Paranavaí
Min. 15°C Max. 27°C
BRASIL/COPA AMÉRICA

Classificação e algumas lições após confronto com o Paraguai

29/06/19 00:00:00 - Esporte > Futebol
Classificação e algumas lições após confronto com o Paraguai O goleiro Alisson pegou o pênalti decisivo que colocou o Brasil nas semifinais

O Brasil está na semifinal da Copa América 2019. Nesta quinta-feira (27), após 90 minutos de muita insistência tentando furar o bloqueio do Paraguai, na Arena do Grêmio, a Seleção Brasileira avançou ao empatar em 0 a 0 no tempo normal e vencer por 4 a 3 nos pênaltis. 
Alisson fez ótima defesa na cobrança de Gustavo Gómez, enquanto Willian, Marquinhos, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus converteram para a Canarinho.
A semifinal, cujo adversário sairia ontem à noite do confronto Argentina e Venezuela, será na próxima terça-feira (2), no Mineirão, em Belo Horizonte.
Uma vitória suada leva a uma comemoração natural após a tensão do jogo. Porém, algumas questões ficaram no ar para torcedores mais atentos. O primeiro tempo da Seleção foi abaixo do esperado. 
Já na segunda etapa o time melhorou, criando muitas chances. Muitas foram para fora e o goleiro Gatito Fernández salvou outras. Até a trave “jogou” ao lado dos paraguaios, pelo menos até a hora das penalidades. 
O JOGO - Dominando as ações da partida, a Seleção Brasileira ficou perto de abrir o placar logo aos três minutos de bola rolando. Everton trabalhou com Daniel Alves pelo meio, que puxou ótimo contra-ataque e rolou para Firmino, que dominou e finalizou para a defesa de Gatito Fernández. Com maior posse de bola, o Brasil foi buscando opções diante da forte marcação paraguaia, principalmente em cima de Arthur e Everton. Outra boa tentativa de furar o bloqueio adversário saiu aos 22 minutos, quando Philippe Coutinho roubou a bola e passou para Firmino, dentro da área, que acabou vendo o goleiro ficar com a bola. Na única chance criada pelos paraguaios, Derlis Gonzáles recebeu cruzamento da esquerda e chutou forte, vendo Alisson fazer uma excelente defesa. Antes do fim do primeiro tempo, Filipe Luís deu bom passe para Coutinho, na esquerda, que bateu de canhota e foi parado em Gatito.
Na volta do intervalo, a Canarinho seguiu firme na tentativa de furar o bloqueio do Paraguai, que permaneceu atuando de forma compacta e fechando os espaços. A primeira finalização foi com Coutinho, aos quatro minutos, que chutou fraco e viu o goleiro adversário fazer a defesa com tranquilidade. Depois, aos sete, Arthur recebeu na direita e chutou no canto, mas para fora. Aos 14, Daniel Alves cobrou falta da entrada da área, e Gatito fez a defesa. O goleiro ainda pegou mais duas ótimas finalizações do Brasil. Aos 24, Arthur chutou colocado, e o camisa 12 espalmou. Depois, aos 42, Coutinho cobrou falta da esquerda, e o goleiro fez boa defesa na cabeçada de Alex Sandro. Outra ótima chance da Seleção foi aos 44, quando Willian tabelou com Firmino e finalizou de canhota, mas a bola bateu no pé da trave e não entrou.
Com o insistente 0 a 0 no placar, a decisão foi para os pênaltis, onde a vaga foi confirmada para o Brasil. Alisson voou no canto esquerdo para pegar a primeira cobrança de Gustavo Gómez. Derlis Gonzáles e Firmino chutaram para fora. E Willian, Marquinhos, Philippe Coutinho e Gabriel Jesus converteram para a Canarinho, que venceu por 4 a 3.
Brasil: Alisson, Daniel Alves (Lucas Paquetá), Thiago Silva, Marquinhos e Filipe Luís (Alex Sandro); Arthur, Allan (Willian) e Philippe Coutinho; Gabriel Jesus, Firmino e Everton.

agência dream