Paranavaí
Min. 18°C Max. 31°C
PERSONAGEM

Richarlison supera caxumba, cumpre promessa e faz gol do título

09/07/19 00:00:00 - Esporte > Futebol

O título de campeão da Copa América 2019 foi ainda mais especial para Richarlison. O atacante da Seleção Brasileira entrou no segundo tempo e pôde cumprir uma promessa feita a Miranda momentos antes da partida: balançar a rede na primeira oportunidade. Não só converteu o pênalti sofrido por Éverton, como também foi o nome do gol que consagrou a Seleção Brasileira como a grande vitoriosa do campeonato.
Richarlison não foi relacionado para a partida entre Brasil x Paraguai, válida pelas quartas de final da Copa. O atacante foi diagnosticado com caxumba. Por ser contagiosa, a doença fez com que ele ficasse em isolamento e repouso absoluto no hotel, perdendo o jogo contra o Paraguai. Mesmo com a chance de interromper precocemente sua participação na Copa América, o jogador não se abateu. Em quatro dias, se curou e ficou no banco já na partida contra a Argentina, na semifinal.
Com 22 anos, o jogador conta como foi comemorar o título após superação:
- Foi inesquecível por ser minha primeira competição, ainda mais aqui dentro de casa. Muitos deram fim de Copa América pra mim, porque tive uma doença grave que o tempo mínimo de cura é de 15 dias. Mas eu tive fé e coragem e, mesmo com essa dificuldade, meu pensamento era de entrar em campo e jogar. Eu coloquei na cabeça que ia me curar rápido. Todo dia de manhã quando eu acordava, ia direto para o espelho para ver se o caroço tinha diminuído.
Richarlison chamou a responsabilidade na hora H. Quando Everton foi derrubado dentro da área, o atacante se prontificou a bater o pênalti e, com muita categoria, garantiu a vitória brasileira por 3 a 1. Um gol muito especial, dedicado a alguém igualmente especial:
a bisavô.

agência dream