Paranavaí
Min. 16°C Max. 29°C
VIVER BEM

Faça do verão um amigo da saúde

13/02/19 00:00:00 - Cotidiano > Saúde

Tanto se fala em proteção contra os efeitos nocivos dos raios solares que acabamos nos esquecendo de que o sol é importante para a nossa saúde. O grande segredo é saber aproveitar os seus benefícios; com os devidos cuidados, é possível aproveitar o verão sem culpa e sem medo de ficarmos doentes.
Os especialistas explicam que algumas medidas preventivas são importantes, não somente para evitar o câncer de pele, mas também por causa de outras doenças que se tornam mais comuns no calor como, por exemplo, os distúrbios intestinais que podem evoluir para quadros mais graves e que colocam a vida em risco, principalmente de crianças.
Falando de câncer de pele, muitas pessoas não sabem, mas a alimentação é um importante determinante no risco para desenvolvimento do câncer e, no verão, talvez seja ainda mais fácil ficar atento a essa questão. De modo geral, é importante estabelecer uma dieta rica em folhas, legumes, frutas, azeites, grãos, castanhas e peixes, além de limitar a ingestão de açúcar, alimentos enlatados e defumados. 
Vale lembrar que, durante o verão, como nosso organismo perde mais água e sais minerais por meio do suor, é preciso beber líquido durante todo o dia. Além da água natural, essa reposição também pode ser feita por meio de alimentos ricos em água, como frutas, vegetais, sucos naturais, chás e água de coco.
Frutas, verduras e legumes são alimentos mais refrescantes e, por isso, podem ser grandes aliados na manutenção da saúde, pois são ricos em vitaminas, minerais e fibras. Além disso, a limpeza e a boa preservação dos alimentos são fundamentais para assegurar seus benefícios. Lavar as folhas, legumes e frutas em água corrente é essencial.
Tomar sol é um hábito saudável, que contribui enormemente para o desenvolvimento ósseo e o bem-estar físico e mental. No entanto, a exposição acumulada aos raios de sol determina um risco crescente de desenvolvimento do câncer de pele.
Os médicos explicam que existem dois grupos de câncer de pele: os carcinomas e os melanomas. Os dois são diferentes em sua origem e evolução. O melanoma, quando reconhecido em fases mais avançadas da doença, pode ser fatal. É preciso ficar atento ao surgimento de novas manchas na pele ou a alterações em manchas já existentes, como modificações de cor e de tamanho. Se isso acontecer, é recomendável procurar um dermatologista para que seja feita a correta avaliação e, se for necessário, o paciente seja encaminhado para o médico oncologista, para que o tratamento comece o quanto antes.
Para evitar os prejuízos causados pelos raios UV sobre a pele, recomenda-se o uso de protetor solar em toda exposição à luz do sol, que, idealmente, deve ocorrer antes das 10 horas e após as 16 horas, períodos em que a quantidade desses raios está reduzida. Fora desses horários, se recomenda proteger a pele de forma mais completa, com bonés e camisetas. Pessoas de pele clara correm mais risco de desenvolver o câncer de pele, sendo que a incidência aumenta com a idade e é mais frequente na população masculina do que na feminina. Nesse caso, devem retocar o protetor solar com maior frequência.
Muitas pessoas se sentem mais motivadas a praticar exercícios físicos durante o verão, o que é ótimo quando vivemos uma epidemia global de obesidade e sedentarismo.
A prática de atividades físicas é importante para o desenvolvimento neuromuscular, o crescimento e a formação de ossos fortes, o controle metabólico, a preservação da autoestima e, por fim, para evitar o câncer.
Por esse motivo, os médicos recomendam uma dieta saudável aliada à atividade física como receita infalível para a boa saúde, o bom condicionamento físico e menores chances de desenvolver o câncer e de outras doenças.  

agência dream