Paranavaí
Min. 21°C Max. 30°C
COPA AMÉRICA

Brasil e Argentina decidem hoje vaga na final

02/07/19 00:00:00 - Esporte > Seleção
 Brasil e Argentina decidem hoje vaga na final Gabriel começou a Copa América na reserva e foi ganhando uma vaga no time titular - Foto: Lucas Figueiredo 2013 CBF

Da Agência Brasil 

A seleção brasileira fez na tarde de ontem o último treino antes de enfrentar a Argentina nesta terça-feira (2), às 21h30, no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. O técnico Tite desenvolveu as atividades desta segunda-feira na Cidade do Galo, o Centro de Treinamento do Clube Atlético Mineiro. A partida contra os argentinos vale uma vaga na final da Copa América.
A volta do volante Casemiro ao time deve acontecer depois de o jogador ter ficado ausente da partida contra o Paraguai, cumprindo suspensão por ter recebido o segundo cartão amarelo. 
Uma das funções de Casemiro em campo será a de marcar o atacante Messi. O jogador do Real Madrid conhece bem o craque argentino, dos jogos contra o Barcelona no campeonato espanhol.
Já Filipe Luís, que saiu do jogo contra o Paraguai sentindo dores na coxa direita, ainda se recupera. O lateral esquerdo trabalhou com bola no treino desse domingo (30), na Cidade do Galo, acompanhado pelo fisioterapeuta Caio Melo e pelo preparador físico Fábio Mahseredjian.
Filipe Luís fez uma série de atividades que simulavam situações de jogo com objetivo de avaliar o estado físico do atleta na área afetada pela lesão. De acordo com informações divulgadas no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o lateral esquerdo apresentou excelentes respostas em relação ao trabalho proposto. “Ele avançou no processo para estar à disposição do técnico Tite no jogo decisivo contra a Argentina”.
O volante Fernandinho, que se recupera de entorse no joelho direito sofrido no jogo contra a Venezuela, esteve em campo na Cidade do Galo. Ele trabalhou com o preparador físico Ricardo Rosa e segue em processo de recuperação.
GABRIEL JESUS - O artilheiro da seleção na era Tite, com 16 gols, Gabriel ainda não marcou seu gol na Copa América. Mas foi importante na cobrança do pênalti que classificou o Brasil para as semifinais, na disputa contra o Paraguai, após o empate sem gols, nos mais de 90 minutos da partida. O jogador é um dos mais que se empenham nos treinos. Ele sabe que só assim poderá ser mais efetivo nos jogos.
Nesta terça-feira contra a Argentina, Gabriel terá pela frente o seu companheiro no clube inglês Manchester City, o atacante Sérgio Aguero. “Hoje eu busco finalizar mais e venho treinando muito no meu clube e aqui na seleção brasileira. Foco muito para melhorar a minha finalização. Vejo lá meu clube mesmo, o próprio Aguero, que finaliza muito ao gol”, disse.
Gabriel começou a Copa América na reserva e foi ganhando uma vaga no time titular jogando pelos lados do campo de ataque, numa forma de jogar bem diferente do seu melhor momento na seleção, durante as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, quando ficava mais centralizado.
MAIOR CLÁSSICO - As duas principais forças do futebol no continente buscam mais do que um bom resultado ou uma final da Copa América. O jogo é importante para a sequência do trabalho visando o novo ciclo da Copa do Mundo de 2022. 
Messi vive o peso de jamais ter conquistado um título de expressão pela Argentina. Já o Brasil tem a responsabilidade de jogar em casa, uma pressão extra no caminho de Tite, que também passou a ser mais questionado desde a eliminação na Copa do Mundo ano passado, caindo nas quartas de final diante da Bélgica (1x2). 

agência dream