Paranavaí
Min. 20°C Max. 35°C
SELEÇÃO

Volante Casemiro: “O Brasil tem condições de dar a volta por cima”

“Incomoda, é claro. Ver o Brasil fora da zona de classificação. Momento não é para dar espetáculo. É para jogar e vencer. Temos que pensar jogo a jogo”, disse Casemiro

01/09/16 00:00:00 - Esporte > Seleção
Volante Casemiro: “O Brasil tem condições de dar a volta por cima” O lateral Marcelo tenta dominar a bola, observado por Neymar Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O meia Casemiro, do espanhol Real Madrid, considerou que está em condições de superar a fase ruim do Brasil nas eliminatórias para o Mundial Rússia-2018.
Cotado para ser titular no duelo desta quinta-feira, às 18h (de Brasília), contra o Equador, Casemiro deu o tom do momento do Brasil nas Eliminatórias (sexto colocado com nove pontos e fora da zona de classificação para a Copa-2018).
“Incomoda, é claro. Ver o Brasil fora da zona de classificação. Momento não é para dar espetáculo. É para jogar e vencer. Temos que pensar jogo a jogo. Temos que viver o momento, pensar em resultado. Só depois poderemos pensar em dar espetáculo”, afirmou em coletiva.
O Equador tem um trunfo para a partida contra o Brasil: não perde em Quito para a Seleção desde 1983. Desde então, foram quatro jogos, sendo três na capital do país (um foi em Guaiaquil) com duas vitórias e dois empates.
Além disso, vive um momento melhor nas Eliminatórias (segundo colocado com 13 pontos) e está invicto atuando no Estádio Olímpico Atahualpa. Mesmo diante destes pontos, Casemiro crê que o Brasil pode sair com um resultado positivo.
“As estatísticas servem para serem derrubadas. Jogo de quinta vai ser muito difícil e estamos concentrados para buscarmos a vitória. Eles estão em casa, o momento do Brasil não é bom. Mas tenho certeza que estamos preparados para dar a volta por cima. Vai ser um jogo de igual para igual. Não tem equipe boba hoje em dia”,  analisou.
LADO DO EQUADOR - Em seu último treinamento antes do jogo contra o Brasil, o Equador não permitiu o acesso total da imprensa no Estádio Olímpico Atahualpa, ontem. O técnico Gustavo Quinteros adotou o mesmo expediente do rival Tite e liberou apenas os primeiros 15 minutos, enquanto alguns atletas atendiam os jornalistas.
A seleção equatoriana chega com alguns problemas para definir o time.
Equador e Brasil se enfrentam a partir de 18h, no Estádio Olímpico Atahualpa, pela sétima rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo.
Os equatorianos têm 13 pontos e perdem a liderança para o Uruguai nos critérios de desempate. Os brasileiros ocupam a sexta colocação, com quatro pontos a menos.

agência dream