Paranavaí
Min. 8°C Max. 23°C
VIOLÊNCIA

Mulheres agredidas no feriadão

23/04/19 00:00:00 - Paranavaí > Policial

Durante o feriado prolongado da Páscoa, a Polícia Militar teve que intervir em duas ocorrências envolvendo agressão a mulheres. Em um dos casos a vítima acabou se entendendo com o agressor, optando por não formalizar a queixa.
Este caso se deu na última sexta-feira. Uma mulher de 32 anos disse que foi agredida com empurrões, puxões de cabelo e xingamentos. Porém, ela também disse que já havia se entendido com o convivente e optou por não registrar a queixa. 
Diante da situação, as partes foram orientadas e o caso registrado pelos policiais na Rua Joanim Ernersto Petereit, Conjunto Habitacional Geraldo Felippe. O convivente tem 37 anos. 
Pouco depois desse caso de entendimento mesmo após agressão, outra equipe de policiais atendeu uma mulher de 20 anos, residente na Rua General Andrade Neves, Jardim São Jorge. 
Ela contou que o ex-convivente foi até a sua casa e partiu para a agressão, desferindo socos e chutes. A jovem informa que está grávida e que vem sofrendo ameaças de morte por parte do ex. O suspeito fugiu antes da chegada dos policiais, mas, não deve escapar de responder pela violência. 
No final de semana uma equipe da PM estava em patrulhamento pela Rua Dorival de Souza, Jardim Renascer, quando viu dos homens em luta corporal. Os dois estavam “tão empenhados” que foi necessário o uso de spray de pimenta para acabar com a briga.
Ao ouvir as versões, os policiais constataram que um dos suspeitos tinha feito ameaças contra o segundo homem, usando uma arma de fogo. Os policiais conseguiram localizar a arma, na verdade, uma espingarda de pressão. 
Como um dos envolvidos estava machucado, foi levado ao Pronto Atendimento (PA) para receber cuidados médicos. Depois a dupla teve que contar as versões na Delegacia de polícia Civil.

diario do noroeste
agência dream