Paranavaí
Min. 21°C Max. 28°C
EM DOIS DIAS

Procon encontra mais de 350 kg de produtos impróprios para consumo

08/11/18 00:00:00 - Paranavaí > Local

Já pensou chegar ao supermercado e perceber que um produto foi reetiquetado e está sendo vendido irregularmente? O fato aconteceu nesta semana em Paranavaí por meio de uma publicação em uma rede social e motivou que órgãos de fiscalização da Prefeitura de Paranavaí fossem conferir de perto a denúncia.
Na segunda-feira, no primeiro estabelecimento fiscalizado pelo Procon, foram constatadas várias irregularidades com produtos. “Encontramos produtos como mortadelas e linguiças com divergências de informações entre normas do fabricante e a etiquetagem fracionada realizada pelo estabelecimento comercial. Além disso, foram encontrados produtos reetiquetados (etiqueta sobre etiqueta) alterando e prorrogando assim a data de embalagem fracionada e data de validade”, afirmou o coordenador do Procon, Carlos Eduardo Balliana.
O Procon solicitou o auxílio da Vigilância em Saúde. Somente neste primeiro estabelecimento, foram retirados da venda e apreendidos 88 kg de mortadelas e 190 kg de linguiças. A ação aconteceu na segunda-feira, dia 5.
No dia seguinte, terça, o mesmo trabalho, numa parceria entre Procon e Vigilância, foi feito em outro grande estabelecimento comercial da cidade. Durante a fiscalização, foram encontradas mais irregularidades em oito produtos vencidos.
“Produtos que há menos de um mês já tinham sido denunciados por consumidores foram encontrados novamente com prazo de validade vencido. Também foram encontradas irregularidades em 79 kg de linguiças, com divergências de informações entre as normas do fabricante e a etiquetagem fracionada realizada pelo estabelecimento comercial”, esclarece Balliana.
No total, foram retirados da venda direta aos consumidores 357 kg de produtos irregulares, alguns vencidos e muitos em desacordo com normas regulamentares. A Vigilância em Saúde realizou a apreensão de todos os produtos para posterior destinação. Ambos os estabelecimentos foram autuados, tanto pelo Procon quanto pela Vigilância e responderão aos atos praticados.
Com mais um caso de produtos vencidos em Paranavaí, o Procon orienta os consumidores. “No momento da compra de qualquer produto é importante o consumidor prestar atenção nas datas, verificar a validade e em casos de irregularidades, comunicar o Procon e solicitar uma fiscalização. Estamos aqui para servir ao município e ajudar no que for preciso para garantir os direitos dos consumidores”. (Ass./Pref.)

Paranavaí

PARANAVAÍ

Secretário de Infraestrutura presta esclarecimentos na Câmara

PARANAVAÍ

Três pessoas são encaminhas à Delegacia durante a Ronda da Dengue

PARANAVAÍ

Julgamento dos suspeitos de envolvimento no caso Patrícia

AGRICULTURA

Estudo aponta cenários para área livre de aftosa sem vacinação

HOMENAGEM ÀS MULHERES

Vice-reitora da Unipar entre as homenageadas pela Alep

TRÂNSITO

Prefeitura intensifica fiscalização contra transporte clandestino

CENTRO COMERCIAL

Nesta sexta, inauguração do Premier Shopping Business, em Paranavaí

SANEPAR/PARANAVAÍ

Adutora se rompe e afeta abastecimento de água. Problema foi resolvido

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Gehlen fará palestra em etapa municipal da Conferência Nacional dos Direitos do Idoso

CORPO DE BOMBEIROS

Na quinta, posse do novo comandante do Subgrupamento dos Bombeiros

RECEITA FEDERAL

Menos de 3.000 contribuintes da região entregaram declaração do Imposto de Renda

EXPOPARANAVAÍ

Rafaela Boaro vence a prova dos Três Tambores

SHOW/EXPO

Apesar da chuva, Henrique e Juliano atraem grande público

CONTABILISTAS

Nova diretoria do Sindicato dos Contabilistas tomou posse

EXPOPARANAVAÍ

Leilão dos Pioneiros vendeu 95% do gado levado a remate

EXPOPARANAVAÍ

Peões de São Carlos do Ivaí e Jardim Alegre vencem rodeio de touros e cavalos

INFRAESTRUTURA

Obras de duplicação da BR-376 estão em fase final

PRAZO

Bandas já podem se inscrever para o 14º FutRock

REUNIÃO

Presidente da Câmara de Piritiba visita Legislativo Paranavaiense

EXECUÇÃO/PARANAVAÍ

Acusado de matar padeiro já cumpriu pena por homicídio

diario do noroeste
agência dream