Paranavaí
Min. 16°C Max. 24°C
DENGUE

Vigilância encontra focos de larvas da dengue em pontos estratégicos da cidade

18/12/19 14:26:14 - Paranavaí > Saúde
Vigilância encontra focos de larvas da dengue em pontos estratégicos da cidade a-fiscal.jpg

Uma equipe formada por agentes de endemias e fiscais da Vigilância em Saúde de Paranavaí realizaram nesta terça-feira (17) uma ação de fiscalização em pelo menos 10 pontos estratégicos da cidade. Em todos os locais foram encontrados focos de larvas da dengue. A ação foi acompanhada pelo prefeito Carlos Henrique Rossato Gomes (KIQ) e pela secretária de Saúde do município, Andréia Vilar.
“Em todos os locais que fomos nesta manhã, procuramos conversar com vizinhos e a maioria deles foi vítima de dengue este ano. Os proprietários ou moradores dos locais visitados até tentam argumentar que a água está acumulada por causa das chuvas dos últimos dias, ou dizem que limparam na sexta-feira (13) e desde então não parou de chover, mas as larvas encontradas em todos estes locais estão em vários estágios de desenvolvimento, com mais de uma semana. Nós sabemos que tem chovido bastante e nem sempre é possível eliminar a água rapidamente, mas o que não pode é ter larvas nesta água. Se tem larvas é porque a fêmea do mosquito já havia posto os ovos enquanto o tempo estava firme e, com as chuvas, eles estão eclodindo e se tornando larvas. Encontramos muitas pulpas, que são o último estágio antes da larva virar mosquito. Se esses locais não receberem uma limpeza apropriada urgentemente, quando vier o sol essas pulpas vão se tornar mosquitos Aedes rapidamente e começar a picar a população nessas vizinhanças”, explica a diretora da Vigilância em Saúde, Keila Stelato.
Atualmente, os agentes de endemias de Paranavaí trabalham em campo fazendo visitas aos 51.821 imóveis cadastrados no município. A cobertura total é de 2.152 quarteirões da cidade. Além disso, a Vigilância faz vistorias quinzenais em 147 pontos estratégicos, onde há maior possibilidade de haver criadouros de larvas do Aedes aegypti, como borracharias, ferro velho e armazenadores de recicláveis.
Durante a vistoria realizada nesta terça-feira, os fiscais da Vigilância fizeram as devidas notificações e autos de infração aos proprietários dos locais visitados e deram um prazo de 3 dias para a limpeza e adequações necessárias. “Depois destes três dias nós vamos retornar e verificar se as orientações da notificação foram cumpridas. No caso de encontrarmos as mesmas situações, a Vigilância deve aplicar multas que podem chegar a mais de 2 mil reais, conforme o grau de risco à saúde pública que for encontrado em cada local”, frisa Keila.
Aumento rápido dos casos - Um relatório feito esta semana pela direção da UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas) de Paranavaí, aponta que de 9 a 16 de dezembro, aproximadamente 10% de todos os casos atendidos na unidade de urgência e emergência foram de pessoas com suspeita de dengue. “Atendemos 1.950 pacientes neste período e, do total, 161 casos tiveram hipótese diagnóstica para dengue, de acordo com o quadro clínico”, esclareceu a diretora da UPA, Simone Cristina Baggio.
A preocupação com o rápido aumento do número de casos de dengue é cada vez maior. Isto porque, em todo o ano de 2018, foram registrados 39 casos positivos de dengue na cidade. Este ano, do dia 1º de janeiro até o dia 10 de dezembro, já temos 1.261 casos confirmados, 32 vezes mais que os números do ano passado. Além disso, em 2018, a Vigilância notificou 642 casos suspeitos de dengue em Paranavaí. Este ano, até o dia 10 de dezembro, já foram 3.462 notificações. 
Para a secretária de Saúde do município, Andréia Vilar, “é preciso ter em mente que dengue é um problema de saúde pública e a responsabilidade é da população. O município, o Estado, os órgãos de Vigilância, fazem o trabalho preventivo, de orientação, e a Saúde absorve o tratamento depois que as pessoas já ficaram doentes. Para não ter dengue, só depende da população, de cada um cuidar do seu quintal e do quintal dos vizinhos também; denunciar caso veja algo de errado, para que possamos atuar com as notificações e até mesmo com multas quando necessário. Combater a dengue é uma luta exclusiva dos órgãos públicos, é responsabilidade de cada cidadão”, destacou.

Paranavaí

DENGUE

Paciente com sintomas de dengue morre em Paranavaí. Caso está sendo investigado

COMBATE À DENGUE

Vigilância em Saúde interdita borracharia e proprietário recebe multa de R$ 16 mil

SANTA CASA

Santa Casa registra crescimento no número de internações por dengue

UBS

UBS Centro vai abrir aos sábados para atender casos suspeitos de dengue

MOSQUITO DA DENGUE

Primeiro LIRA do ano tem índice de 6,0 e alto risco de infestação

COMBATE À DENGUE

Prefeito decreta situação de emergência e autoriza contratação de médicos por PSS

DENGUE

Agentes encontram 53 focos de larvas de mosquito no primeiro dia do Lira

COMBATE À DENGUE

Combate à dengue: neste sábado, mutirão de limpeza na Coloninha do Jardim São Jorge

DENGUE

Vigilância começa a infracionar imóveis com reincidência de focos de dengue

COMBATE À DENGUE

Prefeitura promove mutirão de limpeza na Coloninha do Jardim São Jorge

PARANAVAÍ

Mais de 730 pessoas foram notificadas com suspeita de dengue em oito dias

PREOCUPAÇÃO

10% dos atendimentos da UPA na última semana foram de casos suspeitos de dengue

PARANAVAÍ

Hemonúcleo terá atendimento diferenciado nas semanas do Natal e do Ano Novo

NÚMEROS CRESCENTES

Paranavaí tem risco iminente de epidemia de dengue, diz Regional de Saúde

SANTA CASA

Falta de leitos e demanda excessiva são problemas frequentes em Paranavaí

GRIPE

Influenza A (H1N1) está entre as principais causas de síndromes respiratórias

REPERCUSSÃO

Secretária de Saúde de Paranavaí fala sobre rede de atenção primária

OPERAÇÃO VERÃO/PORTO RICO

Trabalho preventivo de saúde continua no Carnaval

CIDADANIA

Ação em Paranavaí marca Dia Nacional de Doação de Órgãos

NOROESTE DO PARANÁ

Região de Paranavaí vacina quase 74% do público-alvo contra a gripe

agência dream