Paranavaí
Min. 16°C Max. 27°C
PARANAVAÍ

Condenações da Operação Celeno ultrapassam 550 anos de reclusão

14/07/18 00:00:00 - Paranavaí > Local
Condenações da Operação Celeno ultrapassam 550 anos de reclusão Duas aeronaves usadas pela organização criminosa estão na Delegacia de Paranavaí Foto: Fabiano Vaz Fracarolli

Em decorrência das denúncias apresentadas pelo Ministério Público Federal em Paranavaí no âmbito da Operação Celeno, a Justiça Federal já condenou até o momento 50 pessoas a um total de 553 anos de reclusão. Entre eles líderes de quatro grandes organizações criminosas envolvidas no maior esquema de importação de anabolizantes e eletrônicos por meio aéreo já realizado no Brasil.
Também já foram decretados em razão dos crimes praticados o perdimento de 12 aeronaves, 63 automóveis e 26 imóveis, além de quantias em dinheiro, joias, eletrônicos e de cavalos de raça, estipulando como valor mínimo para reparação de danos à União o total de R$ 116.358.000,00.
PARANAVAÍ - Em 26 de outubro de 2015 o caso ganhou repercussão nacional quando uma das aeronaves foi forçada a pousar no Aeroporto Edu Chaves, em Paranavaí, depois de ser alvejada pela Força Aérea Brasileira (FAB), quando retornava ao Paraguai.
Outra aeronave da organização criminosa também foi apreendida em uma propriedade rural de Amaporã. Na ocasião o avião estava escondido em um canavial e sem uma das asas. A peça foi encontrada posteriormente em uma oficina mecânica localizada no Aeroporto de Paranavaí.
SENTENÇAS - Segundo o Ministério Público, a última sentença sobre o caso foi proferida no último dia 3 de julho nos autos da ação penal nº 5001736-73.2016.404.7011, e ainda há outras pendentes de julgamento.
Na série de denúncias apresentadas, o MP pediu a condenação dos réus, solidariamente, à reparação mínima dos danos, indicando a quantia de R$ 57.792.000,00. Entre os denunciados estavam agentes da Polícia Federal e da Polícia Civil de São Paulo.
Os grupos agiam no Paraguai e nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Durante as investigações foi constatado que as organizações, quase que diariamente, conduziam aeronaves de Salto Del Guairá, no Paraguai, até pistas clandestinas no interior de São Paulo.
Além da sentença proferida no mês de julho, as demais sentenças foram proferidas nos processos: 5002068-40.2016.404.7011; 5001694-24.2016.404.7011; 5001737-58.2016.404.7011; 5001735-88.2016.404.7011; 5001740-13.2016.404.7011 e 5002306-59.2016.404.7011.
COMO FUNCIONAVA - Os responsáveis pelos fretes aéreos eram contratados por agenciadores baseados em Foz do Iguaçu, no Paraná, e em cidades do Paraguai. Parte da comercialização dessas mercadorias acontecia em empresas dos próprios líderes das organizações criminosas, estabelecidas em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo e também na capital paulista.
As mercadorias eram encaminhadas para entrepostos de armazenamento, de onde eram transportadas por caminhões até os destinatários finais. Os processos que tramitam na Justiça Federal narram a realização de 585 voos clandestinos, e também a prática dos crimes de organização criminosa internacional e de favorecimento real.

Paranavaí

CONTRA O ABUSO SEXUAL INFANTIL

2.200 crianças vão participar do Encontro dos Príncipes e Princesas

PARANAVAÍ

Cinco salas de vacina estarão abertas no sábado para vacinação contra gripe

PARANAVAÍ

Microempresa fortalece a economia, diz coordenadora da Sala do Empreendedor

PARANAVAÍ

Diretor da Santa Casa fala em redução de despesas e mudanças de planejamentos

DEFESA DO CONSUMIDOR

Advogado de Paranavaí participará de reunião em comissão nacional da OAB

COOPERATIVA DE CRÉDITO

Cresol Pioneira inaugura agência em Paranavaí

PARANAVAÍ

CCJ da Câmara analisa projetos

FIQUE ATENTO

MEIs têm até dia 31 de maio para fazer a Declaração Anual do Simples Nacional

1ª DISCUSSÃO

Legislativo aprova lei que regulamenta a instalação de Parklet

PARANAVAÍ

Pedidos de isenção do IPTU 2019 podem ser feitos até dia 31 de maio

PARANAVAÍ

Vereadores aproam moção de apoio ao IFPR

CIDADANIA

Alistamento Militar de jovens que completam 18 anos em 2019 vai até o dia 30 de junho

SAÚDE

Já são seis municípios em epidemia de dengue no Noroeste do Paraná

PARANAVAÍ

MEIs terão semana dedicada a palestras, orientações e serviços gratuitos

PARANAVAÍ

Ainda não há data prevista para nova eleição do Sindoscom

OFICINAS

Semana terá oficinas comunitárias para discutir o Plano Diretor nos distritos

PARANAVAÍ

Grupo Médicos do Humor promove piquenique para a comunidade

MUDANÇA

Heron Radke deixa Secretaria de Segurança e Trânsito

PARANAVAÍ

Militares homenageiam patrono da PM do Paraná

DOMINGO TRÁGICO

Dois jovens executados a tiros em Paranavaí

diario do noroeste
agência dream