Paranavaí
Min. 21°C Max. 37°C
PARANAVAÍ

Vendas para o Dia das Crianças devem aumentar a partir desta quarta-feira

09/10/19 00:00:00 - Paranavaí > Local
Vendas para o Dia das Crianças devem aumentar a partir desta quarta-feira Bonecas e personagens de desenhos animados estão na lista de preferências Foto: Fabiano Vaz Fracarolli

REINALDO SILVA
reinaldo@diariodonoroeste.com.br

O Dia das Crianças está chegando. Comemorado em 12 de outubro, estimula a compra de presentes e movimenta o comércio. Em Paranavaí, a procura por artigos infantis já começou, mas o maior volume de vendas deve ser registrado a partir desta quarta-feira (9).
Vendedora de uma loja de brinquedos, Jeanne Fameli contou que alguns produtos têm maior apelo junto às crianças. Citou os personagens dos desenhos animados Patrulha Canina e PJ Masks e as bonecas Baby Alive. Os super-heróis também estão no topo da lista.
Os preços podem variar de acordo com os itens desejados, sendo apresentadas opções acessíveis para diferentes públicos. Entre os brinquedos citados pela vendedora, os valores vão de R$ 59 a R$ 900. Mas também há produtos mais baratos e que agradam a criançada, garantiu Jeanne Fameli.
A expectativa, disse a vendedora, é aumentar as vendas em pelo menos 15% na comparação com o mesmo período do ano passado. O movimento na loja de brinquedos já é maior do que em 2018 e deve ser ainda melhor, já que na sexta-feira (11), véspera da data comemorativa, o comércio de Paranavaí funcionará das 9 às 22 horas.
ACIAP – Em relação a todo o comércio, a projeção da Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí (Aciap) não é tão otimista quanto à feita pela vendedora da loja de brinquedos. De acordo com o gerente-executivo, Carlos Henrique Scarabelli, são esperados apenas 5% de elevação.
Nas palavras de Scarabelli, a expectativa de crescimento tímido se deve ao fato de o cenário econômico ainda não estar consolidado. Para se ter uma ideia, setembro deste ano registrou 3% de alta em relação ao mesmo período de 2018.
CCT – O horário diferenciado de funcionamento do comércio na sexta-feira que antecede o Dia das Crianças, ou seja, das 9 às 22 horas, está previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Trata-se do acordo formal entre os sindicatos que representam patrões (Sivapar) e empregados (Sindoscom).
O documento também estabelece que as empresas não podem funcionar no sábado (12), por ser feriado nacional, quando se comemora o dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

diario do noroeste
agência dream