Paranavaí
Min. 24°C Max. 33°C
OFTALMOLOGIA/SANTA CASA

22 mil consultas em 3 anos

02/04/17 00:00:00 - Paranavaí > Saúde
22 mil consultas em 3 anos O oftalmologista Rubens Monteiro Filho com uma médica-residente atendendo no Centro Macrorregional de Oftalmologia, em Paranavaí

O Centro de Oftalmologia da Santa Casa de Paranavaí está completando três anos de funcionamento, em prédio próprio, na Rua Amapá, a uma quadra do hospital. E neste período foram realizadas 22 mil consultas, 60 mil exames complementares e mais de quatro mil cirurgias.
As informações são da assessoria de imprensa da instituição.
Estes números levaram o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, a fazer uma menção especial à unidade quando fez seu discurso na cerimônia de comemoração dos 60 anos da Santa Casa de Paranavaí, no último dia 16. “É o melhor Centro de Oftalmologia público que conheço”, enfatizou ele.
Os números, os equipamentos, o índice de resolutividade e de satisfação, de fato colocam o Centro Macrorregional de Oftalmologia como um dos melhores do Estado. 
“Os equipamentos que temos aqui não têm em outro centro de oftalmologia público do interior do Estado, talvez em Londrina”, diz o diretor clínico da Santa Casa, Rubens Costa Monteiro Filho.
O melhor é que, segundo o coordenador, “podemos ampliar mais os serviços. Já estamos encaminhando reivindicação neste sentido ao Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde”, revela o oftalmologista.
Um dos fatores que têm contribuído para a alta produção do Centro é a Residência Médica em Oftalmologia. São seis médicos residentes, sendo dois do primeiro ano (R1), mais dois do segundo (R2) e outros dois do terceiro ano (R3). Eles trabalham no Centro sob a supervisão de um dos cinco oftalmologistas ou no centro cirúrgico da Santa Casa, onde são realizadas as cirurgias de cataratas, pterígio, calázio, estrabismo e traumas oculares.
O Centro de Oftalmologia começou a funcionar junto com a Residência Médica, em março de 2014. Nos três anos de funcionamento, o Centro realizou 60 mil exames complementares de mapeamento de retina, biometria ultrassônica, campimetria computadorizada, retinografia, microscopia especular, topografia computadorizada, paquemetria corneana, tonometria de aplanação, biomicroscopia de fundo de olho, etc. Os exames foram realizados no próprio Centro, com seus equipamentos.
“É um ganho enorme para a população”, atesta Rubens Monteiro Filho. “Antes do Centro tínhamos 80 consultas por mês, 20 cirurgias e nada de exames complementares. Hoje, com a capacidade de nossa equipe, os equipamentos que dispomos e ao comprometimento dos profissionais aqui do Centro estamos oferecendo um serviço de alta qualidade, com um índice alto de resolutividade e mais de 95% de índice de satisfação”, comenta o oftalmologista.
Além dos pacientes, os residentes também ganham, já que há um volume grande de procedimentos permitindo a especialização profissional.
O Centro Macrorregional de Oftalmologia atende pacientes dos municípios das regiões de Paranavaí, Cianorte e Campo Mourão.

Paranavaí

DENGUE

Paciente com sintomas de dengue morre em Paranavaí. Caso está sendo investigado

COMBATE À DENGUE

Vigilância em Saúde interdita borracharia e proprietário recebe multa de R$ 16 mil

SANTA CASA

Santa Casa registra crescimento no número de internações por dengue

UBS

UBS Centro vai abrir aos sábados para atender casos suspeitos de dengue

MOSQUITO DA DENGUE

Primeiro LIRA do ano tem índice de 6,0 e alto risco de infestação

COMBATE À DENGUE

Prefeito decreta situação de emergência e autoriza contratação de médicos por PSS

DENGUE

Agentes encontram 53 focos de larvas de mosquito no primeiro dia do Lira

COMBATE À DENGUE

Combate à dengue: neste sábado, mutirão de limpeza na Coloninha do Jardim São Jorge

DENGUE

Vigilância começa a infracionar imóveis com reincidência de focos de dengue

COMBATE À DENGUE

Prefeitura promove mutirão de limpeza na Coloninha do Jardim São Jorge

PARANAVAÍ

Mais de 730 pessoas foram notificadas com suspeita de dengue em oito dias

DENGUE

Vigilância encontra focos de larvas da dengue em pontos estratégicos da cidade

PREOCUPAÇÃO

10% dos atendimentos da UPA na última semana foram de casos suspeitos de dengue

PARANAVAÍ

Hemonúcleo terá atendimento diferenciado nas semanas do Natal e do Ano Novo

NÚMEROS CRESCENTES

Paranavaí tem risco iminente de epidemia de dengue, diz Regional de Saúde

SANTA CASA

Falta de leitos e demanda excessiva são problemas frequentes em Paranavaí

GRIPE

Influenza A (H1N1) está entre as principais causas de síndromes respiratórias

REPERCUSSÃO

Secretária de Saúde de Paranavaí fala sobre rede de atenção primária

OPERAÇÃO VERÃO/PORTO RICO

Trabalho preventivo de saúde continua no Carnaval

CIDADANIA

Ação em Paranavaí marca Dia Nacional de Doação de Órgãos

agência dream