Paranavaí
Min. 8°C Max. 23°C

Colunistas

Sinopse Geral
Sinopse Geral
ARTIGO

SINOPSE GERAL

10/04/19 - Colunista > Sinopse Geral

SÃO crescentes os rumores em Curitiba de que, sentindo-se abandonado pelos companheiros de governo, o ex-governador Beto Richa (PSDB) estaria propondo uma delação premiada sobre todas as acusações de que tem sido alvo, por desvio de dinheiro em construção de escolas, pedágios, porto de Paranaguá, etc. Preso três vezes, ele foi solto mas, nesse período, a antiga companheirada simplesmente se ausentou, isolando Richa. “Não vou arcar com tudo sozinho”, reclama Richa.

NOVO relator da Operação Quadro Negro no Tribunal de Justiça do Paraná,  desembargador Francisco Pinto Rabello Filho, tem uma filha que trabalhou por oito anos no governo Beto Richa.Maria Carolina Zardo Rabello teve um cargo de confiança durante toda a gestão de Richa. Ela começou a trabalhar em fevereiro de 2011, quando tinha 18 anos. A filha do desembargador deixou o governo estadual no começo deste ano, pouco antes de completar 27 anos. Maria Carolina é formada em Direto e teve um cargo comissionado na Casa Civil, com remuneração bruta nos últimos meses de mais R$ 5,6 mil.
Na época da contratação, o chefe da Casa Civil era Durval Amaral, atualmente conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná. O portal Plural mostrou que ela é filha do desembargador do TJ-PR. A informação foi confirmada pela RPC.

DO ponto de vista legal não há impedimento dele ser o relator da operação e ter uma filha que ocupou cargo de confiança no governo investigado.
Rabello filho assumiu a relatoria quando a 2ª Câmara Criminal do TJ-PR decidiu soltar Beto Richa, por dois votos a um. O então relator, desembargador José Maurício Pinto de Almeira, votou pela manutenção da prisão.
Os desembargadores José Carlos Dalacqua e Francisco Pinto Rabello Filho votaram pela soltura de Richa. Como foi voto vencido, Pinto de Almeida perdeu a relatoria para Rabello Filho que era o revisor da operação no tribunal.
Beto Richa deixou a prisão na quinta-feira (4) depois de mais de duas semanas no Complexo Médico-Penal (CMP) de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

COMO relator da operação, o desembargador Rabello Filho é responsável pelas decisões mais importantes da Quadro Negro. Cabe a ele validar ou anular operações policiais, analisar se solta ou não presos suspeitos de corrupção e até validar ou mudar sentenças do juiz de primeira instância.O desembargador Francisco Pinto Rabello Filho informou que nunca escondeu o parentesco com a filha, nem mesmo a desavença que tem com ela. Disse que o questionamento é antigo e que já respondeu sobre ele outras vezes.

PARANÁ se destaca no cultivo das hortaliças, além de soja, milho e trigo. Em 10 anos a produção da olericultura no Estado cresceu 82%, segundo dados do Deral da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Foram 3,12 milhões de toneladas em 2017, ante 1,71 milhão de toneladas em 2007. 
ESTIMATIVA para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – caiu de 1,98% para 1,97% neste ano. Foi a sexta redução consecutiva. Para 2020, o cálculo para o crescimento do PIB recuou de 2,75% para 2,70% na terceira redução consecutiva.

APESAR da pressão por mudança nas regras do setor, o total de agrotóxicos liberados para venda no mercado ou para uso industrial tem crescido nos últimos anos. Só em 2018 foram aprovados 450 registros desse tipo de produto, o maior número em ao menos 13 anos, de acordo com dados do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Para comparação, em 2005 foram 91 registros, e em 2015 foram 139. Nos dois primeiros meses deste ano, o governo aprovou o registro de 74 produtos ligados a agrotóxicos, pouco mais de um ao dia. Destes, 58 já tiveram o aval formalizado no Diário Oficial da União. 

COMEMORADO por ruralistas, o aumento na liberação de produtos para venda no mercado preocupa movimentos que defendem maior rigor aos agrotóxicos. Dos 58 produtos aprovados neste ano 21 são considerados extremamente tóxicos; 11 altamente; 19 mediamente; e 7 pouco tóxicos. Já em relação ao perigo ao ambiente, um aparece como altamente perigoso, 31 como muito perigosos, 24 como perigosos e apenas dois como pouco. Os dados dos outros 16 produtos aprovados ainda não foram informados.

COMENTÁRIOS assinados pelo editorialista Ding Gang, no Global Times, um dos produtores internacionais do People”s Daily, o jornal oficial do Partido Comunista Chinês dizem que a cultura brasileira faz o País ser “inapto para a manufatura” e a população brasileira não está disposta a ser trabalhadora como a chinesa. A origem de seu ataque é o New York Times e o fato de o diário americano ter comparado a China ao Brasil no que se refere aos desafios que ambos enfrentam para se desenvolver e evitar seus respectivos declínios. 

PARA o chinês, a comparação “expõe a ignorância chocante do autor sobre a cultura do povo na China”. O jornal americano mostrava como a ascendência do Brasil a partir de 2009 não se concretizou e apontava como a China tampouco terá um futuro brilhante diante das similaridades ao Brasil. No texto do NYT, o artigo diz que os deuses, antes de destruir um país, o qualificam como “país do futuro”. “De fato, o Brasil nunca teve uma indústria manufatureira forte e sofisticada. Mas a questão básica é por qual motivo a China atingiu sua industrialização, enquanto o Brasil a abandonou e foi para a direção oposta? Isso não é apenas uma questão de economia ou instituição, mas de cultura”, argumenta o chinês. 

APONTANDO que trabalhou em várias partes do mundo por 20 anos, o autor indica que a cultura é o “fator mais importante” para atingir a industrialização. “Isso inclui como as pessoas encaram seu trabalho, família, educação das crianças e acumulação de riqueza”, disse. “Pode soar racista diferenciar o desenvolvimento baseado em cultura”, escreveu. “Mas, depois de ter morado no Brasil, você descobre a resposta. Os brasileiros não estão dispostos a ser tão diligentes e trabalhadores como os chineses. Nem valorizam a poupança para as próximas gerações, como fazem os chineses”, indicou. “Ainda assim, eles exigem os mesmos benefícios e bem-estar dos países desenvolvidos”, disse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

FRASE: Chamo atenção para o verbo “importar”, que significa portar para dentro, trazer para dentro. Quando eu vivo apenas a “exportação” - quando só coloco para fora e nada recebo para dentro - crio a possibilidade de me desapegar (Mario Sergio Cortella).

Mais

Sinopse Geral 24/05/19

SINOPSE GERAL

Sinopse Geral 23/05/19

SINOPSE GERAL

Sinopse Geral 21/05/19

SINOPSE GERAL

Sinopse Geral 21/05/19

SINOPSE GERAL

Sinopse Geral 18/05/19

SINOPSE GERAL

ver todas

Colunistas

Tânia Mara
Artigos
Dinei Feitosa
Sinopse Geral

Articulistas

André Maciel
EDENI MENDES
Fabiano Brum
Josué Ghizoni
Local
Marcelo Rios
Márcia Spada

Programe-se

25/05/19

No Paranavaí Tênis Clube, baile com a Banda Garotos do Sul, de Mariluz. Começa às 22h.

30/05/19

Palestra com tema livre, proferida por José Carlos Bertacchi. Às 20h, na Casa da Sopa.

30/05/19

Ruan Marcos & Diego do Teclado são os destaques musicais no baile do Paranavaí Tênis Clube. Começa às 20h.

01/06/19

Assembleia Geral Extraordinária da Academia de Letras e Artes de Paranavaí, às 14h30 na Biblioteca Municipal.

13/06/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Jovens Empresários e Empreendedores de Paranavaí (Aciap Jovem), sob a presidênciade Rubens Celestino Vila Júnior (Xuxa). Às 18h30, na Aciap.

13/06/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Mulheres Empresárias e Empreendedoras de Paranavaí (Aciap Mulher), sob a presidência de Denise Pierin. Às 7h30, na Aciap.

16/06/19

Costelão ao Fogo de Chão no CTG Fazenda Velha Brasileira, das 12h às 14h30. Depois, leilão de gado em prol da APDE.

19/06/19

Reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança), tendo na presidência Cláudio Miguel de Souza. Às 18h30, na Aciap.

20/06/19

Acampamento para Casais, realização da Paróquia São Sebastião – Santuário do Carmo, de 20 a 24 de abril. Contato: 3421-0400.

26/06/19

Reunião do CCCP (Conselho da Comunidade da Comarca de Paranavaí), às 18h, na Aciap. Cláudio Miguel de Souza é o presidente.

27/06/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Jovens Empresários e Empreendedores de Paranavaí (Aciap Jovem), sob a presidênciade Rubens Celestino Vila Júnior (Xuxa). Às 18h30, na Aciap.

27/06/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Mulheres Empresárias e Empreendedoras de Paranavaí (Aciap Mulher), sob a presidência de Denise Pierin. Às 7h30, na Aciap.

17/07/19

Reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança), tendo na presidência Cláudio Miguel de Souza. Às 18h30, na Aciap.

24/07/19

Reunião do CCCP (Conselho da Comunidade da Comarca de Paranavaí), às 18h, na Aciap. Cláudio Miguel de Souza é o presidente.

08/08/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Jovens Empresários e Empreendedores de Paranavaí (Aciap Jovem), sob a presidênciade Rubens Celestino Vila Júnior (Xuxa). Às 18h30, na Aciap.

08/08/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Mulheres Empresárias e Empreendedoras de Paranavaí (Aciap Mulher), sob a presidência de Denise Pierin. Às 7h30, na Aciap.

21/08/19

Reunião do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança), tendo na presidência Cláudio Miguel de Souza. Às 18h30, na Aciap.

22/08/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Jovens Empresários e Empreendedores de Paranavaí (Aciap Jovem), sob a presidênciade Rubens Celestino Vila Júnior (Xuxa). Às 18h30, na Aciap.

22/08/19

Reunião do Núcleo Multissetorial Mulheres Empresárias e Empreendedoras de Paranavaí (Aciap Mulher), sob a presidência de Denise Pierin. Às 7h30, na Aciap.

28/08/19

Reunião do CCCP (Conselho da Comunidade da Comarca de Paranavaí), às 18h, na Aciap. Cláudio Miguel de Souza é o presidente.

agência dream