Paranavaí
Min. 21°C Max. 32°C
PARANAVAÍ

Vai tomar banho e fica sem a carteira

12/02/19 00:00:00 - Paranavaí > Policial

Na madrugada de domingo, um homem pediu ajuda da Polícia Militar na Rua Antônio Novaes Filho, no Jardim Morumbi, em Paranavaí. 
Consta que ele estava tomando banho e pouco depois constatou que sua carteira tinha desaparecido. O ladrão levou documentos pessoais e R$ 50,00.
O morador relatou que a carteira estava na parte externa da casa - o imóvel não tem muro, ou seja, é de fácil acesso. Os policiais fizeram buscas, mas não encontraram suspeitos do crime.
TELEVISOR - Uma mulher de 58 anos foi vítima de furto no final de semana em Paranavaí. Ela disse à Polícia militar que se ausentou de casa e, quando voltou, a porta dos fundos e o telhado estavam danificados. 
A moradora notou que o televisor marca Panasonic de 32 polegadas foi furtado. Caso registrado na Avenida Gabriel Esperidião, Jardim Morumbi, anteontem no meio da manhã. 
FIOS – Já na noite de anteontem o vigilante do Instituto das Águas, na Rua Luiz Spigolon, Vila Operária, denunciou que houve um furto no local. Detalhou aos policiais que ladrões levaram a fiação elétrica de uma máquina de fazer tubos para galerias.   
UM FURTO DIFERENTE - Durante o final de semana, a Polícia Militar atendeu alguns casos de furto, e um se destaca pelas particularidades.
Consta que um homem furtou um veículo e ainda agrediu o proprietário do carro. A situação é um pouco confusa.
A história começa com a informação de um atropelamento na Rua Voluntários da Pátria, Jardim São Jorge, às 23 horas de sábado. A equipe policial chegou, encontrando um homem, de 24 anos, ao lado do carro e, de acordo com os registros, aparentava estar embriagado.
Então, os policiais seguiram nas averiguações até encontrar um homem de 60 anos, que disse ter seu seu carro, um Passat, furtado por volta de 21 horas. 
E a história se complica: de acordo com a versão, a vítima disse que viu o suspeito com seu carro e ainda tentou dialogar, mas foi agredido com socos chutes, com o ladrão fugindo. 
Diante da complexidade do caso, os policiais levaram vítima e suspeito para a Delegacia de Polícia Civil. O carro foi apreendido até o esclarecimento do episódio, com posterior devolução ao proprietário.
Ontem, com o cenário mais claro, a PM descartou o atropelamento denunciado - os dois estariam embriagados e se envolveram em uma briga, sem outro incidente.  

diario do noroeste
diario do noroeste
diario do noroeste
agência dream