Paranavaí
Min. 17°C Max. 33°C
APONTA LEVANTAMENTO

Sete em cada dez consumidores devem ir às compras na Páscoa

12/04/19 00:00:00 - Economia > Nacional

SÃO PAULO - A Páscoa já faz parte do calendário da maioria dos brasileiros e promete movimentar o comércio no segundo trimestre. Um levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais do país aponta que sete em cada dez (72%) consumidores pretendem ir às compras no período. 
Desses, 35% disseram que vão desembolsar a mesma quantia do ano passado, 32% devem gastar mais e 25% menos. O valor do tíquete médio será de R$195,52.
Para os que esperam ter um aumento de gastos este ano, a principal justificativa está relacionada à intenção de compras de um volume maior de produtos (41%). Outros 25% atribuem ao fato de os itens estarem mais caros e 19% afirmam que os itens estão com bom preço e, portanto, aproveitarão a oportunidade.
A sondagem também mostra que 43% dos consumidores irão adquirir a mesma quantidade de produtos da Páscoa de 2018, 41% desejam comprar mais e 11% menos. 
Em média, a expectativa é de que os consumidores comprem seis produtos. Os principais presenteados serão os filhos (59%), os cônjuges (42%), a mãe (41%) e os sobrinhos (33%). Já 27% vão presentear a si próprios.
“Mesmo que a economia venha se recuperando de forma mais lenta do que o esperado, as vendas nesta Páscoa podem aquecer o varejo. Esse é o momento de o setor investir em promoções para atrair os consumidores, de olho naqueles que pretendem comprar mais e, sobretudo, nos que ainda não se decidiram ”, avalia o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior.

86% farão pesquisa de preços

Este ano, estima-se que cerca de 113, 2 milhões de pessoas gastem com a compra de presentes e chocolates durante a Páscoa. Um comportamento observado pela pesquisa revela que o brasileiro busca manter alguns hábitos de consumo adquiridos durante a crise. 
A maioria (86%) dos consumidores disse que pretende pesquisar preços antes de levar os ovos ou demais produtos para casa, sendo que os locais preferidos para fazer essa comparação são supermercados (73%), internet (48%) e lojas em shoppings (40%).
Considerando aqueles que não pretendem ter despesas relacionadas a presentes ou ovos de Páscoa e chocolates, 23% disseram que irão priorizar o pagamento de dívidas. 
Já 21% mencionaram que estão desempregados e, por essa razão, não devem sair às compras. Há ainda os que não gostam ou não têm o costume de presentear na Páscoa ou mesmo comemorar a data, o que correspondem a 16% dos entrevistados da amostra.

78% planejam pagar as compras à vista

Questionados sobre a forma como planejam pagar suas compras de Páscoa, 78% dos consumidores disseram que farão à vista, seja em dinheiro (66%) ou no débito (28%). 
Outros 43% irão pagar a prazo, sendo que 20% usarão o cartão de crédito em parcela única, enquanto 23% preferem o cartão de crédito parcelado. Dentre os que optarão pelo parcelamento, a média será de quase quatro prestações.
No momento de ir às compras, os fatores que pesam na escolha do brasileiro não são diferentes daqueles utilizados na maioria das situações de consumo. Ao escolher o local de compras, as pessoas estão em busca de melhores preços (51%), qualidade dos produtos (48%), promoções e descontos (42%) e diversidade de produtos (29%).
Entre os principais locais pretendidos para as compras estão supermercados (62%), grandes varejistas (45%) e lojas especializadas em chocolates (40%). O levantamento aponta ainda que para 41% dos consumidores, os preços dos produtos estão mais caros este ano.

Economia

ALTA HISTÓRICA

Preços do tomate nunca estiveram tão altos

ÍNDICE CALCULADO PELO IPEA

Inflação em todas as faixas de renda acelera pelo quarto mês seguido

SINAPI

Custos da construção civil sobem 0,52% em março

IPCA

Inflação acelera e chega a 0,75% em março, a maior para o mês desde 2015

NESTA QUARTA

Empresas do Simples Nacional entram na segunda etapa de implantação do eSocial

APONTA PESQUISA

Cresce o número de brasileiros que conversam sobre o orçamento familiar

PRODUÇÃO

Mercado brasileiro de orgânicos fatura R$ 4 bilhões

INFLAÇÃO

Preço da cesta básica sobe em todas as capitais pesquisadas em março

NÚMEROS

Microempreendedores individuais ultrapassam 8 milhões no país

PESQUISA

Confiança do consumidor cai quase 10% em março, aponta Fecomercio/SP

ECONOMIA

Juros do cheque especial e do cartão de crédito sobem em fevereiro

PESQUISA

Inadimplentes levam mais de um ano para limpar o nome

BEM-ESTAR FINANCEIRO

Maioria dos brasileiros vive no limite do orçamento

RELATÓRIO

Judicialização na saúde cresce 130% no país, mostra estudo

DESEMPENHO

Economia brasileira deve crescer 1,9%, prevê OCDE

APONTAM CNDL/SPC BRASIL

Número de inadimplentes que regularizaram dívidas cresce 11,5%,

ECONOMIA

Alta nos preços compromete as vendas de feijão em Paranavaí

PEQUENOS EMPRESÁRIOS

Vejam dicas para empresários evitarem prejuízos com ação de estelionatários

ECONOMIA

Receita Federal invalida CNPJ de 3,3 milhões de empresas

INDICADOR CNDL/SPC BRASIL

Inadimplência abre o ano em desaceleração, com crescimento de 2,42% no mês de janeiro

agência dream