Paranavaí
Min. 21°C Max. 33°C

Articulistas

André Maciel
André Maciel
LITERATURA

"QUANDO NASCI DE UMA MULHER INDAGUEI!"

08/03/17 - Articulista > André Maciel

Quando pedi para nascer, tive a livre escolha de desejar vir na família que vim. Também me foi dado o direito de decidir de quem iria nascer. Quem seria minha progenitora. Quem seria a escolhida, a poderosa, a mãe, a mentora. Então ao indagar porque nascer de uma mulher, eu fui prontamente respondido: “Sente aqui meu filho. Olhe, a natureza tem sábias promessas que jamais podemos indagar, por mais que nos seja cobrado, pela curiosidade e somos; jamais devemos indagar. Nascemos de uma mulher porque ela foi escolhida, para ser sensível, ser amável, companheira, compreensível, feminina, ser mulher. É dela que ouvirás os mais dóceis conselhos, as mais intensas dores, os mais desesperados sentimentos de ausência. Também será nos braços de uma mulher que serás amamentado, acalentado e acarinhado nas suas maiores desilusões. A cada ser feminino que hoje conhecemos como mulher, foi lhe dado o dom de ser carinhosa e feminina, ser mãe, mesmo que ainda não as tenham sido. Amarás infinitamente sua mãe, defenderás bravamente suas irmãs, terás duas, e serás apaixonado por sua avó. Não há destino melhor a um ser como tu”. Só então percebi que ele falava apenas nas mulheres que iriam permear minha vida terrena. Então, me voltei para ele, irradiante de luz e indaguei, e quanto a meu pai? Num sorriso farto e iluminado ele me disse, seu pai, seu irmão e você, serão as maiores razões destas mulheres serem o que serão. Bravas, valentes, vigorosas e confidentes de tudo e de todos. Cerrei meus olhos e em agradecimento senti uma leve brisa a me embalar, uma corrente de ar invadiu meus pulmões e descerrei meus olhos para a vida, recebido por uma mulher toda de branco, a me abraçar e me levar para junto de minha mãe, Foi o instante mais quente e lindo desde meu surgimento. Hoje, ao abraçar esse ser encantado que representa todas estas mulheres, seres divinos e encantados, como as sereias, como as deusas, como as mais intensas demonstrações de feminilidade, agradeço a cada instante que esta mulher, minha mãe, me guiou, ao lado de meu pai, por caminhos suaves, quando a tempestade era intensa, por mares bravios quando a dor soava mais alto. Esse encanto de mulher também recebi, pois aprendi com minhas mentoras, a respeitar, valorizar, elogiar e acima de tudo amar estes seres que nos dão à luz em meio a tanta escuridão.

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Colaboração de André Maciel
profandre.literatura@gmail.com
profandre_literatura@hotmail.com

Mais

André Maciel 10/07/17

O OLHAR EXCÊNTRICO

André Maciel 22/02/17

Começar, recomeçar, dar o pontapé inicial

André Maciel 15/12/16

QUE SAUDADE QUE EU SINTO!

André Maciel 30/08/16

CAROS LEITORES, ESTA É PARA VOCÊS

André Maciel 26/08/16

LER OU NÃO LER EIS A QUESTÃO. QUE DÚVIDA CRUEL

ver todas

Colunistas

Tânia Mara
Artigos
Dinei Feitosa
Sinopse Geral

Articulistas

André Maciel
EDENI MENDES
Fabiano Brum
Josué Ghizoni
Marcelo Rios
Márcia Spada

Programe-se

agência dream