Paranavaí
Min. 18°C Max. 32°C
BRASIL X PARAGUAI

Neymar garante que não há "dependência"

Pela primeira vez desde a conquista da medalha de ouro olímpica, Neymar jogará pela seleção brasileira usando a braçadeira de capitão. O anuncio foi feito ontem

28/03/17 00:00:00 - Esporte > Seleção
Neymar garante que não há Neymar e o técnico Tite. Parceria dando certo - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Pela primeira vez escolhido para ser o capitão da seleção brasileira sob o comando do técnico Tite, o atacante Neymar quebrou um longo período longe das coletivas e voltou a falar com a imprensa. 
“Todo mundo precisa de um tempo para pensar, ter calma, baixar a poeira. Todo mundo aqui tem aquele momento que quer ficar sozinho, aquele momento só seu. Eu tive meu momento de ter calma, ficar quieto, só jogar futebol... Agora voltei a falar com vocês”, declarou.
“Quando a gente sai para falar alguma coisa, podem levar para o lado errado, não da maneira como a gente quer ou pensa. Isso acaba me deixando triste. Além de ídolos, somos seres humanos. Tem o lado humano, ficamos chateados, tristes, mas isso já passou, estou aqui falando”, explicou.
A famosa “Neymar depenência”, foi muitas vezes comentada antes da chegada de Tite à seleção. Para o craque do Barcelona, tal coisa, porém, nunca sequer existiu.
“Sempre falei que nunca existiu ‘Neymar dependência’, é a seleção brasileira. Nossa equipe se estiver focada é a melhor. Nós sabemos disso, mas temos humildade de reconhecer os adversários e sabemos que temos que jogar para isso. Vínhamos tentando, mas não estava encaixando uma peça ou outra. Chegou o professor e conseguiu nos moldar da forma brasileira. Passamos a jogar futebol, não mudaram tantos jogadores, foi mais o jeito de jogar. Aí começam a aparecer as qualidades, sempre disse que a seleção tem jogadores de qualidade”, disse.
É CAPITÃO - Pela primeira vez desde a conquista da medalha de ouro olímpica, Neymar jogará pela seleção brasileira usando a braçadeira de capitão. O anuncio foi feito ontem. 
Desde que assumiu o comando da equipe, Tite optou por um revezamento entre os jogadores, já que Neymar abriu mão do “cargo”após os jogos olímpicos. Esta é a primeira vez que Neymar é escolhido pelo técnico.
“Ele merece a tarja de capitão, é um líder técnico, um garoto num processo de amadurecimento que tem várias pressões, muitas delas desumana”, disse o técnico Tite, explicando a escolha.
JOGO/HOJE - Com 30 pontos, o Brasil lidera as eliminatórias e pode até garantir a classificação ao Mundial nesta rodada, a 14ª de 18. Para isso, precisa vencer seu compromisso na Arena Corinthians, às 21h45 (de Brasília) desta terça-feira, e torcer por derrotas de Chile e Equador.
A provável escalação da seleção brasileira tem: Alisson, Fagner, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Roberto Firmino (Diego Souza).

agência dream