Paranavaí
Min. 15°C Max. 30°C
ROTINA

Mulheres são vítimas de violência doméstica

10/02/19 00:00:00 - Paranavaí > Policial

O plantão da Polícia Militar registrou mais dois casos de violência doméstica contra mulheres neste final semana. Os autores, como na maioria dos casos, são os próprios maridos. 
O primeiro registro foi por volta das 21 horas de sexta-feira. Uma mulher de 33 anos disse que foi agredida com socos no rosto e nos braços pelo marido. Além disso, o homem a xingou, pronunciando uma série de palavrões. 
Depois da violência, a mesma atitude: o homem saiu de casa antes da chegada da Polícia Militar. Houve rondas, mas sem êxito. Caso na Rua Valdomiro Carvalho, Conjunto Habitacional Luiz Lorenzetti.
Outro caso de violência contra mulher foi na madrugada deste sábado, na Rua Paulo Ferreira Tavares, Conjunto Habitacional Francisco Luiz de Assis. Uma mulher pediu ajuda aos policiais, relatando que o marido a agrediu com socos e empurrões e ainda quebrou o guarda-roupas do seu quarto.
De acordo com a versão da vítima, a agressão foi uma represália porque ela saiu de casa e foi até um barzinho com amigas. A mulher apresentava uma lesão na cabeça e foi orientada a formalizar a queixa. 
BRIGA – Outra ocorrência envolvendo mulheres na madrugada deste sábado foi na Rua Mariano Morangueira, Jardim Novo Horizonte. Mas, ao contrário das anteriores, tratava-se de briga entre duas mulheres. Elas foram embora antes da chegada dos policiais.
PORTE DE ARMA – Um grupo de pessoas andando apressadamente acabou levantando suspeitas na madrugada. A Polícia Militar fez uma revista e nada de ilegal havia com eles. O problema foi que, junto a algumas plantas, foi localizado um revólver calibre 38, carregado com cinco munições. 
No primeiro momento ninguém assumiu a posse e, por isso, todos acabaram levados para a Delegacia de Polícia Civil. No trajeto, porém, um deles informou ser o dono da arma. Com isso, os demais componentes do grupo foram ouvidos na condição de testemunhas. O dono da arma acabou preso em flagrante.  
FLAGRADO POR CÂMERAS – Na madrugada deste sábado, morador da Rua Antônio Buzignani, Jardim Renascer, pediu ajuda da PM. Informou que seu vizinho (usuário de drogas), se aproveitou da sua ausência e forçou o portão da frente, entrando no quintal, levando uma escada. A solução do caso foi fácil porque a residência possui monitoramento por câmeras. As imagens revelam a ação e a identidade do autor. 

diario do noroeste
agência dream