Paranavaí
Min. 20°C Max. 36°C
MARILENA

Homem acusado de danificar bancos de uso público

21/09/18 00:00:00 - Região > Marilena
Homem acusado de danificar bancos de uso público Moradores flagraram o homem danificando bancos

Atitude flagrada por câmeras mostra o quanto ainda será preciso evoluir. Um homem foi preso pela Polícia Militar em Marilena, anteontem à noite, porque estava danificando bancos usados pela comunidade para o descanso.
O crime foi descoberto por volta das 18 horas de anteontem, quando pessoas filmaram o suspeito danificando os bancos de concreto e jogando pedaços na pista de rolamento.
Então, a PM foi acionada e deteve o suspeito, sendo que testemunhas confirmaram tratar-se do autor dos atos de vandalismo.
Ele acabou levado para a Delegacia de Polícia Civil de Nova Londrina. Informações prestadas pelo Setor de Comunicação Social da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar de Loanda.
LESÃO CORPORAL - Um homem foi inicialmente socorrido no hospital municipal (Pronto Atendimento de Loanda) e depois transferido para a Santa Casa de Paranavaí. Ele sofreu lesões a faca que atingiram o braço direito (perto do ombro) e na região dorsal, lado esquerdo.
Com a denúncia em mãos, uma equipe da Polícia Militar fez buscas, localizando o suspeito na Rua Almirante Tamandaré. Ele de pronto confessou o delito e disse ter sido motivado por ciúmes da ex-convivente. Acabou autuado em flagrante.
PARAÍSO DO NORTE - Dois irmãos, já conhecidos nos meios policiais, foram presos pela Polícia Militar anteontem em Paraíso do Norte. O curioso é que os dois tinham mandados de prisão pelo mesmo motivo: falta de pagamento de pensão alimentícia.
A situação começou a ser verificada quando uma equipe da PM em patrulhamento percebe a “atitude suspeita” de um dos irmãos. Ele foge e acaba perseguido até chegar na casa onde mora. Foi quando constatou-se que tinha mandado de prisão em aberto.
Pouco depois foi encontrado o segundo suspeito, igualmente detido. Ele tinha também o mandado por falta de pagamento de pensão. Os dois foram levados para a Delegacia de Polícia de Paraíso do Norte.

agência dream