Paranavaí
Min. 20°C Max. 35°C
BOMBEIROS

Nova Esperança registra o maior número de incêndios ambientais na região

15/07/18 00:00:00 - Região > Nova Esperança
Nova Esperança registra o maior número de incêndios ambientais na região Até a tarde da última sexta-feira (13) já tinham sido registrados 439 situações de incêndios ambientais neste ano Foto: Arquivo DN

A falta de chuva, a baixa umidade do ar e o vento comuns nesta época do ano, estão provocando um aumento no número de atendimentos de incêndios ambientais em Paranavaí e região. Os números do Corpo de Bombeiros indicam que até a tarde da última sexta-feira (13) já tinham sido registrados 439 situações neste ano. Somente em Nova Esperança foram 143 combates de focos de fogo.
Nesta semana o Governo distribuiu matéria com base em dados do Corpo de Bombeiros no Estado informando que a região de Paranavaí lidera as estatísticas paranaenses de incêndios florestais.
A segunda cidade com maior número de atendimento na Região Noroeste é Loanda com 117 combates. Em Paranavaí já foram registrados 75 ocorrências e Terra Rica 51 acionamentos. Na região de Nova Londrina foram efetuadas 41 atendimentos e em Querência do Norte 12 combates.
De acordo com as informações dos Bombeiros, os números lançados no sistema são dos atendimentos realizados pela Defesa Civil na região de Querência do Norte, Loanda, Nova Londrina, Terra Rica, Nova Esperança e pelo quartel na área de atuação de Paranavaí.
TRIAGEM - O comandante do Corpo de Bombeiros em Paranavaí, tenente Guilherme Costa Brischiliari, disse que os números são ainda maiores. Isso porque os casos não atendidos acabam não entrando nos registros oficiais.
“Fazemos triagem porque é impossível atender a todas as chamadas. Temos uma demanda reprimida, o que obriga a dar prioridade para situações que acontecem próximo a hospitais, postos de saúdes e escolas. Além disso, deslocamos em caso de haver risco de o fogo atingir edificações”, comentou Brischiliari.
O comandante explicou que não é possível afirmar com exatidão a origem dos incêndios, porém, salientou que se as pessoas tivessem mais consciência o número de queimadas seria consideravelmente menor.
“Muitas vezes percebemos que o fogo teve início para fazer a limpeza de lixo ou de terrenos vazios. Isso é crime e gera uma série de transtorno e de despesas já que provoca o deslocamento de guarnição para combater o fogo”, comentou o comandante dos bombeiros.
Brischiliari lembrou que a pessoa que provocar incêndio ambiental poderá responder criminalmente. O comandante afirmou que quem for flagrado ou identificado provocando queimadas será conduzido à delegacia e ainda receberá multa.
TEMPO - A previsão do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) é de que não haverá chuva até o próximo sábado em Paranavaí e região. O último registro de chuva foi no dia 12 de junho.
No site do Climatempo existe a previsão de pancada de chuva para daqui 15 dias. Os meteorologistas estimam que na tarde ou na noite do próximo dia 28 poderá chover. Mesmo assim, o volume estimado é de apenas um milímetro de precipitação.

agência dream