Paranavaí
Min. 21°C Max. 30°C
POLÍCIA CIVIL

Ministério Público acata relatório final no inquérito sobre latrocínio de comerciante

13/09/19 00:00:00 - Paranavaí > Policial

O Ministério Público acatou na íntegra o relatório final da Polícia Civil no inquérito de investigação sobre o latrocínio do comerciante e policial militar aposentado Cláudio Camilo dos Santos. O crime ocorreu no dia 29 de agosto por volta das 9h40, no Jardim Ipê em Paranavaí, quando a vítima trabalhava em seu estabelecimento comercial.
Camilo dos Santos foi alvejado por um tiro efetuado por Reginaldo de Oliveira Florenço, 23 anos. Conforme lembra o delegado-chefe da 8ª Subdivisão Policial de Paranavaí, Luiz Carlos Mânica, todos os envolvidos foram presos.  
São dois adultos presos e um adolescente apreendido (termo usado para detenção de menores de 18 anos). O jovem se encontro no Cense, submetido a internamento por 3 anos. 
As investigações apuradas no Inquérito Policial concluído pela Polícia Civil demonstraram ao Ministério Público todas circunstâncias do fato, que resultou aos maiores, denúncia pela prática dos crimes de receptação, latrocínio consumado (roubo com resultado morte) e corrupção de menor. As penas dos crimes somadas podem chegar a 38 anos de prisão.
Todos permanecem presos, à disposição do Poder Judiciário. Ao final do processo, com eventual condenação, deverão cumprir pena em unidades prisionais do Estado, explica o delegado.

diario do noroeste
agência dream