Paranavaí
Min. 21°C Max. 33°C
PARANAVAÍ

Dupla presa por tráfico de drogas e posse de armas

24/10/18 00:00:00 - Paranavaí > Policial
Dupla presa por tráfico de drogas e posse de armas A Polícia Civil concluiu a operação apresentando suspeitos (de costas) e as provas do tráfico Foto: divulgação

A Polícia Civil confirmou ontem a prisão de dois homens acusados de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Uma ação concluída no final da última semana após trabalho de investigação mediante denúncias que culminaram em ordem judicial de busca e apreensão.
O delegado-chefe da 8ª Subdivisão Policial de Paranavaí, Luiz Carlos Mânica, informa que o proprietário tentou fugir ao ser abordado quando chegava em casa, mas, foi impedido. Ele portava uma arma de fogo, calibre nove milímetros.
Em busca na residência os policiais encontraram um prato com várias porções de crack, totalizando 94 gramas. Fracionadas, as porções resultariam em 380 pedras para venda a viciados.
Na sequência das buscas foi localizado um embrulho com 278 gramas de maconha, além de R$ 573,73 em cédulas de pequeno valor.
O detalhe dramático é que sobre o berço do filho do morador, de apenas um ano de vida, foi localizado um revólver calibre 38. A mãe da criança estava em casa.
No armário da residência havia ainda uma espingarda calibre 32 e munições de vários calibres. Todos os telefones celulares da casa foram apreendidos e poderão ser importantes no detalhamento da atividade ilegal.  
SEGUNDO PRESO - Quando a Polícia já havia reunido provas suficientes de flagrante relacionado ao tráfico, um desdobramento importante: um homem chegava na casa e acabou abordado.
Ele transportava 45 gramas de cocaína, droga que uma vez fracionada seria suficiente para 45 “pinos”, a porção vendida no “varejo” para usuários.   
O dono da casa tem 30 anos e passagem anterior por tráfico de drogas em 2009. O segundo preso tem 21 anos, não possuía passagem pela Delegacia. Em comum: ambos não têm profissão.
Com as provas todas coletadas, os dois homens receberam voz de prisão e acabaram levados para a Cadeia Pública. Ficam à disposição da Justiça e desdobramento das investigações.

diario do noroeste
agência dream