eduardo Cunha

PREVIDÊNCIA

Para senadores aliados, Temer “perdeu timing” sobre recuo na Previdência

MINISTRO/STF

Marco Aurélio diz estar "perplexo" com corrupção em doações oficiais

PEDE INVESTIGAÇÃO

Saiba o que vai acontecer com a lista de Janot

GOVERNO

Temer diz que quer ser lembrado na história por promover as reformas necessárias

CRISE/GOVERNO

Assessor de Temer pede demissão após ser envolvido em denúncias da Odebrecht

GOVERNO

Relatório do TCU indica que funções e cargos em comissão custam R$ 3,5 bi ao mês

CONVERSAS GRAVADAS

Em áudio com Machado, Sarney diz que há "ditadura da Justiça"

SUPREMO

Ministro Ricardo Lewandowski extingue tramitação oculta de processos no STF

CIDADANIA

Ideias de cidadãos podem virar projetos de lei no Senado Federal

CONGRESSO

Cunha critica vaias a Dilma e defende respeito institucional à presidente

agência dream