Paranavaí
Min. 21°C Max. 31°C
diario do noroeste

Articulistas

Márcia Spada
Márcia Spada
COMPORTAMENTO

As casas dos três porquinhos e a construção de nossos laços afetivos

12/04/16 - Articulista > Márcia Spada

O conto infantil dos três porquinhos é uma boa analogia para que analisemos com quais “materiais” queremos construir a nossa rede afetiva familiar.
Lembram-se da casa de palha, de madeira e de tijolos. Bem, a mesma lógica se projeta para a construção complexa de nossa rede afetiva.
Assim como uma casa de palha, que na primeira ventania se transforma em fragmentos, há relações que não suportam frustrações e só funcionam quando os envolvidos estão “bem”. 
São relações de palha, com propensão a não durarem muito por não conseguirem superar dificuldades.
Também como na encantadora história dos três porquinhos, há uma segunda casa, um pouco mais sustentável, que resiste a brigas, mentiras, desentendimentos e tantas outras mágoas... É a casa feita de madeira.
Mas foi construída muito rápida, negligentemente, sem priorizar sua base fundamental que, no plano afetivo, seriam seus moradores. 
Após desentendimentos interpessoais, um problema inesperado, ou uma sucessão de pequenos contratempos ela também se transforma em fragmentos de vínculos afetivos.
A última casa é uma rocha, porque ela tem um segredo; a cada ventania, ela se empenha em enxergar e enfrentar:
Os furos frágeis e imaturos dos laços familiares, as rachaduras de mágoas, os pregos de raiva, os tijolos de aparência, os ressentimentos engavetados, a falta de respeito consentido, a ausência de autoridade e tantos outros estragos que a fizeram estremecer.
E assim, os vínculos afetivos vão se reconstruindo, se fortalecendo e a casa sobrevivendo às eventuais ventanias, mantendo-se erguida.
E mesmo que, a casa “caia”, que a família fique durante um tempo num deserto afetivo, num silêncio pesado, em um total desentendimento, ela terá força e perseverança, para reconstruir e renovar seus vínculos afetivos.
Nessa casa, os laços foram tecidos sob uma base sólida, com muita luta, transparência, amor, dedicação e fé. 
São laços que unem e não como um nó apertado, que sufoca. Laços que sabem envolver seus familiares com proteção, autoridade, educação e amor.
Sabendo que, laços afetivos são construídos entre os membros de uma família, e não integram seu patrimônio genético. 
Não nascemos amando, respeitando, nem tampouco sabendo conviver educadamente. Aprendemos e construímos vínculos amorosos com base na educação recebida através de atitudes e exemplos dos pais. 
Posto que, amar não é verbo intransitivo, não é abstrato, reflete uma constelação de atitudes educativas e amorosas que revelam as prioridades que os pais escolheram para erguerem suas casas.
E como somos eternos aprendizes nessa jornada, uma frágil casa de palha, fruto de nossa imaturidade, pode vir a se transformar pelas mãos de quem não se envergonha em recomeçar, em uma verdadeira casa de tijolos, onde a prioridade será a construção e manutenção dos vínculos afetivos.

Colaboração de Márcia Spada

Mais

Márcia Spada 23/05/16

Felicidade: Sentimento Inviolável

Márcia Spada 10/05/16

Crimes dos “sem coração”

Márcia Spada 03/05/16

Quando o amor sufoca

Márcia Spada 26/04/16

O Corpo tem suas razões

Márcia Spada 19/04/16

"Eterno enquanto dure..."

ver todas

diario do noroeste

Colunistas

Tânia Mara
Dinei Feitosa
Sinopse Geral

Articulistas

André Maciel
EDENI MENDES
Fabiano Brum
Josué Ghizoni
Marcelo Rios
Márcia Spada
diario do noroeste

Programe-se

17/02/19

Em Amaporã, 1º Rodeio Profissional. A partir das 14h, Domingueira Automotiva, e final do Concurso Princesa do Rodeio. Ingresso para o Rodeio: R$ 15; ingresso para o show musical: R$ 10.

21/02/19

Baile do Cincão no Paranavaí Tênis Clube, a partir das 20h, ao som de Ruan Marcos e Diego.

21/02/19

Palestra espírita às 20h na Casa da Sopa. José Carlos Bertacchi falará sobre o tema A Revelação Espiríta.

22/02/19

Concurso Rainha da 48ª ExpoParanavaí (Exposição Agropecuária e Industrial de Paranavaí).

23/02/19

Zico Gaiteiro e Balanço Fandangueiro fazem a festa no Paranavaí Tênis Clube. O baile inicia-se a partir das 22h.

28/02/19

A Verdadeira Riqueza é o tema a ser explorado pelo palestrante Cláudio Madeiras, às 20h, na Casa da Sopa.

28/02/19

Baile do Cincão sob a animação musical de Denys Russo, no Paranavaí Tênis Clube. Início às 20h.

02/03/19

Cavalgada que antecede a 48ª ExpoParanavaí.

08/03/19

Abertura da 48ª ExpoParanavaí e 22ª Internacional, no Parque de Exposições Costa e Silva. Continua até dia 17.

09/03/19

Na ExpoParanavaí, show da dupla Zé Neto & Cristiano.

09/03/19

Reunião da Academia de Letras e Artes de Paranavaí, sob a presidência de José Cauneto.

15/03/19

Show do cantor Gusttavo Lima, na ExpoParanavaí.

16/03/19

Show de Henrique & Juliano, na ExpoParanavaí.

11/05/19

Na Expoingá, show de Gusttavo Lima. Às 23h, em Maringá.

14/05/19

Show de Alexandre Pires, na Expoingá, no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro, em Maringá. Às 22h.

diario do noroeste
diario do noroeste
agência dream