Paranavaí
Min. 17°C Max. 30°C
VIOLÊNCIA

Agressões em família e desentendimentos

12/02/19 00:00:00 - Paranavaí > Policial

O final de semana foi marcado por alguns casos de agressão e violência doméstica em Paranavaí. São episódios que, embora comuns, preocupam pelo envolvimento entre as pessoas que, em tese, deveriam viver de forma minimamente harmoniosa.
Uma dessas ocorrências foi atendida pela PM no final a tarde de sábado. Uma mulher de 47 anos disse que o ex-namorado foi até a sua casa, entrando sem ter autorização. Ainda conforme a denúncia, o suspeito fez ameaças e fugiu antes da chegada da equipe policial. Ela foi orientada a formalizar a queixa. Ocorrência na Rua Américo Manso, Jardim Vista Alegre. 
Pouco depois, outra equipe foi até a Rua Bernardino Cunha Pinheiro, no Jardim Simone. Conforme a denúncia anônima, havia um casal brigando. Houve a abordagem e o homem relatou que tinha intenção de se separar, mas foi surpreendido pela companheira, que ameaçou se matar. 
Ele relata que aconteceu uma ríspida discussão, porém, sem violência física. A porta da cozinha estava quebrada e o morador confirmou ser o responsável pelos danos. O casal conversou, optando por não formalizar a queixa. 
No final da noite de domingo, uma mulher de 35 anos denunciou que foi agredida pelo marido. Embriagado, teria também agredido a filha, de 19 anos. Como ocorre na maioria dos casos, o suspeito fugiu. A família mora na Rua Antônio Silvestre de Oliveira, Jardim Simone. 
Na madrugada de ontem, uma mulher foi agredida pelo namorado, o que resultou em escoriações no braço direito e na perna esquerda. Ela denunciou que chegou em casa por volta de 1h30 e seu namorado estava aguardando. 
A vítima foi recebida a socos e alguns objetos atirados em sua direção, entre eles, uma lajota. A mulher dispensou atendimento médico e o namorado agressor conseguiu ir embora antes da chegada da equipe policial. 
Por fim, uma mulher de 40 anos denunciou que sua irmã chegou em casa alterada na madrugada de anteontem. O motivo foi um desentendimento com o namorado. Até a chegada da PM os ânimos já estavam serenados. Irmãs se entenderam, sem a necessidade de formalizar a queixa. Ocorrência na Rua Antônio José da Silva, Jardim Antigo Aeroporto.  

diario do noroeste
agência dream