Paranavaí
Min. 21°C Max. 37°C
POLÍTICA

Gehlen diz que PV deve apoiar Ratinho Júnior e sinaliza dobrada com Lorenzetti

02/03/18 00:00:00 - Paranavaí > Política

O presidente do PV de Paranavaí e coordenador regional da agremiação partidária, Maurício Gehlen, disse que o partido deve apoiar a candidatura do deputado estadual Ratinho Júnior (PSD) ao Governo do Estado nas eleições deste ano. 
“O apoio ao Ratinho tem 95% de chances de acontecer”, disse. Sinalizou ainda que, com esta coligação, ele, que é pré-candidato a deputado estadual.
A manifestação aconteceu em Tamboara, durante encontro regional do PV, que contou com a presença de representantes do partido em Terra Rica, Cianorte, Icaraíma, Terra Roxa, Alto Paraná, além de Paranavaí e Tamboara.
Ao abrir o encontro, realizado no sábado, o presidente do PV de Tamboara, o vice-prefeito Ivanilson Crispim da Silva, lembrou que nos dias atuais, com várias denúncias de corrupção envolvendo pessoas públicas, “está difícil de falar de política” e que esta realidade “deixou o povo mais exigente”. Alertou a necessidade de os eleitores colocarem no poder “pessoas comprometidas que correspondam às nossas expectativas”.
Depois de vários pronunciamentos, Gehlen contou que esteve em Curitiba, no começo da semana, mostrando a importância de um empresário entrar para a política. 
“Minha pré-candidatura foi muito bem recebida pelos líderes empresariais do nosso Estado”, disse. Afirmou que pretende fazer uma campanha “sem comprar votos. Quem vier comigo é porque quer mudança”.
RATINHO - Informou que em Curitiba esteve com o presidente estadual do PV, Francisco Caetano Martin, o Chico do PV, que lhe informou que o partido deve apoiar a candidatura de Ratinho Júnior ao Palácio Iguaçu. Segundo Gehlen, “as conversas estão bem adiantadas e apoio ao Ratinho tem 95% de chances de acontecer”.
Esclareceu que, junto com o presidente estadual do PV, esteve numa audiência com Ratinho, da qual também participou o ex-prefeito de Paranavaí Rogério Lorenzetti (PSD). Mostrou-se animado com a coligação entre PSD e PV, porque “os partidos do bem estão se aliando” e que esta aliança abre espaço para ele “trabalhar com o ex-prefeito da minha cidade, Rogério Lorenzetti. Temos aqui o Carlos Destefano, de Cianorte, que é candidato a deputado federal do PV. Vamos dobrar com ele em Cianorte. Mas aqui podemos trabalhar com o Rogério. O importante é que o voto não saia da região”, explicou Gehlen.
Durante seu pronunciamento, o presidente do PV de Paranavaí, insistiu na necessidade de o eleitor promover uma renovação na política e apresentou seu partido como alternativa de mudança. 
“Quem quer e achar que é possível mudar venha para o PV”, disse ele. Enfatizou que eleitor que vende seu voto não pode cobrar nada do político (“porque ele já foi pago”). E citou que, para comprar votos, os políticos com mandato “usam o dinheiro do povo”.
Mais adiante foi enfático ao afirmar que “não quero votos de pessoas que não tenham o mesmo caráter que o nosso” e que espera que o eleitor “esteja maduro suficiente para votar nas melhores opções nas eleições deste ano”.

diario do noroeste
agência dream