CURITIBA - O ex-ministro José Dirceu, preso na Operação Lava Jato desde agosto, "admitiu seus pecados" ao juiz Sérgio Moro, nas p" />
Paranavaí
Min. 21°C Max. 32°C
LAVA JATO

José Dirceu admitiu os seus pecados, diz defesa do ex-ministro

31/01/16 00:00:00 - Cotidiano > Política

CURITIBA - O ex-ministro José Dirceu, preso na Operação Lava Jato desde agosto, "admitiu seus pecados" ao juiz Sérgio Moro, nas palavras da defesa do petista. Dirceu prestou pela primeira vez depoimento ao magistrado, nesta sexta-feira (29), em Curitiba. 
O ex-ministro é acusado de lavagem de dinheiro, associação criminosa e corrupção passiva. Segundo o Ministério Público Federal, Dirceu recebeu um total de R$ 11,9 milhões direta ou indiretamente de empreiteiras com contrato com a Petrobras por serviços de consultoria que, na prática, nunca realizou. 
O "pecado" admitido, segundo o criminalista Roberto Podval, foi a reforma de seu apartamento, paga pelo lobista Milton Pascowitch, delator da Lava Jato. Segundo Podval, a obra foi fruto "de uma relação pessoal que [Dirceu] ficou de pagar depois e não pagou". A reforma teria sido concluída já no período em que Dirceu estava preso. 
Dirceu negou ter feito a indicação do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, um dos investigados na operação e que cogita fechar acordo de delação premiada. Disse que nem sequer o conhecia. 
Pela explicação do ex-ministro, segundo Podval, havia dois nomes apontados para a função, um do PSDB -que não foi informado- e Duque, pelo PT. Como o PSDB já tinha sido contemplado com um cargo para Minas Gerais, segundo Dirceu, a opção foi aceitar a indicação do PT e o nome de Duque. 
O ex-ministro admitiu ter usado jatinho de outro lobista, Julio Camargo, o que, segundo o advogado, era uma prática "de uma vida inteira". "Ele voou, os aviões foram cedidos, disse que na 'minha' vida inteira os aviões sempre foram cedidos, por ele [Julio], por outros". 
Dirceu deixou o prédio da Justiça para voltar para o Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, onde está preso, sob gritos e vaias de um grupo de manifestantes. 
Na saída, o advogado de Dirceu foi abordado por André Rhouglas, 55, que estava pregado em uma cruz com cartazes contra a corrupção. O manifestante provocou Podval, perguntando quem seria a "alma viva mais honesta" que há, se Lula ou Dirceu -referência à frase dita há alguns dias pelo ex-presidente. "A sua", respondeu o advogado a Rhouglas.

Cotidiano

POLÍTICA

Bolsonaro diz que não pretende acabar com estabilidade de servidor

POLÍTICA

Bolsonaro: criminoso é quem deve temer a lei, não o cidadão

SENADO

Presidente diz que se Congresso derrubar vetos, regras sobre partidos podem valer para 2020

POLÍTICA

Rodrigo Maia: semana será decisiva para reforma da Previdência

POLÍTICA

Governo apresenta proposta de mudança no Código de Trânsito Brasileiro

GOVERNO

Suspeitas de “candidaturas laranjas” são investigadas, diz ministro Moro

SENADO

Senadores propõem que salário mínimo em 2019 seja de R$ 1.006, como estimou Congresso

SENADO

“Vou trabalhar para derrubar veto ao Refis”, afirma Eunício

CÂMARA DOS DEPUTADOS

“Esse é um café velho e frio”, diz Maia sobre pauta econômica do governo

NESTA SEGUNDA

Paranavaí terá paralisação contra a reforma da Previdência

MANTÉM SUSPENSÃO

Marun: Governo não vai desistir do nome de Cristiane Brasil para a pasta do Trabalho

TEMER DIZ

Nada destruirá agenda de transformação

LAVA JATO

STJ nega pedido de habeas corpus de Eduardo Cunha

PREVIDÊNCIA

Para senadores aliados, Temer “perdeu timing” sobre recuo na Previdência

MINISTRO/STF

Marco Aurélio diz estar "perplexo" com corrupção em doações oficiais

PEDE INVESTIGAÇÃO

Saiba o que vai acontecer com a lista de Janot

GOVERNO

Temer diz que quer ser lembrado na história por promover as reformas necessárias

CRISE/GOVERNO

Assessor de Temer pede demissão após ser envolvido em denúncias da Odebrecht

GOVERNO

Relatório do TCU indica que funções e cargos em comissão custam R$ 3,5 bi ao mês

CONVERSAS GRAVADAS

Em áudio com Machado, Sarney diz que há "ditadura da Justiça"

agência dream