Paranavaí
Min. 10°C Max. 26°C
PARANAVAÍ

Condenações da Operação Celeno ultrapassam 550 anos de reclusão

14/07/18 00:00:00 - Paranavaí > Local
Condenações da Operação Celeno ultrapassam 550 anos de reclusão Duas aeronaves usadas pela organização criminosa estão na Delegacia de Paranavaí Foto: Fabiano Vaz Fracarolli

Em decorrência das denúncias apresentadas pelo Ministério Público Federal em Paranavaí no âmbito da Operação Celeno, a Justiça Federal já condenou até o momento 50 pessoas a um total de 553 anos de reclusão. Entre eles líderes de quatro grandes organizações criminosas envolvidas no maior esquema de importação de anabolizantes e eletrônicos por meio aéreo já realizado no Brasil.
Também já foram decretados em razão dos crimes praticados o perdimento de 12 aeronaves, 63 automóveis e 26 imóveis, além de quantias em dinheiro, joias, eletrônicos e de cavalos de raça, estipulando como valor mínimo para reparação de danos à União o total de R$ 116.358.000,00.
PARANAVAÍ - Em 26 de outubro de 2015 o caso ganhou repercussão nacional quando uma das aeronaves foi forçada a pousar no Aeroporto Edu Chaves, em Paranavaí, depois de ser alvejada pela Força Aérea Brasileira (FAB), quando retornava ao Paraguai.
Outra aeronave da organização criminosa também foi apreendida em uma propriedade rural de Amaporã. Na ocasião o avião estava escondido em um canavial e sem uma das asas. A peça foi encontrada posteriormente em uma oficina mecânica localizada no Aeroporto de Paranavaí.
SENTENÇAS - Segundo o Ministério Público, a última sentença sobre o caso foi proferida no último dia 3 de julho nos autos da ação penal nº 5001736-73.2016.404.7011, e ainda há outras pendentes de julgamento.
Na série de denúncias apresentadas, o MP pediu a condenação dos réus, solidariamente, à reparação mínima dos danos, indicando a quantia de R$ 57.792.000,00. Entre os denunciados estavam agentes da Polícia Federal e da Polícia Civil de São Paulo.
Os grupos agiam no Paraguai e nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais. Durante as investigações foi constatado que as organizações, quase que diariamente, conduziam aeronaves de Salto Del Guairá, no Paraguai, até pistas clandestinas no interior de São Paulo.
Além da sentença proferida no mês de julho, as demais sentenças foram proferidas nos processos: 5002068-40.2016.404.7011; 5001694-24.2016.404.7011; 5001737-58.2016.404.7011; 5001735-88.2016.404.7011; 5001740-13.2016.404.7011 e 5002306-59.2016.404.7011.
COMO FUNCIONAVA - Os responsáveis pelos fretes aéreos eram contratados por agenciadores baseados em Foz do Iguaçu, no Paraná, e em cidades do Paraguai. Parte da comercialização dessas mercadorias acontecia em empresas dos próprios líderes das organizações criminosas, estabelecidas em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo e também na capital paulista.
As mercadorias eram encaminhadas para entrepostos de armazenamento, de onde eram transportadas por caminhões até os destinatários finais. Os processos que tramitam na Justiça Federal narram a realização de 585 voos clandestinos, e também a prática dos crimes de organização criminosa internacional e de favorecimento real.

Paranavaí

DIVERSÃO

Mais de 8 mil pessoas passaram pelo 1º Flashback na Praça neste domingo

SAÚDE ANIMAL

Município abre consulta pública para uso do "Castramóvel”

NOROESTE DO PARANÁ

Casos de raiva em rebanhos da região não causaram prejuízos comerciais

PARANAVAÍ

Policial Militar Jeferson Luiz Cattelan assume a Seprovpat

EPHRAIM MARQUES MACHADO

Corpo do pioneiro das comunicações de Paranavaí foi sepultado ontem

PARANAVAÍ

Inscrições do Processo Seletivo para a contratação de médicos vão até dia 26

DEBATE

Projeto de Lei quer proibir uso de fogos de artifício com estampido

ATÉ 21 DE JANEIRO

Meninas de 17 a 25 anos podem se inscrever no Concurso Rainha da ExpoParanavaí 2020

IGREJA CATÓLICA

Paróquia São Sebastião celebra o padroeiro de Paranavaí

SERVIÇO

Prefeito encaminha à Câmara projeto de lei que aumenta multa para terrenos com mato alto

IPTU

Prazos para pedir revisão e isenção vão até abril e maio

IPTU 2020

Prazo para pagar IPTU 2020 com 10% de desconto vai até 17 de janeiro

ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Prefeito de Paranavaí avalia 2019 e fala dos planos para o próximo ano

BOSQUE

Guarda Municipal vai atuar diariamente no Bosque

IPTU 2020

Prazo para pagar com 10% de desconto vai até 17 de janeiro

PARANAVAÍ

Comércio, bancos e repartições públicas terão expedientes diferenciados na próxima semana

ECONOMIA

Vendas no comércio de Paranavaí cresceram abaixo do esperado: 2,4%

67 ANOS

Aniversário foi comemorado em grande estilo no aeroporto

CHEGADA DO PAPAI NOEL

Mais de 10 mil pessoas passaram pela Praça dos Pioneiros

INSTITUTO

Cantata de Natal do Centro do Idoso terá música instrumental e 4 corais

agência dream