O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou ontem que considera perigoso tirar pontos ou rebaixar equipes por condutas racistas, principalmente por parte de seus t" />
Paranavaí
Min. 7°C Max. 21°C
FUTEBOL-MUNDIAL

É preciso cautela ao punir clubes por racismo, diz Blatter

06/04/13 00:00:00 - Esporte > Internacional

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou ontem que considera perigoso tirar pontos ou rebaixar equipes por condutas racistas, principalmente por parte de seus torcedores, já que estas medidas poderiam fazer com que os espectadores provocassem incidentes de forma proposital. "Podemos frear o racismo diminuindo pontos ou rebaixando as equipes?", disse Blatter, que completou dizendo que o torcedores interromperiam a partida intencionalmente. "No futebol há muita paixão”.
Blatter, que já se mostrou partidário de tornar as punições mais rígidas para os clubes envolvidos em atos de racismo, assinalou que o Congresso da Fifa, previsto para ser realizado no próximo mês nas Ilhas Maurício, analisará este problema a pedido do sindicato mundial de jogadores, FIFPro.
"Temos que fazer algo, mas com cautela. O perigo de dizer que as partidas serão interrompidas ou que os clubes vão perder pontos é que isso pode abrir espaço para que grupos de -hooligans- provoquem estes problemas. Por isso, o controle nos estádios será essencial", afirmou Blatter.
O presidente da Fifa também se mostrou favorável a adotar medidas disciplinares padrões em todas as associações e ligas do mundo.
Segundo Blatter, o próximo Congresso da Fifa abordará a continuidade de João Havelange como presidente de honra. Nenhum dos 209 membros da Fifa se mostrou a favor da desvinculação de Havelange, presidente da Fifa entre 1974 e 1998.

Esporte

MÁ FASE

Lateral Marcelo pode deixar o Real Madrid

BARCELONA

Lesão de Arthur pode ser “a salvação” para Coutinho, diz jornal

BRASILEIRO

"Herdeiro" de Messi, Neymar pode marcar centésimo gol no Barcelona

MAIOR SALÁRIO

Los Angeles Galaxy quer Ibrahimovic

MUNDIAL DE CLUBES

Colombianos elogiam Kashima, lamentam derrota e lembram: "Futebol não acaba aqui"

TECNOLOGIA

Facebook lança plataforma para debater partidas esportivas no site

FIFA

Marin consegue prorrogar prazo para apresentar garantia à Justiça

TÊNIS-MASCULINO

Djokovic revela que já recebeu oferta de R$ 800 mil para entregar jogo

TÊNIS-AUSTRÁLIA

Bruno Soares vence primeiro torneio ao lado de irmão de Andy Murray

TÓQUIO-2020

Relatório aponta indício de compra de votos para Japão sediar Jogos de 2020

FUTEBOL-ESPANHOL

Fifa proíbe Real e Atlético de Madri de fazer contratações por um ano

ELIMINATÓRIAS

Fifa multa Argentina e Chile por cantos homofóbicos

JUSTIÇA/ESPANHA

Neymar é intimado a depor como réu em investigação sobre transferência

GOL MAIS BONITO

Com pulseira da Bola de Ouro e terno do ex-jogador Neto, Lira chega ao Brasil

DENÚNCIAS

Em meio a escândalo, Fifa demite Valcke

DENÚNCIAS

Fifa informa motivos da suspensão a Blatter e Platini, que podem recorrer

CAMPEONATO ESPANHOL

Zidane comanda primeiro treino no Real diante de 6 mil torcedores

TÊNIS

Wimbledon anuncia premiação recorde de R$ 117 mi

NBA

Time de Splitter vence e lidera confronto nos playoffs

EUROPA

Thiago Silva desfalca o PSG contra o Barça

agência dream