Paranavaí
Min. 17°C Max. 33°C

Região

SANEPAR

Sistema de esgoto de Rondon será ampliado

  • Município de Guairaçá realizou sua Conferência Municipal de Saúde
  • Alunos participam de arrastão de limpeza em Diamante do Norte
  • Conferência Municipal de Saúde discutiu direito e deveres do SUS
  • PM encontra pistola cal. 9 mm, munições e touca balaclava
  • Homem acusado de tráfico é preso em Nova Londrina
CIDADE GAÚCHA

Polícia tem duas suspeitas sobre ataque a paciente dentro de hospital

VALDINEI FEITOSAparanavai@diariodonoroeste.com.brA Polícia Civil de Cidade Gaúcha investiga as causas da tentativa de assassinato, ação que começou na zona rural e teve desdobramento no interior do hospital da cidade, onde foram disparados pelo menos 20 tiros. As investigações são mantidas em sigilo, disse um policial.No domingo à tarde, um homem estava dentro de um veículo, numa estrada rural, quando foi surpreendido por dois motoqueiros, que fizeram disparos em sua direção. O rapaz, que saiu recentemente da prisão, foi atingido no braço. Socorrido pelo Samu, foi levado ao hospital municipal. Uma hora e meia depois do crime, o atirador invadiu o hospital, armado e encapuzado, e foi até a sala onde o rapaz estava internado e fez mais disparos. Um dos tiros acertou o ombro de um enfermeiro. Os dois baleados foram transferidos para o hospital Santa Casa de Cianorte.A polícia tem duas suspeitas e a motivação do crime, mas mantém a investigação sob sigilo.ENCONTRADO MORTO - A Polícia de Cidade Gaúcha também apura as causas da morte Paulo João da Silva, 58 anos. Ele foi encontrado caído em sua casa, ontem de manhã, com ferimentos. A pia do banheiro estava quebrada, por isso suspeita-se que ele tenha passado mal, caído e quebrado a pia, quando se cortou, perdendo muito sangue. Porém, a polícia analisa o caso para saber se Silva, que era alcoolista, foi assassinato.

 - Quinta-feira | Edição 18.259
Diário Digital Quinta-feira | Edição 18.259 18/04/2019 Baixar
agência dream