Paranavaí
Min. 16°C Max. 27°C
EM PARANAVAÍ

Fórum regional debate o Paraná livre de febre aftosa sem vacinação

14/05/19 00:00:00 - Paranavaí > Local
Fórum regional debate o Paraná livre de febre aftosa sem vacinação Mudança de status fortalecerá as atividades pecuárias em todo o Paraná

REINALDO SILVA
reinaldo@diariodonoroeste.com.br

Com um rebanho de aproximadamente 9,3 milhões de cabeças, o Paraná ocupava, em 2017, a décima posição no ranking nacional. Desse total, 6,3 milhões de animais estavam ligado à pecuária de corte e 3 milhões à pecuária leiteira. 
O controle efetivo da movimentação de entrada e saída de animais, produtos e subprodutos se dá por meio dos Postos de Fiscalização do Trânsito Agropecuário (PFTAs), das Unidades Locais de Sanidade Agropecuária (Ulsas) e do sistema informatizado, que garantem a atual condição sanitária do rebanho paranaense. 
Para que novos mercados possam ser prospectados, aumentando a participação global do agronegócio paranaense, é necessário que o status sanitário do estado seja alterado. O que se busca é a condição de área livre de febre aftosa sem vacinação.
O assunto será debatido no Fórum Regional Paraná Livre de Febre Aftosa sem Vacinação, realizado hoje, em Paranavaí, a partir das 13 horas. Será no Centro de Eventos Armando Trindade Fosenca e reunirá pecuaristas, representantes de entidades ligadas à pecuária, lideranças do setor, autoridades e estudantes.
O secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, confirmou presença no evento, que se repetirá em diferentes cidades do Paraná. Ao todo, serão seis fóruns regionais com palestras e discussões sobre o assunto.
A solicitação para que o Paraná seja considerado área livre de febre aftosa sem vacinação tem respaldo na força da pecuária a partir do desempenho da bovinocultura de corte, das pesquisas de melhoramentos genéticos e do alto nível tecnológico.
A retirada da vacina contra a doença representará diversos ganhos. Um exemplo é a conquista de mercados que pagarão mais pelos produtos paranaenses, aumentando a geração de emprego e renda no campo. O resultado será o fortalecimento da economia.
Outra possibilidade será o incremento da receita com exportações nas cadeias de commodities de milho e soja, bem como na cadeia de lácteos, que poderá ampliar as vendas aos mercados externos com valor agregado.

Paranavaí

CONTRA O ABUSO SEXUAL INFANTIL

2.200 crianças vão participar do Encontro dos Príncipes e Princesas

PARANAVAÍ

Cinco salas de vacina estarão abertas no sábado para vacinação contra gripe

PARANAVAÍ

Microempresa fortalece a economia, diz coordenadora da Sala do Empreendedor

PARANAVAÍ

Diretor da Santa Casa fala em redução de despesas e mudanças de planejamentos

DEFESA DO CONSUMIDOR

Advogado de Paranavaí participará de reunião em comissão nacional da OAB

COOPERATIVA DE CRÉDITO

Cresol Pioneira inaugura agência em Paranavaí

PARANAVAÍ

CCJ da Câmara analisa projetos

FIQUE ATENTO

MEIs têm até dia 31 de maio para fazer a Declaração Anual do Simples Nacional

1ª DISCUSSÃO

Legislativo aprova lei que regulamenta a instalação de Parklet

PARANAVAÍ

Pedidos de isenção do IPTU 2019 podem ser feitos até dia 31 de maio

PARANAVAÍ

Vereadores aproam moção de apoio ao IFPR

CIDADANIA

Alistamento Militar de jovens que completam 18 anos em 2019 vai até o dia 30 de junho

SAÚDE

Já são seis municípios em epidemia de dengue no Noroeste do Paraná

PARANAVAÍ

MEIs terão semana dedicada a palestras, orientações e serviços gratuitos

PARANAVAÍ

Ainda não há data prevista para nova eleição do Sindoscom

OFICINAS

Semana terá oficinas comunitárias para discutir o Plano Diretor nos distritos

PARANAVAÍ

Grupo Médicos do Humor promove piquenique para a comunidade

MUDANÇA

Heron Radke deixa Secretaria de Segurança e Trânsito

PARANAVAÍ

Militares homenageiam patrono da PM do Paraná

DOMINGO TRÁGICO

Dois jovens executados a tiros em Paranavaí

diario do noroeste
agência dream