Paranavaí
Min. 20°C Max. 30°C
RESSACA:

O que os sintomas representam

Dados da Organização Pan-Americana de Saúde apontam que o álcool como causa de mais de 5% das doenças a nível mundial. O uso nocivo da substância mata mais de três milhões de pessoas anualmente.

16/02/19 00:00:00 - Cotidiano > Saúde

Por Aline do Valle

Gosto ruim na boca, dor de cabeça, náusea, indisposição, sonolência... São os sintomas comuns da ressaca. Uma resposta do organismo que pode alertar para uma possível dependência, como explica Leonardo Moreira, psiquiatra especialista em dependência química.
“A ressaca é uma resposta de um organismo que foi maltratado por uma agressão externa de uma substância que, no caso, é o álcool. Essa agressão a gente identifica a partir de níveis pequenos de consumo de álcool. Que na verdade, a ressaca é a síndrome de abstinência do álcool na sua forma leve. Lembrando que desde a cerveja, qualquer outro tipo de bebida alcoólica pode ocasionar a ressaca. Independente inclusive se mistura ou não. O que ocasiona a ressaca é uma dose maior do que o organismo é capaz de metabolizar”.
A taxa de metabolismo do álcool varia de organismo para organismo. Mas, de acordo com a Organização Mundial da Saúde o consumo é classificado como perigoso ou exagerado a partir de quatro doses ou mais em um período de duas horas. Acontece que mesmo observando os níveis, a ressaca pode aparecer. E no afam de evitar a ressaca muitos recorrem a artimanhas e até mesmo a automedicação. Mas o especialista Leandro Moreira explica que o resultado é ilusório.
“Na verdade, você pode mascarar os sintomas da agressão: a dor de cabeça, a náusea, ou a desidratação – a pessoa usa um isotônico – mas a agressão existiu. Você está tratando um machucado, mas está machucado”.
O especialista alerta para os riscos que o álcool traz à saúde – independentemente da quantidade consumida.
“Inclusive o beber moderado já tem um risco – tanto de câncer – de alguns tipos de câncer – quanto de lesão no sistema nervoso central. Essa é a questão: é uma roleta russa e a gente não sabe qual é vulnerabilidade, a predisposição que eu tenho pra desenvolver ou um câncer de boca, ou de laringe, ou do estômago ou no intestino ou outro tipo de câncer. Ou desenvolver uma lesão no meu cérebro, ou uma lesão no meu coração e desenvolver uma miocardiopatia alcoólica .... Não dá para saber. E aí que vem o risco”.
Dados da Organização Pan-Americana de Saúde apontam que o álcool como causa de mais de 5% das doenças a nível mundial. O uso nocivo da substância mata mais de três milhões de pessoas anualmente.

Cotidiano

VERÃO / CARNAVAL

SBP alerta para o risco do consumo de álcool por crianças e adolescentes

PARANÁ

Secretaria alerta para cuidados com a conservação dos alimentos no verão

BRASIL/DEZ ANOS

Câncer de pele causa mais de 30 mil mortes e quase 400 mil internações hospitalares

NOROESTE DO PARANÁ

Regional de Saúde cobra mais eficiência nas ações de combate à dengue

XÔ QUEDA CAPILAR

Conheça os tratamentos capazes de combater este mal

SAÚDE

Campanha de vacinação contra o sarampo começa em todo Paraná

SAÚDE

Desigualdades impactam diagnóstico precoce do câncer de mama no país

FIQUE ATENTO

Cinco sinais que podem detectar o câncer de mama masculino

SAÚDE

Medicamento de hemofilia está sob avaliação para inclusão no SUS

SAÚDE

Estudo inédito avalia saúde nutricional das crianças brasileiras

ASPECTO DA SECREÇÃO

Secreção vaginal: quando se preocupar?

SINTOMAS

Dor no estômago pode ser o alerta para diversas doenças

MAIS FREQUENTES

Câncer gástrico: Entenda mais sobre a doença que atingiu cantora do Grupo Fat Family

FIQUEM ATENTOS

Volta às aulas é oportunidade para reforçar a vacinação contra o HPV

DATAFOLHA

Brasileiras estão satisfeitas com atendimento de seus ginecologistas, revela pesquisa

VASCULAR

Nada de generalizar: Problemas de circulação podem ter diferentes causas e tratamentos

SAÚDE

Novo caso de febre amarela é confirmado no Paraná

LER

Lesões por Esforço Repetitivo: A síndrome que virou "moda"

SAÚDE

Excesso de lágrimas tem várias causas, inclusive “olho seco”

VIVER BEM

Faça do verão um amigo da saúde

agência dream