Paranavaí
Min. 19°C Max. 32°C
AEDES AEGYPTI

Vigilância em Saúde confirma dois casos de zika vírus em Paranavaí

Os resultados dos exames laboratoriais foram conhecidos na tarde de ontem

01/03/16 17:31:56 - Paranavaí > Saúde
Vigilância em Saúde confirma dois casos de zika vírus em Paranavaí Descarte de lixo contribui para a proliferação do Aedes aegypti

Foram confirmados nesta tarde os dois primeiros casos de zika vírus em Paranavaí. A informação foi repassada pelo diretor da Vigilância em Saúde, Randal Fadel Filho, que alertou a população sobre a gravidade do problema: “Agora que apareceram os primeiros casos, é questão de dias para que outros sejam confirmados”.
 
Um dos pacientes com zika vírus tem 22 anos de idade e mora no Jardim Guanabara. O outro tem 45 anos e é morador da área rural. De acordo com Fadel Filho, os trabalhos para evitar a proliferação da doença estão sendo feitos nas duas localidades, desde a eliminação de criadouros até a pulverização de veneno para matar o mosquito.
 
Até a tarde de ontem, 20 casos suspeitos de vírus zika tinha sido notificados em Paranavaí, nas seguintes unidades básicas de saúde: Morumbi, São Jorge, Zona Leste, Ipê, Sumaré e Vila Operária, além do NIS Central e da Santa Casa.
 
De acordo com o diretor da Vigilância em Saúde, a principal maneira de evitar que o mosquito continue se reproduzindo e, assim, conter o avanço da doença, é eliminar os focos de larvas. Como? Evitando deixar água parada em objetos, calhas, lajes e eletrodomésticos. O descarte incorreto de lixo também precisa acabar. Vale destacar que o Aedes aegypti, que transmite o zika vírus, também é responsável pela transmissão da dengue e da febre chikungunya.

Mais informações na edição impressa do Diário do Noroeste de amanhã.
 
Reinaldo Silva - Da Redação 

diario do noroeste
agência dream