O presidente da FIA, Jean Todt, afirmou que o heptacampeão mundial de F-1, o alemão Michael Schumacher, 45, viverá uma vida normal em pouco temp" />
Paranavaí
Min. 18°C Max. 31°C
SCHUMACHER-SAÚDE

Schumacher terá uma vida normal em pouco tempo, diz presidente da FIA

08/10/14 00:00:00 - Esporte > Fórmula 1

O presidente da FIA, Jean Todt, afirmou que o heptacampeão mundial de F-1, o alemão Michael Schumacher, 45, viverá uma vida normal em pouco tempo.
O ex-piloto continua sua reabilitação em casa após ficar mais de seis meses em coma em razão de um acidente sofrido no final do ano passado, quando bateu a cabeça contra uma pedra enquanto esquiava na estação Méribel, na França.
"Podemos assumir que [Schumacher] viverá uma vida relativamente normal dentro de pouco tempo. As condições dele estão melhorando, o que é importante", disse Todt de acordo com o jornal espanhol "Mundo Deportivo".
"É um lutador, mas foi vítima de um trágico acidente, que pode acontecer com qualquer pessoa. Esperamos que as coisas melhorem. A família de Schumacher está voltada a ele. E ele está batalhando, mas precisa de tempo e o melhor é deixá-lo tranquilo", acrescentou Todt, que visitou o ex-piloto na semana passada.
Schumacher, 41, ficou internado num hospital de Grenoble, na França, logo após o acidente, até junho, quando saiu do coma. Na sequência, continuou sua recuperação no Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça, onde ficou por aproximadamente três meses antes de continuar o tratamento em sua casa.

agência dream