Paranavaí
Min. 20°C Max. 36°C
RONDON

Auriculoterapia é aplicada em profissionais da Saúde

24/08/19 00:00:00 - Região > Rondon
Auriculoterapia é aplicada em profissionais da Saúde Servidores durante o curso para a pratica milenar da auriculoterapia

Em Rondon, a Auriculoterapia começou a ser utilizada por três profissionais capacitadas com a devida formação entre os servidores da Secretária Municipal da Saúde. A técnica milenar da medicina alternativa chinesa é utilizada no tratamento de dores crônicas, no alívio da ansiedade, de enxaquecas e até na redução da vontade de fumar.  
Foram capacitadas para aplicarem a técnica a enfermeira, Eliane Mendes Franco Colombo e a Psicóloga Taís de Souza Miquelin. As servidoras atuam dentro do quadro das equipes do (NASF/AB) Núcleo de Apoio à Saúde da Família e Atenção Básica.
Todas foram capacitadas com um curso de 80 horas de aulas, destas, 75 horas em módulos teóricos e 5 horas em presenciais, oferecido pelo Ministério da Saúde em parceria com a Coordenação Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, com estudos aplicados pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).
O município de Rondon, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, possibilitou que as servidoras recebessem a devida qualificação com objetivo de contribuir para a melhor qualidade de vida à população.
O projeto “Um Novo Sentir, Promovendo Saúde por meio da Auriculoterapia”, a princípio será direcionado aos trabalhadores da Saúde da Atenção Básica do município, no intuito de reduzir os problemas de saúde relacionados ou não ao trabalho, prevenir doenças, promover saúde e qualidade de vida aos profissionais.
Como destaca o prefeito Ailton Valloto, a sobrecarga física e emocional dos profissionais ligados à Rede Básica de Saúde, contribui para o adoecimento levando a situações de estresse, depressão, tristeza, ansiedade, entre outros. Por isso, é necessário um olhar humanizado a esses profissionais que tanto serve e cuida da nossa população.
Por meio do atendimento e da avaliação clínica, realizados pelos profissionais, o paciente pode, além do seu tratamento convencional, ser encaminhado para uma prática de terapia integrativa e complementar. 
De acordo com as profissionais habilitadas à técnica milenar chinesa, “todos os pontos do corpo humano estão representados em pontos específicos da orelha (reflexo do Sistema Nervoso Central) e, quando estimulados de forma correta, ajudam na redução da energia ali concentrada, auxiliando no tratamento de dores crônicas, no alívio da ansiedade, de enxaquecas, na redução da vontade de fumar e de outros vícios”, afirmaram.
Caso a prática da técnica da auriculoterapia for satisfatória, com alta taxa de melhoras e elogios por parte dos profissionais da saúde, o atendimento será estendido ás outras Secretarias e consequentemente à população de forma padronizada de acordo com a avaliação médica profissional. “Vamos continuar investindo em técnicas para melhor atender à população”, afirmou a secretária de Saúde, Mariney Giacomini.

agência dream