Paranavaí
Min. 21°C Max. 28°C

Social

Programe-se Tânia Mara
tânia mara
Tânia Mara

Coluna Social - Tânia Mara 15/03/2019

EFEMÉRIDES DO MÊS DE MARÇO

15/03/1930 - Registrado primeiro casamento, entre Maria Lúcia de Jesus e Cipriano Alves da Silva, na Vila Montoya, primeira denominação oficial de Paranava.
15/03/1965 – Começa a funcionar a Casa Escolar Jaime Antunes de Araújo, fundada pelo então engenheiro-chefe do 14º Distrito Rodoviário, Hamilton Vilela Magalhães, com o objetivo de atender a clientela desta região. Em homenagem póstuma, o título de patrono da Escola foi concedido a “Jaime Antunes de Araújo”, primeiro morador do 14º DER que exercia a função de motorista, tendo falecido no exercício de suas funções. A Escola foi criada pela Secretaria da Educação e Cultura, no ano de 1968 pela portaria nº. 11.481 de 15/08/1968 e foi designada para exercer a função de diretora, a professora Dilma Selhorst dos Santos, portaria nº. 10.553 de 23/08/1968.
A elevação à categoria de grupo escolar foi efetivada pela portaria nº. 20.134 de 02/05/1970. Cumprindo exigências da Lei Federal nº. 5.692, de 11 de agosto de 1971, que fixava Diretrizes e Bases de Ensino de 1º e 2º Graus, homologados pelas resoluções nº. 1547/76 e 1553/76 e. satisfeitos os requisitos contidos nas Deliberações nº. 26/71 e 40/75 do Conselho Estadual de Educação, ficou autorizado em 17 de janeiro de 1977, pelo Decreto nº. 2843, a funcionar nos termos da legislação vigente, o complexo Escolar Jaime Antunes de Araújo - Ensino de 1º Grau, mantido pelo governo do Estado do Paraná, resultando da reorganização do Grupo Escolar Getúlio Vargas, Casa Castro Alves e Grupo Escolar Jaime Antunes de Araújo, todos do mesmo município. A Casa Escolar Castro Alves e o Grupo Escolar Jaime Antunes de Araújo, passaram a constituir-se em um único estabelecimento sob a denominação de Escola Curitiba - Ensino de 1º Grau. O Grupo Escolar Getúlio Vargas passou a denominar-se Escola Getúlio Vargas - Ensino de 1º Grau. Em 24 de junho de 1976 foram inauguradas as instalações da Escola Estadual Curitiba, na Rua Amador Aguiar – Jardim Panorama.
16/03/1608 - Um decreto real de 16 de março de 1608 ordenou que o governador do Paraguai, Hernando Arias de Saavedra, direcionasse os jesuítas para o Paraná, Guayrá e para a região dos Guaicurus, onde os indígenas estariam isentos das “encomiendas”. Os padres jesuítas José Cataldino e Simon Maceta partiram de Assunção em 8 de dezembro de 1609 enviados pelo bispo Lizárraga e pelo governador Hernandarias sob as instruções do jesuíta Diego de Torres Bollo de missionar no Guayrá. Estes padres fundaram as reduções de Nuestra Señora de Loreto e San Ignacio Miní, em 1610 nas margens do Paranapanema, próximo ao Pirapó, a primeira, e na área chamada Itambaracá, a segunda. Em 1612 foram enviados para o Guayrá os padres Antonio Ruiz de Montoya e Antonio de Moranta, que adoeceu e retornou a Assunção. Ruiz de Montoya continuou até Guayrá e, em seguida, juntou-se o padre Xavier Martín Urtaner (ou Urtazu, sobrinho de São Francisco Xavier). Em 1622, Ruiz de Montoya foi nomeado Superior da missão de Guayrá como sucessor de Cataldino.
18/02/1920 - O Governo do Estado prorroga por mais dois anos o prazo para demarcação de terras, constante do contrato de 08/09/1917
19/03/2018 – Registrada a temperatura mais alta do ano em Paranavaí: 35,6 graus centígrados. O calorão só não se estendeu durante o dia todo por causa da chuva que caiu em parte da cidade no início da tarde. O final de semana já tinha sido quente. No sábado (17), os termômetros alcançaram má¬xima de 35,2 graus. No domin¬go, 34,8 graus. Ainda em março, Paranavaí chegou aos 35,5 graus nos dias 12 e 14.
20/03/1920 – Lei Estadual 1939 autoriza a criação do Plano Geral de Viação Férrea do Estado
20/03/1925 - A Braviaco e a Companhia Marcondes de Colonização, Indústria e Comércio lavram escritura pública, fazendo acordo amigável para a posse das Glebas Pirapó e Cantu. A Braviaco permitiu a redução de 250 mil hectares da Gleba Pirapó entre o rio Pirapó e a Corredeira do Estreito no rio Paranapanema em direção ao rio Ivaí, conforme a planta organizada pelo engenheiro Francisco Gutierrez Beltrão
20/03/1940 - O “capitão” Telmo Ribeiro dedica foto aos amigos Frutuoso Joaquim de Salles e Durvalino
22/03/1919 - O Estado faz a concessão para a construção da Estrada de Ferro Guarapuava a Foz do Iguaçu
22/03/1941 - Ofício 105/41 autoriza início dos trabalhos de demarcação da 1ª Gleba Ivaí
22/03/1952 – Irmãos Ferracini instalam a fábrica de Refrigerantes Garoto
24/03/2018 – Empresa Beckhauser Troncos e Balanças, instalada em Paranavaí desde 1959, anuncia sua transferência gradativa para Maringá, em busca de maiores facilidades tecnológicas. Reconhecida no mercado internacional, a empresa começou a funcionar no Distrito de Graciosa, de onde Arcângelo, a esposa Érica e filhos transferiram para a sede da cidade, vislumbrando um grande mercado, anunciou o presidente da empresa, José Carlos Beckhauser.
25/03/1981 – Lançada a pedra fundamental do novo prédio da Fafipa, no Jardim Morumbi, pelo prefeito Pinto Dias e pelo secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado, Saul Raiz.
25/03/2018 – Ônibus da delegação do Atlético Clube Paranavaí sofre um ataque de ladrões em Curitiba, que levaram toda a bagagem do time. O ACP estava hospedado num hotel na rua Tibagi, na capital, aguardando o jogo pela última rodada da fase inicial da 2ª Divisão do Campeonato Paranaense contra o Independente de São José dos Pinais, na região metropolitana. Pela manhã a delegação foi avisada que, durante a noite, o ônibus foi roubado. Para realizar o jogo o time de Paranavaí contou com a solidariedade do Clube Atlético Paranaense de Curitiba, que emprestou o uniforme, do Maringá FC, que estava em Curitiba para jogar contra um time da capital, que emprestou as chuteiras e do Clube Novo Mundo da capital, que emprestou bolas e coletes. O ACP perdeu por 1x0.

28/03/1995 – Fundado o Grupo de Professoras Aposentadas de Paranavaí e Região. Atualmente com mais de 150 participantes, o Grupo foi criado em 28 de março de 1995, numa reunião em que participaram 40 professoras, das quais 14 ainda participam ativamente: Antonia Gimenes Franco, Dalva de Oliveira de Sorde, Elisa Tanaka, Helena Maria Tostes Frata, Jamile Jarrus, Lecir Lacroix Leal, Líria Inez Balestieri, Kazué Egashira, Maria Ilda Quaglioti Paranhos, Maria Ilza Quaglioti Grígoli, Maria Takahashi, Regina Noguti, Therezinha Mancini Marion e Yolanda Yokimi Egashira.
29/03/1996 – Criado o Conselho Municipal de Assistência Social de Paranavaí, pela Lei Municipal 1816/96
30/03/1983 – Criada a Escola Estadual Flauzina Dias Viegas – Ensino de 1º Grau, no Jardim Morumbi
31/03/1942 - Averbado o cancelamento nº 262 da Comarca de Tibagy, do registro da Gleba Pirapó em favor da Braviaco, com 250 mil hectares. A Braviaco figura como adquirente e o Estado do Paraná como transmitente, sobre área do imóvel Pirapó com 250 mil hectares, por determinação de sentença de 30/08/1932
31/03/2011 – O Tribunal de Justiça do Paraná dá ganho de causa ao Estado em mais uma ação do caso conhecido como “Gleba dos Apertados”, em que cessionários de supostos direitos de propriedade sobre uma área rural cobram do Estado indenizações de R$ 150 bilhões. A área, de aproximadamente 500 km², abrange todo o município de Paranavaí. A questão teve início numa demanda de 1896, quando os títulos de propriedade foram invalidados. Restam ainda duas demandas.

Colunistas

Tânia Mara
Artigos
Dinei Feitosa
Sinopse Geral

Articulistas

André Maciel
EDENI MENDES
Fabiano Brum
Josué Ghizoni
Marcelo Rios
Márcia Spada

Programe-se

agência dream